Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Europeias (41)

por Pedro Correia, em 03.06.09

PSD: O REFERENDO DEBAIXO DO TAPETE

 

Li o programa do Partido Social Democrata às eleições europeias.

 

Principais propostas:

- Incentivo às pequenas e médias empresas

- Definição de políticas comuns, na UE, em matéria de asilo, vistos e imigração

- Investimento nas energias alternativas

- Combate à corrupção

- Combate à incompetência e ao desperdício dos fundos estruturais

- Simplificação dos procedimentos nos programas europeus, com a criação da Rede Autarquias Europa

- Criação do Erasmus-Emprego, para incentivar a mobilidade no primeiro emprego

- Apoio à recondução de Durão Barroso como presidente da Comissão Europeia

- Defesa intransigente do Tratado de Lisboa

 

Comentários:

- Demasiadas generalidades e vacuidades.

- Nem uma palavra sobre a actividade exercida pelos eurodeputados sociais-democratas na legislatura cessante, aliás quase todos afastados desta lista eleitoral. Isto legitima a interrogação dos eleitores: o que andaram a fazer por lá?

- Nem uma palavra sobre o referendo europeu, como aliás já se previa. O PSD deixa assim cair uma das suas bandeiras programáticas de referência, que desde os tempos fundadores, de Francisco Sá Carneiro, distinguiam este partido do PS.

- Nem uma palavra sobre a possível adesão da Turquia à UE, outro tema incómodo varrido para debaixo do tapete. Significativamente.

- Registe-se o apoio sem reservas ao Tratado de Lisboa, coincidindo com a posição oficial dos socialistas.

- Apenas uma boa proposta: a criação do Erasmus-Emprego. Insuficiente para um partido com a vocação 'reformista' e o protagonismo do PSD.

- Detesto a expressão 'capital humano'. E, por maioria de razão, a frase "Apostamos no investimento no capital humano", usada pelo PSD neste programa tão vazio de ideias. As pessoas não são 'capital humano'. Nenhum social-democrata digno desta herança política devia pronunciar-se assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Sem imagem de perfil

De Chloé a 04.06.2009 às 18:20

Pedro Correia, mas sabe se todos estavam pelos ajustes?
E não acha que a renovação é de aplaudir?
Não estamos sempre a dizer que as caras são sempre as mesmas?
Acha que só porque se fez um bom trabalho durante anos, as pessoas se devem eternizar, como se fosse cargos vitalícios?
Quanto ao Carlos Coelho, faz todo o sentido que continue, é um sénior (novo) com uma capacidade de trabalho notável.
Quanto aos restantes, pessoalmente, tenho todo o apreço por João de Deus Pinheiro, Silva Peneda, Vasco Graça Moura, etc , mas não tenho dúvidas de que são demasiado veteranos. É preciso renovar e dar espaço a quem exercer a missão igualmente bem e com mais frescura.
O PE não é propriamente uma reforma, um prémio de carreira ou, muito menos ainda, um prémio de consolação. É um lugar que exige muita preparação mas sobretudo deveria exigir muito trabalho árduo.
Sabe o que é que me parece?
Que se o PSD insistisse em castings repetidos o defeito passaria a ser esse.
Haja Deus!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.06.2009 às 19:00

Concordo consigo: sou defensor da rotação de titulares nos lugares políticos electivos. Detesto, por exemplo, a perpetuação dos cabeças de lista - Ilda Figueiredo lidera a lista da CDU pela terceira vez, por exemplo. Mas foi a própria Chloé quem sublinhou que "o PSD tem feito um bom trabalho no PE". Com esse pressuposto, percebe-se mal uma alteração tão drástica. Só Carlos Coelho mereceria mesmo ser reconduzido na lista eleitoral laranja?
Sem imagem de perfil

De Chloé a 04.06.2009 às 19:23

Ora, ora, como é que pode perceber-se mal?
Então, no seu caso, vejamos: - também faz depender a (sua) regra saudável da rotatividade do bom ou mau desempenho dos titulares em final de exercício?
Ou será que mesmo assim continua a perceber-se mal o que eu quis dizer?
A resposta está nas suas próprias palavras: o PSD (força política) tem feito um bom trabalho no PE.
- Não era sobre o PSD que falava na apreciação do seu post?
Se calhar não, era mesmo das pessoas em causa.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.06.2009 às 19:39

Vejamos, Chloé: os partidos não são abstracções. Funcionam bem ou mal dependendo das pessoas concretas que os protagonizam em dado momento. Foi isso que eu quis dizer. Só isso.
Sem imagem de perfil

De Chloé a 05.06.2009 às 01:18

Ora aí está. Chegámos justamente onde eu queria :-)
É das pessoas que o Pedro fala no seu post - e aliás noutros sobre o PSD- sob o pálio da tal abstracção da sigla partidária.
Percebe-se muito bem, mas ao menos podia dizer, já agora...
Eu digo, digo sempre : gosto exactamente "do PSD destas pessoas que constam da lista", que, no caso restrito do PE, em nada traem o perfil de políticos em quem eu confio (aquilo que é confiável).
Faz falta essa transparência quando se fala, pró ou contra, sobre o PSD dos tempos actuais, não acha?
É.
Eu, francamente, também não gosto nada mas é do "outro" PSD. O dos podres, o dos servicinhos e dos videirinhos. O da mediocridade confrangedora.

PS- E já agora, como voltei entretanto ao bolo com velas, onde tinha caído ainda em fase pré-desvendamento do mistério, aqui ficam os meus parabéns :-) Boa vida, bons afectos, bons livros e, claro, bons posts no Delito!

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D