Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delito de Opinião

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Jorge Assunção 15.09.2009

    "Quanto a nuestros hermanos , não se pode crer em tudo o que se lê. 60% das notas de 500€ andam por lá. De certeza que não será para comprar o jornal ou pagar o cortado."

    Também não é para comprar casas (eu colocava o link do artigo, mas não o encontro):

    "To put things in perspective, Spain now has as many unsold homes as the US, even though the US is about six times bigger. Spain is roughly 10% of the EU GDP, yet it accounted for 30% of all new homes built since 2000 in the EU. Most of the new homes were financed with capital from abroad, so Spain’s housing crisis is closely tied in with a financing crisis."

    Mas sabe que a questão da economia informal não é desconhecida por parte daqueles que analisam a situação espanhola. Como pode ler aqui (numa justificação acertada do porquê que a subida de impostos de Zapatero não é solução para nada):

    "Secondly, the biggest unspoken issue we are seeing in one economy after another is the retreat of a lot of activity back into the informal sector. So called economic “greying”. Just look what is happening to revenue in Italy. Again, we have seen this happening throughout the East. The contractions in the Baltics are nowhere near 20% in my view (although they are, of course, very large), people simply are declaring less and less. This is a problem the IMF are struggling with day in and day out in Latvia. But this whole process makes things very difficult for government finances, as we are seeing. More tax increases on the very rich and professional middle classes will be entirely unproductive as they will only accelerate this process."
  • Imagem de perfil

    Jorge Assunção 15.09.2009

    O link para onde é possível encontrar a segunda citação é este:

    http://fistfulofeuros.net/afoe/economics-country-briefings/raising-taxes-in-spain-is-not-a-solution/#comments
  • Sem imagem de perfil

    PR 15.09.2009

    Obrigado Jorge pelo link para o artigo.

    Claro que é sabida e mais do que sabida esta questão da economia informal. Portugal, Itália e Espanha sofrem desse mal (mais Espanha do que os outros dois se me lembro das últimas estatísticas que vi). A Rússia e outros países instituíram a flat rate tax de modo a tentar "converter" alguma economia informal.
    Pelo que se disse na altura, os resultados não foram maus de todo.
    Pode não ser a solução mas talvez, apenas talvez, se juntarmos a isto um aumento de severidade nas penas para casos de fraude fiscal e outros crimes económicos as coisas possam mudar um pouco.

    www.manualdapoupanca.com

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.