Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilusões

por Joana Nave, em 15.09.13

A ilusão é uma forma de ver as coisas que nos rodeiam ou de entender certos pensamentos que nos assaltam. Somos ilusionistas por natureza, atribuímos características humanas a seres inanimados, apenas porque os sentimos como reais e queremos dar-lhes vida no nosso mundo ilusório.

Ao contrário do que se possa pensar, a ilusão não nos impede de viver, mas impulsiona-nos a ir mais longe. Porque nos deixamos iludir, somos capazes de ir em frente, de desbravar caminhos inóspitos, de entregar as amarras do nosso destino a quem prometa libertar-nos. Somos, afinal, verdadeiros mestres da ilusão e percorremos o mundo na esperança de nos reencontrarmos, como se não conseguimos fazê-lo de outra forma. Por isso, olhar para dentro é tão difícil que só os outros nos podem mostrar a vida como num espelho, onde estão reflectidas as mágoas, dúvidas e angústias várias. O medo, o grande medo que temos da sombra que nos persegue ao longo de toda a nossa existência, e que nos sufoca por estar sempre presente, nos bons e nos maus momentos.

A ilusão bate sempre à porta, mas quase nunca a deixamos do lado de fora, convidamo-la a entrar como se de uma ilustre visita se tratasse. Damos-lhe o melhor lugar na nossa mesa, servimos vinho de reserva em copos de cristal e convidamo-la a ficar connosco. Se assim não fosse, como seria possível que tantos de nós ficássemos desiludidos quando a vemos partir?


6 comentários

Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 15.09.2013 às 21:30

Joana gostei deste teu post e, confesso-te, nunca tinha pensado na "ilusão" por esse prisma tão positivo. Helas!
Imagem de perfil

De Joana Nave a 15.09.2013 às 23:12

Obrigada Helena. Do pouco que sei da vida, os resultados são melhores quando tentamos ver o lado positivo que todas as coisas, invariavelmente, têm.
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 16.09.2013 às 00:24

Bom texto, Joana. Eu faço por não ter expectativas, as expectativas em excesso é que arruinam a minha existência, por isso vou nivelando por baixo e depois não sofro com a desilusão de ter imaginado em excesso (defeito meu que tenho combater há anos, com poucos resultados, diga-se, mas tento...) Se não tivermos a capacidade da ilusão, perdemos a possibilidade de sonhar e nada seria mais triste do que isso, pois não? Beijo, boa semana
Imagem de perfil

De Joana Nave a 16.09.2013 às 22:46

As expectativas arruinam a nossa existência, mas sonhar é o que nos faz levantar da cama todos os dias... ;-)
Sem imagem de perfil

De da Maia a 16.09.2013 às 12:45

A realidade é a ilusão que acordámos e em que acordamos.
As ilusões que ficaram fora do acordo colectivo são os sonhos individuais.
Imagem de perfil

De Joana Nave a 16.09.2013 às 22:47

É uma grande ilusão, esta que nos move colectivamente.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D