Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A ditadura

por Pedro Correia, em 28.07.17

15011856963978[1].jpg

 

O Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela, nomeado por juízes escolhidos a dedo pelo Presidente Nicolás Maduro, sentenciou que  é legítimo o despedimento de funcionários públicos ou trabalhadores de empresas públicas que tenham manifestado satisfação ou alegria - ainda que de forma "alegórica" - pela morte do ex-chefe do Estado, Hugo Chávez, falecido a 5 de Março de 2013 mas ainda considerado "líder máximo da revolução bolivariana".

O acórdão, votado por unanimidade, valida o despedimento  - legitimado no tribunal de primeira instância - de um funcionário da empresa estatal de telecomunicações Movilnet que revelou "falta de respeito e da compostura que todo o trabalhador deve demonstrar no seu labor quotidiano" ao ter "celebrado [a morte de Chávez] de forma alegórica, dentro do seu posto de trabalho, frente aos seus companheiros de trabalho e pessoal subalterno".

Estamos perante uma evidente "ruptura da ordem constitucional", como alertou a própria procuradora-geral venezuelana Luisa Ortega, oriunda das fileiras do chavismo. A ruptura chega ao ponto de Maduro pretender impor ao país um novo texto constitucional, rasgando o de 1999, produzido durante o mandato do seu antecessor.

Infiltrando-se em todos os aspectos do quotidiano, a tirania vigente pretende impor-se pelo medo num país carcomido pela corrupção que tem a maior taxa de inflação do planeta, viu o produto nacional bruto cair quase 20% em 2016 e a mortalidade infantil subir 30% desde 2015, e onde é raro o dia em que não seja assassinado pelo menos um simpatizante da oposição, abatido pelas forças da (des)ordem. Há mais de 400 presos políticos nos cárceres venezuelanos. O direito de manifestação, que custou 112 vítimas mortais nos últimos quatro meses, foi já oficialmente banido por decreto presidencial. De tal maneira que um cidadão pacífico se arrisca a ser detido pela temível polícia política apenas por tocar violino na rua como forma de protesto.

A Venezuela chavista é hoje um país sem esperança, sem pão, sem medicamentos, sem trabalho, sem esperança e sem liberdade. Uma ditadura.

Autoria e outros dados (tags, etc)


42 comentários

Sem imagem de perfil

De Alain Bick a 28.07.2017 às 19:02

antónio das mortes
é muito pior que maduro
mas a comunicação xuxial abafa tudo
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.07.2017 às 20:15

'António das Mortes' é um filme de Glauber Rocha. Nunca vi.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 28.07.2017 às 20:09

Penso que no Privado fazem o mesmo. Cuidado com o que se pública no Facebook!!!!. Na Google também. Dizem-lhes que deixou de ter a Googletittude. Ganda Maduro, a nossa Muralha de Aço
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.07.2017 às 20:14

Maduro, desde que recebeu as visitas do espírito de Chávez em forma de passarinho, começou a perder o rumo. A Venezuela é hoje um estado falhado, presa das redes do narcotráfico movimentadas pelos militares. Um estado terrorista, que não hesita em atirar a matar sobre o próprio povo.
Entre aplausos e hossanas de alguns admiradores do lado de cá - gente sem um pingo de vergonha, capaz de apoiar os maiores escroques da cena política internacional.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 28.07.2017 às 21:15

Ao que sei, os senadores amaricanos também se fazem pagar bem. Os chamados donativos dos lobbystas. Bem sei que não são do narcotráfico, mas sim da Pfizer, Monsanto, etc....tudo mais perfumado.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.07.2017 às 21:25

EUA e Venezuela: tem tudo a ver. Quase a mesma coisa.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 28.07.2017 às 23:12

A injustiça surge em querer tomar por igual o diferente e o diferente por igual. Não me seduzem nem os muchachos de Maduro, nem os yuppies amaricanos. Parte do problema Sul americano é da responsabilidade da política externa americana - décadas 50-60-70.. ..
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.07.2017 às 23:47

