Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Primeiro de Dezembro, dia da vergonha.

por Luís Menezes Leitão, em 01.12.13

 

Considero uma verdadeira vergonha nacional que o dia da Restauração da Independência tenha deixado de ser comemorado no nosso país. Os nossos governantes, que põem a bandeirinha de Portugal na lapela, mostram-se afinal absolutamente incapazes de respeitar o legado que lhes deixaram todos aqueles que deram o seu sangue para que Portugal continuasse a ser um país independente. O Dia da Independência é hoje em 2013 um dia da vergonha. Vergonha que só acabará quando esta gente for toda para casa e seja revogado o infame diploma de extinção dos feriados que insultou assim os símbolos nacionais.


11 comentários

Sem imagem de perfil

De coerência a 01.12.2013 às 14:54

Tem toda a razão! Bandeirinha de país independente(?!) na lapela e extinção do feriado relativo à recuperação da independência.
Sem imagem de perfil

De Vasco a 02.12.2013 às 10:43

Mais coerência: a bandeirinha da lapela não é a bandeira de Portugal, é a bandeira pindérica da República.
Sem imagem de perfil

De J.Silva a 01.12.2013 às 19:16

Subscrevo. Infelizmente a realidade é esta. E com estes "patriotas" mistifório de eunucos e incompetentes que hoje dominam os areópagos do poder) vai ser muito difícil sair dela...
Sem imagem de perfil

De J.Silva a 01.12.2013 às 22:19

Já fiz um comentário. Cumpre-me dizer que, com a devida vénia, bloguei o texto.
Sem imagem de perfil

De AEfetivamente a 01.12.2013 às 22:25

Parabéns :) ( E é isso mesmo que diz.)
Sem imagem de perfil

De Vento a 01.12.2013 às 23:35

Aqui tem o contraste com um país que não se resigna a ser ocupado e a perder a independência:

http://noticias.sapo.pt/internacional/artigo/islandia-corta-ate-24-000-euros-nas-hipotecas-de-cada-familia-com-emprestimos-a-habitacao_16996657.html
Sem imagem de perfil

De Maria Ana a 02.12.2013 às 00:45

Bem haja Luís Meneses Leitão, pelo texto que escreveu que subscrevo na íntegra.
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 02.12.2013 às 07:11

Apoiado, Luís.
Não ficou nada por dizer.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 02.12.2013 às 15:38

Isso mesmo, Luís. Acabei de dizer isso num comentário lá em cima, ainda não tinha lido o teu post.
Imagem de perfil

De cristof a 03.12.2013 às 16:01

não doi essa a intençãodos des-govreno mas fez-se justiça. O patife que em 1640 nos arrastou para fora da Iberia devia arder no inferno dos remorsos eternos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.12.2013 às 17:21

lamento por todos nós que hoje sob o jugo da troika/alemão/europeu/ou outra coisa qualquer....talvez a denominação »iluminatti» vous diga alguma coisa...rsrsrs

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D