Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Gorduras do Estado" (80)

por Pedro Correia, em 01.07.13

"Trinta oliveiras custaram 60 mil euros"


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Distraído a 01.07.2013 às 12:29

Dois mil euros por oliveira até que nem está caro. Uma verdadeira pechincha. Já devem ter começado os saldos, é o que é.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 01.07.2013 às 12:44

Eu não vejo, exatamente, onde está a "gordura do Estado":

(1) No facto de se pretender enfeitar um centro escolar com oliveiras, em vez de não o enfeitar?

(2) No facto de se utilizar oliveiras centenárias, em vez de se utilizar oliveiras jovens?

(3) No preço concreto das árvores?

É que, quanto ao preço concreto eu não sei se ele é adequado ou não (isto é: se está dentro dos valores de mercado), e penso que o Pedro também não saberá. Quanto às oliveiras centenárias, trata-se atualmente de uma decoração muito em voga, pelo que não me parece totalmente desajustada. E quanto ao enfeite em si, parece-me razoável que qualquer obra de uma autarquia inclua um certo arranjo paisagístico.

A título de comparação, o Jardim de Amália, no alto do parque Eduardo 7º, em Lisboa, também tem umas oliveiras centenárias, que também devem ter custado uma pipa de massa a colocar lá.
Sem imagem de perfil

De fgt a 01.07.2013 às 13:30

Ó homem, oliveiras centenárias há às centenas pelo país fora.
Qualquer dirigente zeloso dos dinheiros públicos (i.e., do nosso) as arranjava de graça, ou quase de graça, digamos, por menos 98%.
E há a questãozinha da falta de concurso público, do ajustezinho directo com a família de outro autarca socialista.
Espera-se que o ministério público abra as investigações.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 01.07.2013 às 16:20

oliveiras centenárias há às centenas pelo país fora

Não é difícil arranjar oliveiras centenárias. O que é custoso é desenterrá-las de onde estão (sem danificar demasiadamente o seu sistema radicular), transportá-las direitinhas para novo sítio, e voltar a plantá-las de forma que se aguentem de pé.

Isso é que não se arranja quem faça de graça.

Mas sim, concordo que 60.000 euros será de mais.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 01.07.2013 às 17:55

fgt, não te incomodes muito, porque o Lavoura é do contra e não desarma facilmente. Feitios...
Sem imagem de perfil

De rt a 01.07.2013 às 15:18

http://montemorovelho.olx.pt/vendem-se-oliveiras-centenarias-iid-438907967

50 euros cada.
vezes 30, dava tudo 1500 euros.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 01.07.2013 às 16:16

50 euros é aquilo que você tem que pagar ao dono das oliveiras.
Muito mais dinheiro terá que pagar para as arrancar de onde estão, para as transportar, e para as voltar a plantar. Isso é que é difícil. E tem que ser feito por uma empresa que percebo do assunto. Não é qualquer tipo com uma escavadora que faz o serviço.
Sem imagem de perfil

De rmg a 01.07.2013 às 16:33


Há um mundo todo por aí , fora da blogosfera , não sei se já deu por isso .

Dando uma volta pela rua todos os dias - e se a rua não fôr em Lisboa , melhor ainda - evita-se escrever à tôa ou , pelo menos , estar sempre a falar do que nem se imagina .
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 01.07.2013 às 16:45

Por acaso até imagino, na medida em que já fui dono de oliveiras e sou proprietário de diversas outras árvores, que planto, corto e trato. E não são em Lisboa.
Sem imagem de perfil

De rmg a 01.07.2013 às 20:06


Pois também eu e não fui dono , sou dono .
E também tenho muitas outras árvores que planto .
Não corto nem trato mas estou a vê-las aqui do sítio onde lhe escrevo , duma varanda algures na Beira Alta onde passo 2/3 do tempo desde há um ano .
Em Lisboa só tenho vasos na varanda ...

A afirmação "quanto ao preço concreto eu não sei se ele é adequado ou não (isto é: se está dentro dos valores de mercado)" é sua .
E sendo sua não parece de quem já foi dono de oliveiras .

Pois digo-lhe que , mesmo centenárias e com transplante pelo meio , é caro , a oliveira é uma árvore que aguenta muito bem estas coisas todas e não complica a vida às gentes .

Quanto ao transporte pouco conta para distâncias "aceitáveis" , esse é que é mesmo um raciocínio urbano que eu próprio ainda faço muitas vezes .
Por aqui nunca pago transporte de nada , quando ponho a questão vem o inevitável "por ser para si é oferta minha !" , sendo este "por ser para si" para todos , claro .
Sem imagem de perfil

De am a 01.07.2013 às 12:45

É muita azeitona..para o lagar da senhora Presidente!

Sem imagem de perfil

De rmg a 01.07.2013 às 13:29


Passe a publicidade mas pode alguém querer embelezar o jardim :

http://www.olx.pt/q/precos-de-oliveiras-centenarias/c-21

Há para todas as bolsas .
Sem imagem de perfil

De Palminhas Olaré a 01.07.2013 às 14:05

Abençoada despesa. Pelo menos assim a criançada nascida e crescida na metrópole de betão da freguesia de Alferrarede fica a saber que o azeite vem das azeitonas das oliveiras, em vez de julgar que é produzido assim tipo Cola-Cola, carago!
Sem imagem de perfil

De Olaré Palminhas a 01.07.2013 às 17:32

E depois as azeitonas são porreiras para atirar à tola dos profs.
Sem imagem de perfil

De am a 01.07.2013 às 18:56

Exmo Senhor Presidente

da Câmara Municipal de Santa Comba Dão

A Comissão de Moradores de Massamá, agradece a VE o favor de mandar remover a lápide de mármore da campa do DR Oliveira Salazar, porque
como sabe, a oliveira pega de estaca!!!

Bom entendedor meia palavra ....

Sem imagem de perfil

De No Rbatejo a 01.07.2013 às 23:42

A diferença entre um centro escolar com oliveiras e outro centro escolar às moitas depois da "moitaflorização " de Santarém é de 140 mil euros.
http:/ www.oribatejo.pt erro-na-obra-do-centro-escolar-do-sacapeito-custa-mais-200-mil-video /
Sem imagem de perfil

De Salvador a 02.07.2013 às 11:55

Estas até nem foram caras. Ouvi falar de uma Oliveira que deu à Costa e custou biliões de €

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D