Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O convite visto à lupa

por João Carvalho, em 31.07.09

A Ana Lourenço conseguiu ter, na SIC-Notícias, os dois protagonistas do caso do convite socialista a Joana Amaral Dias. Esta, no Jornal das 9, puxou daquele ar sobranceiro habitual para dizer que já tinha explicado tudo antes, que entendeu não falar mais e ir uma semana de férias e que a imprensa demorou muito tempo a procurar a verdade. Como é que isto se conjuga não sei, mas ouvi-a rejeitar qualquer contacto mais intimista ou baseado na amizade, porque só tinha estado com Paulo Campos uma vez e a proposta que este lhe lançou foi feita por telefone. Acrescentou ainda que não teve qualquer dúvida em recusar a ideia, por ter sido muito crítica em relação ao PS durante estes quatro anos e tal.

Depois, na hora seguinte, a Ana Lourenço chegou à fala com o secretário de Estado das Obras Públicas. É inenarrável a conversa que mantiveram, com Paulo Campos a referir-se a ele próprio na terceira pessoa, à jogador de futebol: «O Paulo Campos disse», «o Paulo Campos fez», «o Paulo Campos aconteceu»...

Foi um longo momento atabalhoado e quase me vi com pena dele. Foi quando decidi puxar da lupa e observar a historieta ao pormenor. Disse ele que falou com ela duas vezes: um telefonema inicial dele para saber se ela estaria disponível e um telefonema posterior dela para lhe dizer que não estava disponível.

Visto o caso assim à lupa, tirei duas conclusões. A primeira é que a Ana Lourenço merece ser felicitada pela pachorra para aguentar aquilo sem o mais pequeno ar de enfado ou ironia, excepto quando Campos, membro do governo, disse que nem sabia o que é o IDT (o Instituto da Droga e Toxicodependência).

A segunda conclusão tem mais peso em todo este embrulho. Joana Amaral Dias confirma que foi contactada, jura que nunca lhe passaria pela cabeça algo que não fosse declinar o convite e... foi por certo pensar para mais tarde ela própria telefonar e responder. Registe-se.

Tags:


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Um amigo a 01.08.2009 às 01:24

Qual o objectivo deste post? Vencer o concurso da "análise" mais adjectivante a discussão? No meu tempo, até no comentário livre, éramos curtos nos adjectivos e jamais iniciariamos uma peça sobre o ódio de estimação político da maneira como o fazes, referindo-te ao tal como alguém que "puxou daquele ar sobranceiro habitual". Parece-me feio.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D