Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Manobra de dissuasão

por Paulo Gorjão, em 26.07.09

Joana Amaral Dias poderia ter sido convidada pelo PS, recusar o convite e encerrar o assunto em privado e em silêncio. Entendeu, por razões que não interessa para o caso, comunicar o sucedido a Francisco Louçã. Este, por sua vez, poderia ter ficado a saber do sucedido e nada dizer em público. Entendeu, todavia, criar um caso político. E é aqui que o caso se torna interessante: por que motivo Louçã decidiu amplificar e dar um impacto político ao convite?

Dissuasão, pura e dura. Louçã entendeu responder de forma desproporcional, de modo a incutir um custo, ou a expectativa de um custo, de tal forma elevado que obrigue o PS a pensar duas vezes antes de voltar a abordar alguém do BE.

Ironicamente, a reacção de Louçã revela também fraqueza. Algo surpreendentemente ficámos a saber que o líder do BE receia as investidas do PS nas suas águas. Louçã receia eventuais deserções nas fileiras. Quem diria?

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Daniel a 26.07.2009 às 22:07

Eventuais não; já foram imensas as deserções. Cada vez se nota mais que o BE se transformou numa escola do PS. Por todo o país há cabeças de lista do BE a intergrar as listas do PS.
Sem imagem de perfil

De PDuarte a 26.07.2009 às 22:20

quem é que me diz a mim que a estória é mesmo assim
Sem imagem de perfil

De Amêijoa Fresca a 26.07.2009 às 22:23

Há muitas presidências
para serem prometidas,
são tantas indecências
de políticas incontidas.

Com esta fartura,
é pegar ou largar,
a falta de cultura
para assim pagar.

É tamanha a podridão
desta promiscuidade,
levando à devassidão,
densa de imoralidade.

Parece tudo valer
para uns votos ganhar,
a rosa a desvanecer
e o Poder a definhar.
Sem imagem de perfil

De Amêijoa Fresca a 26.07.2009 às 22:47

Epílogo:

Na novela de desmentidos
nem sempre esclarecedores,
surgem políticos metidos,
falsamente iluminadores.

Assim se faz política
do género miserável,
a cultura monolítica
ignóbil e deplorável!
Sem imagem de perfil

De Zé a 26.07.2009 às 23:01

1 - Sá Fernandes
2 - Joana Amaral Dias
3 - António Chora
4 - Miguel Vale de Almeida

Não vai parar aqui.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 26.07.2009 às 23:26

Muito bem visto. Eu pensei que o recado de Louçã era para Joana Amaral Dias, impedindo-a de pensar duas vezes depois do estardalhaço que fez à volta do convite e da recusa. Mas... um recado para o PS? Sim, é lógico.
Sem imagem de perfil

De Bruno - Planetas a 27.07.2009 às 00:40


O Futuro do nosso país depende do esclarecimento da Joana, de saber se foi ou não convidada. Eu não tinha, nem tenho, nenhum problema em a convidar, o problema é que ela muito provavelmente não aceitaria o meu convite, enfim...
http://planetaspolitik.blogspot.com/2009/07/joaninha-voa-voaque-o-louca-ja-esta-toa.html
Sem imagem de perfil

De Sara a 27.07.2009 às 02:01

Acho que é só uma questão de valorização. "Vejam, somos tão bons que o PS nos quer roubar os nossos promissores talentos". A política e o campeonato português de futebol têm cada vez mais semelhanças...
Sem imagem de perfil

De Chloé a 27.07.2009 às 03:26

Bem visto.
Sem imagem de perfil

De Honestidade a 02.08.2009 às 18:09

Por muito que lhe custe, o que Francisco Louçã mostrou, foi honestidade, valor que lhe falta a si e a José Sócrates. O que Louçã contestou foi sobretudo a oferta de um lugar de Direcção na Administração Pública, como pagamento pela "transferência" . Num país democrático e com um sistema judicial a funcionar minimamente, seguramente que tal não ocorria, porque seria devidamente sancionado.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D