Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A silly season

por Helena Sacadura Cabral, em 31.07.13


Nesta época do ano era habitual o país entrar em notícias rendilhadas, ou seja, falava-se de tudo menos do que seria importante. Os interesses centravam-se nos amores recentes, nas trocas dos antigos, nos vestidos e penteados, nas festas daqui, dali e d'alem mar, enfim abordavam-se toda a espécie de trivialidades. E era muito descansativo!

Agora, tudo isso se perdeu sob o manto diáfano da seriedade e do rigor. Já não há silly season. Quando muito, teremos que nos contentar com as notícias da Lux ou da Caras, dado que a Hola, com os problemas internos da Espanha, perdeu muito do seu fulgor. Mas mesmo as referidas nacionais, a que com alguma boa vontade se poderão acrescentar a Vip ou a Flash, mesmo essas, não conseguem dar conta do serviço por falta de material.

Exceptuando o Cristiano e a Irina que ainda despertam os portugueses da letargia em que vivem, o que é certo é que já não há jardins da Parada ou betinhos que nos valham. A globalização fez desaparecer o beautiful people e, os resquícios que ainda subsistem, não dão para mais de duas páginas com fotos e texto escassos.

A crise é, nos nossos dias, pasme-se, o tema central das revistas cor de rosa que assim se tingem de um cinzento outonal. Que pena. Que falta nos fazem aqueles floreados da época!


2 comentários

Imagem de perfil

De Ssssstress a 01.08.2013 às 14:58

Ò D. Helena, permita-me esta familiaridade que jamais me concedeu, não me parece que haja assim tanta diferença já que o "cor-de-rosa" de hoje não é substancialmente diferente do de ontem. (gostaria de ter a possibilidade de sublinhar o hoje e o ontem, porém...).
Afinal são as mesmas classes sociais retratadas neste seu texto (perdoe-se-me se estou equivocado mas devo confessar que a minha percepção das coisas é assim delimitada).
Sabe D. Helena, e afirmo-o sem mágoas nem de outro qualquer tipo de recriminação, como eu sou do tempo em que uma ida à praia incluia um tacho de arroz de tomate, uns carapaus fritos de véspera, um garrafão de tinto e uma melancia (que, para ficar fresca, boiava à babuja das ondas sob o olhar sempre vigilante de minha avó ou do meu avô, para evitar que ela "nadasse" para longe), percebo que essa tal silly season já fez parte da minha vida desde há bué! (como eu gostava de escrever estas duas última palávra em "bold"). Só que então tinha outra designação menos saxónica e bem mais em português vernáculo.
Minha cara D. Helena, porque sou um dos seus imensos fans (que raio de designação; até parece que somos uma espécie de ventoinhas que a rodeiam) e tenho o prazer de me rir com o seu riso e a sua boa disposição. Agradeço-lhe por ser quem é e, sobretudo, por ser como é! Porque sempre um prazer renovado lê-la.

Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 01.08.2013 às 21:16

Deliciei-me com o seu comentário.
Eu já fui para a Trafaria, para a Costa da Caparica e semelhantes. Não levava garrafão de tinto, mas levava pastelinhos de bacalhau e laranjada. E, confesso-lhe, tenho boas lembranças desse tempo.
Por outro lado, fui ima vez à Comporta e não gostei. Como não gosto do Algarve no verão.
Mas divertia-me vê-las e vê-los nas festas da saison (espero que saiba do que falo) em pose para a posteridade. Agora tudo vai para as Caraíbas e para o Brasil e as revistas já não têm de que se alimentar...

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D