Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Autárquicas (8)

por Pedro Correia, em 28.07.09

  

 

UMA MONUMENTAL ESTOPADA

 

Sintonizei a SIC para ver o debate entre António Costa e Pedro Santana Lopes, anunciado para as 21 horas. Às 20.52, no entanto, o debate já decorria: a SIC, que garantira o "exclusivo", chegou tarde à sua própria iniciativa, optando pela publicidade enquanto Santana começava a falar, em resposta a Clara de Sousa. Saltei para a SIC Notícias, evitando assim novas faltas de consideração do canal generalista pelos espectadores.

Segue um registo do que fui escutando - ou talvez não. Em dez andamentos.

 

20.52 / 20.57

"Debate capital", proclama a SIC com manifesto exagero. Os dois candidatos à Câmara Municipal de Lisboa (porquê só estes?) trocam uns galhardetes inócuos. Fala-se do passivo da câmara, das dívidas da câmara, de contabilidade.

 

20.57 / 21.02

Fala-se do passivo da câmara, das dívidas da câmara, de contabilidade. De obra, presente ou futura, nada.

 

21.02 / 21.07

Ainda o mesmo tema: dívidas, empréstimos, contas antigas, balancetes. Parece mais conversa de mercearia do que um debate político.

 

21.07 / 21.12

Às 21.10, Clara de Sousa conclui o óbvio: "Não chegam a acordo, temos que avançar." Mesmo assim, prossegue o desfiar de argumentos sobre contabilidade e facturas. Alguém ainda acompanhará o "debate capital"? Eu já tenho alguma dificuldade.

 

21.12 / 21.17

Só às 21.13 termina a enfastiante disputa sobre quem paga mais e melhor aos fornecedores do município. Costa e Lopes, quase tão sonolentos como eu, resvalam para outros temas. Mas ainda com as contas a reboque. "O seu candidato a vereador Sá Fernandes embargou o túnel. Sabe o prejuízo que isso fez à cidade?", questiona Santana. Por momentos, penso que alguém se enganou de ano - ou eu ou eles. Estaremos ainda em 2007?

 

21.17 / 21.22

"Sá Fernandes fez muito mal a Lisboa", insiste Santana.

"Passa a vida a queixar-se dos outros", reclama Costa.

Começo a interrogar-me muito a sério por que motivo a SIC decidiu organizar um "debate capital" excluindo candidatos de forças com implantação eleitoral e sociológica em Lisboa como o Partido Comunista e o Bloco de Esquerda.

 

21.22 / 21.27

Fala-se em voo rasante de questões que interessam realmente aos munícipes: aeroporto, os contentores de Alcântara, a terceira travessia rodoviária de Lisboa, a reabilitação urbana. Santana está verdadeiramente obcecado com o Zé que "fazia falta" aos socialistas: "Sá Fernandes planta girassóis e quer apanhar berbigão no Cais do Sodré."

Às 21.26, Clara de Sousa arrisca falar do trânsito. Costa proclama: "O grande desafio deste século são as alterações climáticas." Afundo-me no sofá com um largo bocejo.

 

21.27 / 21.32

Aprendi alguma coisa com António Costa: "Diariamente entram em Lisboa 400 mil carros." Deduzo, portanto, que será contra a nova ponte rodoviária já prometida pelo Governo. Mas ele nada diz sobre a matéria. Clara de Sousa nada lhe pergunta.

 

21.32 / 21.37

Quarenta minutos após ter começado o debate, a moderadora pede enfim desculpa aos telespectadores pelo facto de a SIC ter falhado o arranque da emissão, apenas disponível aos clientes da televisão por cabo.

 

21.37 / 21.43

O debate arrastou-se ainda por mais seis minutos, mas deixei de prestar atenção ao que Lopes e Costa diziam.

Conclusão: uma monumental estopada.


33 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 23:09

Ainda trocaram galhardetes sobre quem fazia obra emblemática, compadre. Realmente, não sei se é emblemática, mas confirmo que foi monumental. A estopada.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.07.2009 às 23:47

A obra mais emblemática da gestão PSD em Lisboa foi ter caído para 15% - mínimo histórico do partido. A obra mais emblrmática da gestão PS em Lisboa, com Costa ao leme, foi ter feito uma OPA com sucesso ao Zé, a preço de saldo, e à Lena, que lhe custou um pouco mais caro e traz encargos adicionais, como se verá.
De nada disto se falou neste debate, compadre. Para meu espanto, a jornalista que o conduzia foi incapaz sequer de aflorar um só tema que cheirasse a política.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 29.07.2009 às 00:00

Tens toda a razão. Como já disse abaixo, a Clara não modera, não pergunta e fé em Deus.
Imagem de perfil

De Carlos Barbosa de Oliveira a 29.07.2009 às 00:47

Creio que a principal causa da estopada foi a inépcia da Clara de Sousa. Se era para esclarecer os lisboetas, a única coisa clara, foi ficar a perceber que durante a campanha a discussão não será sobre Lisboa futura, mas do passado. depois admiram-se com a abstenção!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.07.2009 às 00:57

Também achei que CS não esteve à altura deste debate. Não faz qualquer sentido que mais de 20 minutos iniciais sejam gastos a falar de questões de tesouraria. Os lisboetas querem que se fale dos problemas concretos da cidade e querem ouvir as propostas para solucionar esses problemas. Não querem ouvir falar de questiúnculas passadas: querem saber que propostas os partidos lhes apresentam para o futuro.
A política esteve quase ausente deste debate entre dois políticos transformados em contabilistas. À SIC terá faltado explicar (o condicional deve-se apenas ao facto de não ter visto os dois minutos iniciais, como referi) por que motivo os candidatos do BE e do PCP não foram convidados.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 29.07.2009 às 01:10

