Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O silêncio de Joana

por Carlos Barbosa de Oliveira, em 28.07.09

Não me custa nada acreditar que Joana Amaral Dias tenha sido convidada (ou sondada) para integrar as listas do PS. Acredito, até, na história da oferta de um instituto público para ela se entreter. Não reajo, no entanto, como virgem ofendida, indignado com o convite.
É falta de ética? Sem dúvida, mas isso é surpresa para alguém que tenha acompanhado a vida política portuguesa na última década? 
Convém também lembrar que Joana Amaral Dias se pôs a jeito. Ao aceitar ser mandatária de Mário Soares, rejeitando o apoio ao candidato do BE, JAD deu sinais inequívocos de que estava a caducar o prazo de validade do seu apoio ao BE. Daí que acredite que alguém a tenha convidado, convencido de que “uma palavrinha ao Sócrates” resolveria o assunto. Quem o fez, enganou-se.
Também acredito  em Sócrates quando diz que nem ele, nem as pessoas a quem competia  fazer as listas,  a convidaram, ou pediram a alguém para a convidar.
A questão é, no entanto, demasiado séria para cair no esquecimento. É imperioso que JAD diga quem a convidou, para se ficar a saber quem está a mentir. (Se é que alguém está a mentir  e eu acredito que não.) Com a mesma ligeireza com que  anunciou  à comunicação social o convite, JAD devia dizer quem a convidou. Não o fazendo, fico com a impressão de que JAD terá tentado, através da comunicação social, exercer  pressão  para que o convite viesse a ser confirmado. Refugiar-se no silêncio não é digno.
Este episódio, porém, terá consequências. O prazo de validade de JAD no BE expirou. Como muitos outros, que estão no BE apenas à espera de um convite para ocupar um lugar na agência de empregos do Centrão, JAD  terá pensado que tinha chegado a sua hora. Ainda não foi desta. ..
Resta saber (ou não…) quem mais vai sair chamuscado desta novela de (maus) costumes.

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 18:26

Não posso estar mais de acordo, Carlos.

Quando ouço o porta-voz do PS dizer, com imensa precisão, que Sócrates não a convidou, o que ele está a afirmar é exactamente isso e não mais ou menos do que isso: Sócrates não a convidou.

Alguém a convidou, por certo. Ou não? É o que continua por esclarecer. E a Joana não sai bem desta história, porque já perde por tardar. Será bom não esquecer isto.
Imagem de perfil

De Carlos Barbosa de Oliveira a 28.07.2009 às 18:29

e nós temos uma leve suspeita de quem terá partido o convite, não é, João? Se estiver certo, a história vai cair no esquecimento. será mais uma nódoa neste arremedo de democracia em que vivemos.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 18:33

Pois temos uma leve suspeita e pois vai cair no esquecimento. Convém, ao menos, não esquecermos isto.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 28.07.2009 às 18:56

"JAD terá pensado que tinha chegado a sua hora. Ainda não foi desta. .."

Se o fez revela uma falta de senso comum notável...
Sem imagem de perfil

De António P. Castro a 28.07.2009 às 20:37

Conviria, talvez, pedir a opinião do dr. Soares sobre o assunto...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 20:49

Não deve ser muito favorável, pelo resultado então obtido.
Sem imagem de perfil

De António P. Castro a 28.07.2009 às 21:03

Estava a referir-me, concretamente, a este "caso Joana", salvo seja, meu caro.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.07.2009 às 21:50

Claro. Por isso é que eu corri o risco de responder que a opinião do dr. Soares sobre mais um eventual 'aproche' da Joana ao PS não deve ser muito favorável, atendendo ao resultado que ele então obteve.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.07.2009 às 21:43

De facto, o silêncio da queixosa/visada é inaceitável. JAD tem a estrita obrigação política e ética de dizer sem subterfúgios tudo quanto aconteceu.
Sem imagem de perfil

De Amêijoa Fresca a 28.07.2009 às 22:17

O silêncio ensurdecedor
de uma ópera silenciada,
num negócio revelador
de gentalha depreciada.

Com prazos de validade
desgastados e expirados,
a fedorenta prolixidade
de políticos dessorados!
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.07.2009 às 00:28

É lamentável. Apesar de não concordar com muito do que Sócrates faz acho que está a ser feito um aproveitameto exarcebado deste caso. Acredito que infelizmente seja prática corrente e que extrapole o Partido Socialista. Não há ingénuos em política. Para esclarecer o que se passou na realidade JAD devia falar.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 29.07.2009 às 11:08

Parece-me que há um erro nesta teoria:

"Com a mesma ligeireza com que anunciou à comunicação social o convite, JAD devia dizer quem a convidou."

Não foi JAD quem anunciou à comunicação social, foi Louçã.

Ora, pode então ser que Louçã tenha anunciado à comunicação social algo que JAD lhe disse, mas que não autorizou que ele anunciasse.

Pode também (mais verosímil) acontecer que JAD tenha contado o convite a alguém seu amigo, e que esse alguém, sem o conhecimento de JAD, tenha depois contado a coisa a Louçã, tendo este decidido divulgar o convite à comunicação social sem primeiro ter falado com JAD para confirmar. Como JAD deve estar de relações cortadas com Louçã, esta hipótese parece-me a mais provável.

Em suma: JAD pode estar completamente inocente. Ela foi convidada, contou isso a alguém, esse alguém deu com a língua nos dentes perante Louçã, e Louçã decidiu aproveitar politicamente a coisa. JAD estará a esta hora totalmente lixada. Ela não pode vir desmentir a coisa, mas também não tem vontade nenhuma de a confirmar, uma vez que o assunto não foi divulgado por sua iniciativa e desejo.

A minha teoria (que não é mais do que isso) é que o mau da fita neste caso é Louçã, que divulgou à comunicação social algo que não tinha autorização para divulgar. JAD não tem culpa e, coitada, põe-se incomunicável (o que certamente será incómodo para ela) paa não ter que desmascarar Louçã.
Imagem de perfil

De João Pedro a 29.07.2009 às 17:18

Uma teoria bastante pertinente, aliás. Se JAD não o disse em público, como e porque é que Louçã veio alardear isso?

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D