Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os órfãos de Brejnev e os aiatolás

por Pedro Correia, em 01.07.09

 

Teerão é hoje, como nunca, uma cidade amordaçada, à mercê das tenebrosas milícias bassidji do tirânico regime islâmico cada vez mais divorciado da realidade, cada vez mais repressor. Desde a fraudulenta eleição de 12 de Junho, contestada até por sectores da nomenclatura clerical, a ditadura teocrática mandou prender centenas de opositores - políticos, jornalistas, estudantes - e proíbe agora todas as manifestações de protesto. Com a complacência (e até o aplauso) de uma direita europeia que aprecia regimes 'fortes' (e anti-Israel) e uma esquerda que apoia as mais desprezíveis tiranias desde que tragam o selo anti-EUA.

"Prometeram-nos a liberdade, mas quem disser uma palavra vai parar à prisão. Quanto à república islâmica, a palavra república compreende as noções de democracia e de liberdade. Onde estão elas?" Este sombrio diagnóstico não foi feito por um falcão de Washington, mas pelo aiatolá Hossein Ali Montazeri, uma das figuras mais prestigiadas da elite religiosa do Irão, em declarações hoje transcritas pelo Le Monde.

Outros dirigentes religiosos, citados pelo mesmo jornal, não escondem críticas ao regime ilegítimo de Teerão, tornado ainda mais ilegítimo pela fraude eleitoral nas presidenciais. Como o aiatolá Golpayegani, que se insurge contra a "grande mentira [actual] que atenta contra os próprios fundamentos do islão".

Le Monde chega mesmo a titular em manchete: "Os aiatolás contra Ahmadinejad". Isto enquanto alguns, por cá, continuam a defender e justificar a corrupção política vigente na chamada 'República Islâmica' do Irão, que perverte em simultâneo os ideais islâmicos e o próprio conceito de república. Com a mesma lógica que usaram para aplaudir cegamente as ditaduras comunistas da Europa de Leste no tempo da Guerra Fria: tudo quanto merecia reprovação dos Estados Unidos justificava o aplauso pró-soviético. Estes órfãos de Brejnev ainda não perceberam que esse mundo acabou há exactamente 20 anos e nunca mais regressará.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Fernando Simões a 02.07.2009 às 07:20

Já agora P.C . porque não divulga, também, o artigo publicado no "Avante" nº 1855 de 18/6 na secção internacional com o título: "Povo Contesta regime e exige democracia".

A honestidade intelectual impõe, quando se aborda uma assunto que se tomem em conta todos os dados. Não concorda?

Outra questão e interessante, será reflectir acerca da aparente mudança de posição do "Avante" de uma para outra semana.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.07.2009 às 10:55

Diz-me que a honestidade intelectual impõe que se tomem em conta todos os dados: não posso estar mais de acordo. Mas uma notícia sobre o Irão intitulada ''Povo contesta regime e exige democracia' parece-me tão normal, neste contexto, que nem justifica comentário: na mesma ocasião, foram publicadas milhares e milhares de notícias destas em jornais de todo o mundo, das mais diversas tendências. O que suscita perplexidade é a peça - posterior - que cito no meu texto. Essa pista que aqui lança deixa-me verdadeiramente intrigado. O que terá acontecido? Matéria para investigar.
Sem imagem de perfil

De Fernando Simões a 02.07.2009 às 12:00

Mantenho o repto.
Divulgue o artigo em causa.
O título é só um aperitivo. O conteúdo vai muito além das "banalidades" que você insinua.
Nele são divulgadas, essencialmente as posições do partido "Tudeh" (sabe o que é?). Vou adiantar-lhe um "cheirinho": «Na segunda feira, a oposição convocou para a Praça Azadi (liberdade) e para a frente do edifício-sede da milícia fundamentalista uma nova manifestação popular. Musavi - ex-primeiro ministro e ex-ministro dos negócios estrangeiros, que conseguiu reunir à sua volta muitas das figuras do anterior governo liderado por Khatami, um «crítico interno» como o considera o Tudeh (isto apesar do partido ter apelado ao voto nos candidatos reformistas não como apoio ao seu projecto político mas como rejeição da direita reaccionária no poder) procurou capitalizar a seu favor a mobilização de milhares de pessoas».
Continua a achar que não tem interesse para contribuir, de forma séria, para o debate político que você iniciou com a divulgação dos outros artigos?
É fácil de encontrar basta ir ao "Avante" ou pesquisar no "Google".

No fundo a questão mantém-se : honestidade intelectual. Faz falta.
Sem imagem de perfil

De Daniel a 02.07.2009 às 16:19

Claro, esse já não merece comentário, mesmo sabendo que a omissão desse facto iria induzir em erro os leitores, que de outra forma pensariam que o PCP estaria a defender o regime iraniano. Acho essa omissão inaceitável.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.07.2009 às 17:57

Já que está tão interessado em comentar, que tal comentar o artigo do 'Avante!' que cito no meu texto, intitulado «Irão acusa imperialistas de ingerência»? Parece-lhe bem? Subscreve? Aplaude?
Sem imagem de perfil

De Fernando Simões a 02.07.2009 às 19:38

Insisto no desafio: divulgue-os todos.
Só dessa forma se pode honestamente discutir a questão política subjacente, incluindo o que parece constituir uma interessante contradicção revelada pelo "Avante".
Esconder uns e mostrar outros cheira um bocado a "socratismo".
Não acha?

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D