Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Livros de cabeceira (1)

por Patrícia Reis, em 20.10.13

 

Diz um jornal italiano que este livro é escrito de forma "forte, complexa e obsessiva, como Saramago". Isso não sei, nem me importa muito tecer considerações sobre tal. O certo é que este livro que estou a reler, além de ter ganho o Prémio União Europeia da Literatura (2010), autoria de Goce Smilevski, é bem escrito, intrigante e dá uma outra perspectiva sobre Freud, a família, o tempo da guerra.

Na contracapa lê-se: Terá sido Sigmund Freud responsável pela morte da irmã num campo de concentração?

Não é um livro sobre um campo de concentração, antes uma história sobre uma mulher que não ficou para a História. E, sim, Freud podia tê-la levado para longe de Viena e do nazismo - estamos em 1938 - mas das 16 pessoas autorizadas preteriu a irmã e levou o cão. Goce Smilevski , o autor, nasceu em 1957, a actual Macedónia, estudou em Praga e na Universidade de Skopje, onde trabalha no Instituto de Literatura. É autor de vários romances e peças de teatro. A ler.


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria a 20.10.2013 às 21:01

Vou aceitar a sua opinião e vou lê-lo. Já agora, um óptimo livro para quem quer ficar na história: A IMORTALIDADE de Milan Kundera
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 20.10.2013 às 22:49

Ó Patrícia sempre tive imensas dúvidas sobre o "carácter"do personagem. Esta preferência, agora relembrada, voltou a dar-me volta ao estômago...
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 21.10.2013 às 00:22

:) como te compreendo, querida. beijo
Imagem de perfil

De Joana Nave a 21.10.2013 às 09:11

Não fazia ideia... Fiquei com vontade de ler, mais um para a lista interminável. Obrigada por esta partilha.
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 21.10.2013 às 10:13

Maria, a Imortalidade é um dos meus livros de sempre e acho que Milan Kundera deveria ser mais lido e divulgado. Parece que teve um auge e, depois, desapareceu. Mas os livros estão aí. Boa semana
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 21.10.2013 às 10:20

A imortalidade parece-me dos livros mais fraquinhos de Kundera. É um livro em que ele nos aparece finalmente totalmente imerso no universo intelectualmente fútil da França.
Livros como O riso e o esquecimento ou A valsa do adeus são muito melhores.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 21.10.2013 às 10:22

É deveras ridículo culpar Freud por uma morte num campo de concentração, quando no tempo de Freud os judeus ainda não eram sistematicamente assassinados em campos de concentração. Ademais, é mais que sabido que Freud nem sequer queria fugir da Áustria, tiveram quase que arrastá-lo, pois ele não estava convicto de que houvesse perigo para ele.
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 21.10.2013 às 14:52

Opiniões, Luís, certo? Eu gosto dos livros do Kundera, em geral. Os escritores não são regulares e há gostos e identificações que muitos têm com o livro A que não têm com o livro B. Boa semana:)
Sem imagem de perfil

De Cristina Torrão a 21.10.2013 às 18:57

Não percebo a frase: «mas das 16 pessoas autorizadas preteriu a irmã e levou o cão». Ele levou 15 pessoas mais o cão? Ou foi uma de 16 pessoas autorizadas a levar alguém consigo?
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 21.10.2013 às 19:58

Cristina, tinha autorização para levar consigo 16 pessoas, em vez de levar 16, levou e o cão. Seja com for, é um livro, é ficção, mesmo que tenha uma base histórica. Eu gostei do livro, a ideia desta série colectiva é isso: dizer os livros estão connosco de momento. Espero que, caso venha a ler, goste também. Uma boa semana:)
Sem imagem de perfil

De Cristina Torrão a 22.10.2013 às 12:06

Não levou pessoas nenhumas e levou o cão? Intrigante, sem dúvida. Mas a Patrícia diz que é ficção...

De qualquer maneira, fiquei curiosa, sim.
Respeito muito Freud, porque respeito todos aqueles que se dedicam a uma profissão muito ingrata, que é tentar reparar danos causados por outrém, numa tentativa de fazer as pessoas mais felizes. Nem todos são bons profissionais, nem todos os bons são bem sucedidos. E é verdade que em nome da Psiquiatria/Psicologia já se deram muitos crimes. Mas o mesmo se pode dizer para a Medicina...
Freud teria muitos defeitos, mas foi o primeiro a procurar bases científicas para algo que, na época, era considerado, na versão mais inofensiva, exótico, de qualquer maneira, sem solução. Quando criticamos hoje as clínicas psiquiátricas e os seus profissionais, esquecemo-nos que, antes de Freud, as pessoas com problemas desse tipo eram mesmo tratadas como animais, postas em jaulas, escondidas, torturadas e desprezadas.
Conhece a cena final do filme "Amadeus"?
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 22.10.2013 às 16:54

Sim, Cristina, lembro-me bem:) Freud levou 15 pessoas e o cão. É uma personagem importante na História, não haja dúvidas, por isso gostei do livro. Boa semana
Sem imagem de perfil

De Cristina Torrão a 22.10.2013 às 18:14

Depois de escolher 15 pessoas, recusou a irmã?
Interessante, sem dúvida. Os ódios (ou as indiferenças) que se criam numa família! É um tema que me fascina.
Obrigada, boa semana também para si :)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.10.2013 às 23:13

Começa bem, esta nossa série colectiva. Com uma boa sugestão de leitura.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D