Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Coveiros

por João André, em 08.08.13

E Portugal continua a insistir em demonstrar que pior é sempre possível. Depois de um governo de Socrates, que fazia da manipulação da mensagem (não era exactamente mentira mas cheirava-a e ocasionalmente usava-a) a sua política, chefiada por um bando de incompetentes apostados em fazer pela sua vidinha, chegou o governo de alguém que tem Passos Coelho como testa de ferro. Este não só tem gente incompetente como nem sequer sabem fazer pela sua vidinha, antes fazem pela vidinha dos seus chefes.

 

Não nos iludamos. Sócrates sabia fazer uma coisa bem: manipular a mensagem. Passos Coelho repete os vícios em pior (mente, é incompetente ao dobro e rodeia-se de gente pior, é autoritário ao triplo, etc) mas nem sequer sabe manipular a mensagem (era função de Relvas).

 

Como ouço dizer muitas vezes, não se julgue que batemos no fundo. Arranja-se sempre uma pá.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Bento Norte a 08.08.2013 às 10:27

Eu só aponto 3 pecados fatais a Passos. Ter chumbado o pec 4, não ser aldrabão e rodear-se de gente incapaz.
Imagem de perfil

De João André a 08.08.2013 às 12:50

Chumbar o PEC4 não teria feito diferença. Teríamos um memorando chamado PEC4 ou PEC5 ou outra coisa qualquer. Em termos práticos seria tudo a mesma coisa.
Concordo que está rodeado de gente incapaz. A começar por ele próprio.
Não ser aldrabão? A sério? Ou Passos Coelho é ainda mais incompetente do que parece (isso seria difícil de acreditar) ou então é mesmo aldrabão. Não há outra volta a dar.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D