Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Notícias da Terra Média

por Ana Vidal, em 17.07.13

O estranho Verão deste ano voltou a trazer-me uma Sintra de que ainda me lembro em criança: muita névoa, muita humidade e um friozinho permanente que me transportam de imediato à infância. Por momentos volto a sentir-me num conto de fadas, princesa numa floresta mágica habitada por elfos, duendes e árvores que falam. Um cenário português digno de Tolkien, a que nem falta a voz longínqua do meu avô, apontando a serra coberta de nuvens brancas: "Vês? A serra de Sintra tem neves eternas."

(Nota: as fotografias são da net mas podiam ser minhas, tiradas hoje mesmo)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


15 comentários

Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 17.07.2013 às 17:14

E talvez fique bem isto aqui

Vamos hacia los árboles... el sueño
Se hará en nosotros por virtud celeste.
Vamos hacia los árboles; la noche
Nos será blanda, la tristeza leve.

Vamos hacia los árboles, el alma
Adormecida de perfume agreste.
Pero calla, no hables, sé piadoso;
No despiertes los pájaros que duermen

Alfonsina Storni não se importará...
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 17.07.2013 às 18:11

Fica muito bem, mesmo! E acho que ela não se importará, nem as árvores. :-)
Obrigada, Fanas, sempre atento.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 17.07.2013 às 17:36

Mafra está igual. Exactamente como na minha infância também.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 17.07.2013 às 18:13

Pois é, Leonor, mas será só impressão nossa, pura nostalgia?
Tenho a semsação de que agora há muito mais sol nesta zona, mas não sei se o filtro do tempo tem alguma coisa que ver com isto...
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 17.07.2013 às 21:59

Não tenho dúvidas, Ana, há incomparavelmente mais sol de há uns dez anos a esta parte. Felizmente. Passar verões a fazer braço-de-ferro com este clima estuporado não me deixou quaisquer saudades, mas isto sou eu que gosto de luz, sol e calor.
Sem imagem de perfil

De fatima a 17.07.2013 às 17:38

A névoa tem mistérios, Ana, por isso gostamos tanto dela. As fotos parecem mesmo um conto de fadas, lindíssimas!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 17.07.2013 às 18:15

São lindas sim, Fátima. E eu nunca faria fotografias que fizessem justiça à beleza que está Sintra por estes dias. :-)
Imagem de perfil

De Fernando Sousa a 17.07.2013 às 17:47


Os deuses amam Sintra porque Sintra é Sintra, ou Sintra é Sintra porque os deuses a amam? Ai... apeteceu-me... Inclino-me para a primeira hipótese.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 17.07.2013 às 18:16

Boa pergunta, Fernando. Também me inclino para a primeira hipótese, acho que Sintra é ainda mais antiga e mais poderosa do que os deuses... :-)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.07.2013 às 18:40

Há magia em Sintra. Em qualquer estação do ano. Sem dúvida um dos dez motivos para gostar ainda mais de Portugal.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 19.07.2013 às 17:01

Sem dúvida. E eu encontro mais de dez, apesar dos pesares. :-)
Sem imagem de perfil

De CNS a 17.07.2013 às 19:33

Sabíamos que o Verão tinha chegado, numa qualquer manhã de Domingo em que o meu pai dissesse: vamos tomar o pequeno almoço a Sintra. Não me lembro quanto tempo demorava a viagem, até porque na infância o tempo não se conta nos relógios. Mas lembro-me que a viagem demorava o tempo de eu rever mentalmente as páginas de alguns dos livros da Colecção Azul. Porque nesse tempo eu acreditava firmemente que os irmãos Grimm teriam decerto passado pela Serra de Sintra.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 19.07.2013 às 17:03

É bem verdade, Cristina, na infância o tempo não se conta nos relógios. Em Sintra conta-se em histórias, nuvens, pedras e fontes. :-)
Gostei de saber que também tem memórias de infância daqui.
Sem imagem de perfil

De Isabel Mouzinho a 18.07.2013 às 11:11

Lindíssimas as fotos, Ana! :)
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 19.07.2013 às 17:03

São mesmo, Isabel.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D