Claro. Essa é a habitual cantiga de embalar para desresponsabilizar a incompetente oligarquia actual da Venezuela, assente no narcotráfico e nos balões de oxigénio da Goldman Sachs, pronta a comprar títulos de dívida pública a Caracas.
https://www.sapo.pt/noticias/economia/goldman-sachs-compra-divida-da-petroleos_592dd3a539ed29190b571b89
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 29.07.2017 às 09:10

Lá está! A Goldman a suportar a ditadura da Venezuela. Se vir bem há por lá muita malta de Chicago e ex dirigentes do Departamento do Tesouro Americano e Senadores. A Goldman além de emprestar dinheiro a Maduro é das principais financiadoras dos políticos norte americanos. Henry Paulson deixou cair o Lehman, mas passou um cheque em branco para a Goldman Sachs num processo nada transparente
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.07.2017 às 10:00

Não é só a Goldman Sachs: os EUA -- tão diabolizados na retórica de Maduro -- são o principal importador do petróleo venezuelano. Todos os dias injectam mais de 32 milhões de dólares no país.
https://brasil.elpais.com/brasil/2017/05/29/internacional/1496017333_399364.html
Dinheiro que mal chega a entrar na economia real. Fica nas garras da oligarquia "socialista", cada vez mais ligada às redes do narcotráfico.
Sem imagem de perfil

De artur Mendes a 29.07.2017 às 14:50

Um português que merecia ser gasificado pela policia venezuelana ...( castigo brando para um traidor aos princípios democráticos mais elementares ) :

Boaventura Sousa Santos: - " EM DEFEZA DA VENEZUELA"

Publico: 29.07 .2017 (hoje)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.07.2017 às 16:39

Ninguém merece ser gaseado. Ninguém merece ser reprimido da forma como a brutal polícia madurista e as homicidas milícias "bolivarianas" reprimem os venezuelanos.
Sem imagem de perfil

De rão arques a 29.07.2017 às 16:42

Socorro !!!!!!!! ~
Já não sei o que é uma ditadura e onde elas andam.
Depois de umas belas sardinha com uma salada apimentada à maneira, e bem regada q.b., apetece ver uma bonecada na televisão.
Qual quê??
A salgalhada era a mesma destemperada do costume, nos sítios comes e bebes habituais.
Pontapé na trapeira, falado, canelado e adivinhado por um sem número de corre mesas, de tabuleiro em riste a entornar escabeche em cima da própria fatiota e no colo enfastiado da clientela.
Sorte o destroçar dali ficar mesmo à distância de um botão.
Que grande bebedeira!
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 29.07.2017 às 20:12

Bebeu o quê? Maduro, Verde?Qual a marca?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 22:13

Desaconselho que se beba daquele Maduro. Deve dar ressaca da pior.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 29.07.2017 às 21:14

Chove em Caraças.
Os critérios que explicam e justificam uma autocracia podem ser completamente bipolarizados, que as repercussões serão sempre idênticas e as consequências trágicas para os países, mas principalmente para as populações.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 00:02

Chove em Caracas.
Alguns dos que em 1973 se revoltavam justamente por chover em Santiago, em 2017 alinham com as forças repressivas na Venezuela que viram as baionetas contra o povo.
Sem imagem de perfil

De s o s a 29.07.2017 às 23:39

Nao é o caso do Pedro Correia, e todavia insiste, da forma habitual, da forma parcial.
Ou seja e como já tenho dito aqui, pode o PC ser altissimo profissional, obediente ao seu patrao, mas falta-lhe a transparencia, para nao dizer honestidade.

Quero lá saber se o PC nao gosta do Maduro. Mas eu falei em honestidade, na falta.
O PC nao confessa que o tiro lhe saiu pela culatra, como á uma decada atras na mesma crise grevista , pois nesta altura precisava contabilizar muitos mais mortos para ativar a invasao militar estrangeira.

Nao importa pois, que o PC nao diga dos mortos, serao 110 em 120 dias ou coisa, de greve, obstruçao de ruas e saques, nao diz quantos dos mortos estavam a saquear, estavam a construir obstruçoes nas vias.

Com o PC, como comigo, os obstrutores das vias, seriam mesmo eliminados. Lá como cá.

