Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sem comentários

por Ana Margarida Craveiro, em 19.08.09

Dois agentes da PSP, agredidos na Amadora em 2004 quando estavam em serviço, não vão ser indemnizados por danos morais e físicos e foram obrigados a pagar as custas do processo porque os agressores, condenados em tribunal, apresentaram atestado de pobreza.

 

No Público.

 

(O único comentário seria a extrema vergonha que sinto por viver num país assim.)


13 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 19.08.2009 às 14:12

O mais espantoso é que os autores foram condenados. Apenas foram dispensados de pagar por falta de meios. Ora, que eu saiba (alguém pode confirmar, por favor?), o Estado tinha sempre um fundo específico para pagar o que os condenados em tribunal não pagavam às vítimas. Como é?
Imagem de perfil

De António de Almeida a 19.08.2009 às 14:20

Gostaria de perceber as propostas claras, sem evasivas do PSD em matéria de Justiça e segurança. Do PS já percebemos a intenção de libertar e desculpabilizar criminosos. Provavelmente estes até recebem do Estado RSI, enquanto os agentes têm de pagar custas judiciais. Brilhante o Estado socialista a que isto chegou...
Sem imagem de perfil

De Carlos Dias Ferreira a 19.08.2009 às 14:30

Ana:

Simplesmente execrável e é pouco para definir esta situação.
A isto o ministro Rui Pereira diz o quê? Nada como de costume.
Pagam as fardas, pagam as reparações nos automóveis aquando de acidentes mesmo que não tenham responsabilidade neles, só falta pagar as balas das armas será?
Enfim ficamos esclarecidos.
Porreiro, pá.
Imagem de perfil

De Ana Margarida Craveiro a 19.08.2009 às 15:12

atar-lhes uma guita, para as recuperar. pouco falta, até tendo em conta que cada bala disparada é acompanhada de relatório justificativo.
Imagem de perfil

De Carlos Barbosa de Oliveira a 19.08.2009 às 15:32


De repente, até fiquei a pensar que seria culpa do governo!
Depois, alguém teve a ambilidade de me esclarecer que o governo não se intromete em assuntos de justiça, pelo que qualquer tentativa sibilina de estabelecer essas conexões revela alguma desonestidade intelectual.
Imagem de perfil

De ariel a 19.08.2009 às 15:43

.... "tentativa sibilina"....

Carlos, hoje pode escrever o que quiser, que eu assino de cruz. :)))
Sem imagem de perfil

De tosilva a 19.08.2009 às 17:09

Esperemos.
Tem policias que torturam "suspeitos" e no fim recebem indemnizações pelas sevícias a que sujeitam os desgraçados.
Exemplo: Um polícia dá uma dúzia de socos a um infeliz e depois vai pedir uma indemnização porque tem a mão inchada.
Queremos uma polícia responsável e respeitada, não uma horda de jagunços encartados.
Há que ver o que aconteceu, analisar os factos e decidir depois.
Sem imagem de perfil

De Perguntador a 19.08.2009 às 21:10

Está a falar de quê?
Pensar custa muito, é?
Imagem de perfil

De José Gomes André a 19.08.2009 às 17:16

Absurdo. Deprimente. Lamentável.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 19.08.2009 às 19:50

Faço minhas as tuas palavras. Absurdo. Deprimente. Lamentável.
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 19.08.2009 às 18:23

A justiça tem a capacidade ainda de nos surpreender.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 19.08.2009 às 18:27

Que miséria. Desautoriza-se e ridiculariza-se a polícia todos os dias, e depois reclama-se quando ela faz falta e não está à altura.
Imagem de perfil

De jose-catarino a 19.08.2009 às 23:03

Trabalhos forçados. Eu próprio, muitas vezes, trabalho forçado para poder pagar as minhas contas.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D