Explicou coisa nenhuma, isso sim.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 28.07.2009 às 23:15

Foi morno. Cinzentão. Sem chama. Anda tudo a precisar de férias! E o que veio a seguir na SIC N também não ajudou nada. Há lá um senhor, o ACP (não confundir com agremiação ligada aos automóveis) que fala numa frequência tão estranha que quase não se ouve!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 23:20

António Costa Pinto consegue essa coisa extraordinária que é ter o dom da fala e falar calado. Se fosse rei, seria D. António, 'O Sussurro'.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 23:21

Agora temos Boaventura Sousa Santos. A SIC-Notícias esta noite está um pastelão.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 28.07.2009 às 23:24

A gravata metalizada é cor-de-céu! Contrasta com o castanho escuro da camisa que só visto. E, ainda assim, por comparação com outras vezes, acho-o sóbrio.(Não devia ter escrito isto pois não? Não estou para auto-censura. Se virem que tal, cortem daí! Também só desabafo, mais nada!)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 23:36

Realmente, o casaco de linho cru, a camisa castanha escura com riscas brancas e a gravatucha azul-cueca formam um conjunto de fraca ventura.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.07.2009 às 23:48

O professor Boaventura merece o Óscar de Pior Guarda-Roupa da TV portuguesa do último decénio e meio.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 29.07.2009 às 00:02

Há duas coisas incompreensíveis em televisão, que era suposto ser um meio que alia o som à imagem: o traje de Boaventura Sousa Santos e o sussurro de António Costa Pinto.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.07.2009 às 23:23

Ouvi o Luís Delgado dizer que PSL tinha ganho o debate com aquela previsibilidade que todos lhe reconhecemos. O ACP não consegui ouvir, pelos motivos já apontados, mas vi-lhe a cara excessivamente bronzeada: parecia ter adormecido hoje quando foi à praia. Devia ter mais cuidado com a exposição aos raios ultra-violetas.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 23:30

É ele com os ultra-violetas e o Luís Delgado com os infra-vermelhos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.07.2009 às 23:49

Os infra-vermelhos deviam ter estado representados no debate. O ultra-violeta apareceu só depois, entrevistado pela Ana Lourenço, que bate a Clara de Sousa aos pontos.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 29.07.2009 às 00:04

O que não é difícil. A Ana Lourenço merece melhor comparação, compadre. Hehehe...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.07.2009 às 00:10

Tens razão, compadre.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 29.07.2009 às 00:31

Uma é "Zidane", a outra "Pavon". certo?

Agora não sei o equivalente ao Pavon e quanto ao Ronaldo... que se aguente.

:))
Sem imagem de perfil

De mdsol a 28.07.2009 às 23:32

"O sussuro gutural"

:))
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 28.07.2009 às 23:17

Bom, o debate sobre as contas era inevitável. Era a principal acusação que pendia sobre Santana (a de que as tinha engordado para níveis que tornaram a CML ingovernável) e o principal resultado que Costa logrou alcançar (o de as por em ordem). Mas tens razão, foi demais. A Clara de Sousa devia, a partir de certa altura, ter impedido que essa discussão se prolongasse. Ficou muito por dizer.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 28.07.2009 às 23:21

Se calhar estou a ser injusta, mas a Clara de Sousa não me convence!

Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 23:24

Convence, sim. Convence os candidatos, sempre que os deixa gerir o tempo e não faz as perguntas.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 28.07.2009 às 23:27

Okay okay. Como não sou candidata!!!!! (para irritação da Leonor com quem simpatizo tanto, balhamedeus)

:))))))))
Sem imagem de perfil

De César a 28.07.2009 às 23:52

falta legenda na foto para se preceber quem é costa e quem é lopes .
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.07.2009 às 00:09

Nenhum deles é candidato autárquico, meu caro. São apenas dois espectadores que, tal como eu, ficaram naquele estado ao verem o debate. Um excelente sonífero, como se comprova. Espero que a SIC o vá repetindo nas próximas madrugadas.
Sem imagem de perfil

De Joana Lopes a 29.07.2009 às 01:04

Admiro-lhe a pachorra, Pedro! Deve ter sido dos piores debates que vi na Televisão!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.07.2009 às 01:10

É bem verdade, Joana. E no entanto até tinha alguma expectativa, o que me aumentou a frustração. Em regra, a minha intuição não me engana. Mas desta vez meteu folga...
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 29.07.2009 às 02:46

Olha que bom: não vi nem ouvi nada disso...
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 29.07.2009 às 11:56

Segui o debate e estiveram bons um para o outro: chatos, quezilentos e nada esclarecedores sobre os projectos de cada um deles para Lisboa.
Aqui tivemos mais um verdadeiro "empate técnico".
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 29.07.2009 às 12:12

Um debate a olhar para o passado com poucos "eu vou fazer isto..."
Sem imagem de perfil

De Gustavo Menezes a 29.07.2009 às 15:19

Para mim o debate foi mau (durante metade do tempo - a 2ª foi bem mais interessante e até teve momentos de verdadeira diferença entre capacidade de debate, e com os resultados que já se imaginavam), principalmente porque António Costa faz anti-jogo e não quer falar. Dá socos abaixo da cintura e entra em loop após 15 minutos, não tem ideias

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D