Pois é, PC, haja transparencia.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 00:03

Tem razão: sou parcial. O mais possível, contra todas as ditaduras.
E também contra os sabujos que se prestam sempre a defender os ditadores. Sem sabujos nenhuma ditadura sobrevivia.
Sem imagem de perfil

De s o s a 29.07.2017 às 23:45

numa noite, de 1º de maio, no porto, portugal, a policia assassinou 4 ou 5 cidadaos. Num instante. Cidadaos que se manifestavam, , desarmados e sem barricadas , e já fora de horas, até cidadaos que ja longe do centro, fugiam. Até á sala do hospital a policia foi bater nos familiares das vitimas.

Nunca mais voltou a acontecer. Nunca deveria ter acontecido !

no dia seguinte os sobreviventes e muitos milhares voltaram á praça. A policia nao matou mais ninguem...talvez porque era de dia !!!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 00:10

Hoje na Venezuela, todos os dias, cidadãos pacíficos e desarmados são assassinados pelas armas da repressão.
A ditadura venezuelana assassina estudantes universitários, assassina mulheres, assassina trabalhadores. Só porque ousam sair à rua em protesto contra o regime opressor.
Assassina jovens como David Vallenilla, de 22 anos, abatido à queima-roupa como estas dramáticas imagens documentam:
http://www.el-nacional.com/noticias/sucesos/momento-exacto-que-sargento-disparo-david-vallenilla_189130
Que haja alguém em Portugal pronto a justificar ou até aplaudir estes crimes é algo que me repugna.
Sem imagem de perfil

De s o s a 30.07.2017 às 10:38

o que repugna, deveras, é a lata, a parcialidade, a desonestidade. Do Pedro.

O PC continua sem explicar, no caso esta questao basica , e que contraria absolutamente a treta primaria do PC : com tantos dias de barrticadas nas ruas e saques, como é possivel haver tao poucas mortes...as barricadas continuarem.


O que repugna ao PC é o azar de ainda se registarem tao poucos mortos.

Ou PC esta a dizer que que o regime assassina opositores pela calada, e fecha os olhos aos desordeiros que diariamente e meses a fio erguem barricadas, nomeadamente impedindo os mais de circularem ?!
O que repugna é o PC anjinho, como os padres que so falam em paz e amor, e o PC contra as ditaduras. E bonito, mas pouquinho. E suspeito, muito.


Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 10:45

Repugnam-me as ditaduras. Repugnam-me mais as ditaduras que não hesitam em assassinar quem se atreve a contestá-las.
E acho ainda mais repugnantes os sabujos das ditaduras. Aqueles, que como você, não perdem uma oportunidade para elogiar esses regimes homicidas.
Sem imagem de perfil

De :P a 30.07.2017 às 11:39

http://le-blog-sam-la-touch.over-blog.com/2017/05/comment-le-monde-invente-la-repression-au-venezuela-venezuela-infos.html

O caso aqui apresentado é descrito como o maior dos horrores quando coisas bem piores se passam em Portugal só que sem a ingenuidade idiota dos sul americanos e organizadas em grandes escritórios de advogados.

Não tendes melhor que isto para provar a insanidade do regime venezuelano?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 12:20

Pior que um fanático cego é um fanático que vê mas finge que não vê. Colaboracionista com as piores ditaduras, sempre pronto a vergar-se aos tiranos de turno.
Sem imagem de perfil

De s o s a 30.07.2017 às 12:39

Que o PC é parcial, não é novidade, novidade é o reconhecimento. Ou seja , na luta do PC contra ALGUMAS ditaduras vale tudo…

Ser parcial é direito do PC, concluir pela desonestidade é direito que me assiste.

Que na falta de argumentos, o PC insulte o leitor…já lá vamos.

Percebo que o PC não é anjinho, e na sua filosofia de que os fins justificam os meios, tem, mas esconde, os mesmos tiques comuns aos ditadores. A diferença é que ditadores e não ditadores defendem um pais e seu povo, o PC defende uma ideologia…inconfessada.

A filosofia do PC é a guerra fria, mas não ficava bem na fotografia afirmar-se HOJE contra o divorcio, genuinamente o PC vive nas fogueiras que queimavam as pessoas, mas é realista, e na impossibilidade, não se afirma.

A democracia nazi era , dizia o nazi, atrapalhada pelos judeus, vai de os eliminar, e o PC fechou os olhos. Ou porque os países vizinhos, ate em africa, fossem adversos ou para propagar a democracia, invadiu os países, e o PC fechou os olhos.

A argelia elegeu, pois democraticamente, um poder alegadamente hostil aos amigos do PC, e estes foram la por as coisas no lugar.

A esquerda ganhou, ate em assembleia geral, as eleições para o sindicato, e o governador civil , o governo, e portanto os amigos do PC, mantiveram os derrotados no lugar.

É direito do PC ser parcial, como é meu direito saber mais, questionar. Eu questiono, o PC que foge como gato escaldado, insulta.
O que nos ( sociedade ) interessa é a essência, a filosofia determinada, onde está o PC e ate onde esta disposto a ir para salvaguarda e progresso do bem social. O N O S S O !!!

PS :
o PC dourou os eucaliptos e eu fiquei receoso de que os lisboetas migrassem para o interior, para dormirem á sombra da nova arvore das patacas ( eucaliptos ). Afinal lisboa não partiu para parte incerta, e o PC ficou sem aquele espaço á beira tejo plantado para encher de eucaliptos.


Outra coisa para o PC tomar nota, que é estrutural : uma coisa são os políticos , ou os clubes de futebol, e as suas guerrinhas normais. E tenho dificuldade, no que vou lendo do PC, em distinguir o PC de um candidato. Insisto, não tenho nada contra o PC candidato, subordinado a essa logica, mas que isso seja clarificado.

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 13:20

Novidade, eu ser contra todas as ditaduras?
Deve ser novidade só para si.
O longo arquivo deste blogue, composto por largos milhares de textos, demonstra isso muito bem.

Dá para perceber que vocês, maduristas, andam desesperados.
Falar nos eucaliptos para tentar desviar as atenções da ditadura venezuelana é uma contorção tão exagerada, até para si, que só posso recomendar-lhe uma deslocação urgente ao fisioterapeuta mais próximo.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 30.07.2017 às 17:24

Tenha cuidado com o pc. Olhe que ele não respeita os comentadores anónimos aqui do blog.
Não descansa enquanto não lhes sabe o NIF, CC, Nome completo, Morada, onde votaram, qual a ideologia, essas coisas que há uns anos atrás levavam homens de gabardine a bater à porta das pessoas altas horas da noite.
Consta que já recorreu aos préstimos de um especialista em IT para enviar um Trojan malware aos comentadores anónimos para lhes sacar a identidade. Mas isso só pode ser má-língua, eu não acredito em tamanha atoarda.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 20:00

"Makiavel" e "SOS": dois apoiantes da ditadura do Maduro, que prende, tortura e mata por delito de opinião.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 30.07.2017 às 21:42

Não faça declarações patéticas que só desprestigia o blog.

Já agora, diga lá ao informático que o Trojan malware que enviou bateu no poste.

Keep trying.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 22:12

Sei que odeia enfrentar ideias opostas à sua: pelos vistos anda a sofrer de paranóia delirante por causa disso. Lamento desiludi-lo, mas não estamos na Venezuela: este é um país livre, onde há liberdade total para criticar o Governo e ninguém é perseguido por tal facto.
Resta-vos, a si e a outros amantes da ditadura do Maduro, sempre a opção de rumar a Caracas. É o tipo de cidade adequada a si.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 30.07.2017 às 22:26

O histórico das suas respostas às opiniões contrárias à sua apontam para uma aversão telúrica da sua parte a quem pensa diferente de si.
Não se faça de vítima nem inverta os factos.
Acresce que, por diversas vezes, as suas respostas roçam o insulto a quem exprime opiniões diferentes, ou a desvalorização por não saber o NIF de quem as emite.
Em matéria de democracia e de liberdade de expressão, estamos falados.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 23:11

O histórico deste blogue, onde as opiniões discordantes e divergentes são uma constante desde o primeiro dia, desmente em toda a linha a sua tese. Mesmos os apoiantes de ditaduras como a venezuelana, como é o seu caso, têm aqui acolhimento.
Não pense é que fica sem resposta. Ainda não chegámos a Caracas.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 31.07.2017 às 07:55

Lá está o senhor a deixar mal o blog.

Mas agora aquilo que diz é letra de lei? Em que é que se baseia para afirmar que sou apoiante da ditadura (o termo é seu) da Venezuela? Não se desacredite mais.

O histórico deste blog é uma coisa, o histórico das suas respostas às opiniões discordantes é outra completamente diferente. E não falo do conteúdo, tem o direito de discordar com quem quiser. Falo da forma acintosa, rotuladora (quem não é da sua opinião é logo rotulado de membro de brigada, apoiante de ditadura, avençado) como responde.
Então essa sua fixação nos comentários anónimos...

Pode continuar a responder (é seu direito) mas em matéria de democracia estamos mesmo falados.

(Já encontrou os registos dos que se suicidaram em Pedrógão? E a lista da empresária, já teve acesso a ela? Olhe que um textozito, mesmo desculpabilizador, sobre este assunto ficava-lhe a matar)
Sem imagem de perfil

De V. a 30.07.2017 às 16:06

Acho piada foi terem posto o Guterres na ONU para tornar a ONU irrelevante. Grande jogada dos Russos. De cada vez gosto mais daqueles bandalhos. Os palonços cá do burgo bateram palminhas de contentes como os verdadeiros idiotas que são e o pascácio do Jorge Coelho por pouco não se babava na Quadratura e era electrocutado ao vivo e a cores na tv (era uma pena: se ficasse em casa talvez se safasse).

Viver no meio de estúpidos é uma tristeza do carcamandro — mas ser governado por eles é uma fatalidade fdp.
Sem imagem de perfil

De Costa a 30.07.2017 às 17:24

Temos mais um avençado por aqui, parece. Eles fazem bem o seu trabalho - as esquerdas, honra lhes seja, levam sempre a peito a sua missão, mesmo a mais ignóbil; além de beneficiarem da desfaçatez de quem deixou a vergonha, o escrúpulo, o respeito pela verdade, no lixo, juntamente com a placenta, quando do nascimento - de desencorajar e vencer pelo cansaço.

Já que por estes dias prender a matar aos milhares (milhões; mais, bem mais, que o nazismo) é coisa complicada. Por cá.

E até ver.

Costa
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 20:02

Andam a patrulhar os blogues, na tentativa de intimidarem todos quantos criticam a ditadura venezuelana.
Se vivêssemos no tempo do Salazar seriam zelosos funcionários do SNI ou da Comissão de Censura.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 30.07.2017 às 21:47

Isto ou se concorda com tudo o que se lê ou então leva-se com o rótulo de avençado.
Já o Salazar dizia "quem não está comigo está contra mim".
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.07.2017 às 22:14

O Maduro é que diz isso.
Sem imagem de perfil

De Costa a 31.07.2017 às 08:09

"Isto ou se concorda com tudo o que se lê ou então leva-se com o rótulo de avençado".

Escrever isso por aqui é coisa de quem não conhece o blogue, dos seus autores aos seus comentadores, alguém que aterrou aqui ontem. Ou então, conhecendo-o, repugna-lhe a ideia de liberdade de opinião e cumpre com todo o zelo as ordens de atirar sobre tudo o que mexa (não o fazendo na direcção consagrada, claro): coisa de quem dirá ou escreverá o que lhe for mandado, sobre o que lhe for mandado, quando lhe for mandado.

Lembro-me, há uns anos já, de certo jornal diário que se anunciava - de forma reveladora - como "a verdade a que temos direito" (e essa "verdade" apenas, evidentemente) - e era transportado sob o braço dos fiéis leitores dobrado por forma a que sempre e ostensivamente fosse visível o seu nome. Espécie de senha entre orgulhosos eleitos.

Ou de marca, entre submissos. Ainda andam aí, esses submissos. Eles e os seus filhos.

Costa

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.08.2017 às 15:37

Este é dos submissos, meu caro. Dos que preferem "a mentira a que têm direito".

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D