Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sugestão: um livro por dia

por Pedro Correia, em 05.07.13

 

Porque Devemos Sair do Euro, de João Ferreira do Amaral

Política

(edição Lua de Papel, 2013)

Tags:


20 comentários

Sem imagem de perfil

De carlos rocha a 05.07.2013 às 11:52

Ao ler a coluna de opinão de José Manuel Fernandes na edição de hoje do "Público", já não tenho dúvidas que é o melhor caminho. Saída do Euro.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.07.2013 às 12:57

Esse é um debate que deve ser travado. E este livro dá um importante contributo, concorde-se ou não com a tese central do autor.
Sem imagem de perfil

De Sc a 05.07.2013 às 16:19

P.S. Já notou que as exportações aumentaram sem que mudássemos de moeda? O que fez, então, com que aumentassem?
Sem imagem de perfil

De escudo-cplp a 09.07.2013 às 05:13

As exportações aumentaram porque não havia quem comprasse em Portugal e aumentaram porque Paulo Portas levou os empresários portugueses para fora, e apareceram mercados novos e solificamos mercados em crescimento onde somos já tradicionais mas apenas cresceram fora do euro, dentro do euro as exportações estão a diminuir.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.07.2013 às 20:01

"Esse é um debate que deve ser travado." Agora só por piada: já repararam na enorme ambiguidade desta frase? Temos de travar este debate ;)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.07.2013 às 20:25

A língua portuguesa é muito traiçoeira...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.07.2013 às 20:26

... e as perspectivas económicas também.
Sem imagem de perfil

De sc a 05.07.2013 às 16:12

A questão é que, mesmo que tal saída corresse bem, o empobrecimento geral do país seria de perto de 50% - desde logo, tudo o que importamos ficaria mais caro nessa proporção.
E chegaria, por si, para atraírmos o capital que não temos? Sem mais? As leis continuariam um emaranhado, a justiça não começaria a funcionar bem só por haver uma nova moeda...
Embora Ferreira do Amaral tenha toda a legitimidade para pôr o problema - é sua convicção há anos - as adesões ressentes à ideia parecem ser uma mera fuga a enfrentar a realidade. Soares, por exemplo, veria o regresso dos tempos em que podia mandar o banco de Portugal emitir moeda e os direitos adquiridos poderiam ser sempre satisfeitos, ainda que nominalmente e a custo de uma hiper-inflação.
Não há questão que se não possa pôr, mas não contribuamos para as crenças mágicas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.07.2013 às 20:27

Estou inteiramente de acordo consigo. Defendo a realização do debate, precisamente para que essas e outras informações sejam divulgadas com toda a clareza junto dos portugueses.
Sem imagem de perfil

De escudo-cplp a 09.07.2013 às 05:22

Explique lá como é que todos os activos Portugueses passavam a valer 50%?
Isso significaria na verdade que já não valem o dinheiro que têm...

Vou simplificar vc confunde a expressão das relações comerciais e a balança de pagamentos, a chamada taxa cambial, com inflação (que mede o aumendo do custo de vida), PIB (que mede a riqueza produzida por ano) com a soma de todos os activos nacionais.

Devalorização cambial não gera inflação da maneira que os populistas sempre querem fazer querer. EUA desde há 3 anos desvalorização de 30% tiveram um pico de 4%, Japão em 3 meses 20% nem se falou em inflação. Claro que existem casos como o Malawi, desgovernandos, em que desde maio de 2012 fizeram desvalorização oficial, não gerada no mercado, de 38% chegou a provocar 45% de inflação, mas isso aconteceu porque não havia dinheiro na rua, nem se usam cartões para pagamento electrónico, os agricultores foram à fronteira vender os produtos e deixaram os nacionais sem comida, mas ao fim de 6-12 meses a inflação baixou e a moeda começou a valorizar, os agricultores produziam agora o dobro e o país começou a crescer aos 6% ano.
Sem imagem de perfil

De Obrigadinho a 05.07.2013 às 13:29

Amanhã ou depois vou antes comprar o livro de José Gomes Ferreira, espero que escrito ao abrigo do aborto ortográfico.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.07.2013 às 20:30

Eu é que lhe agradeço a sugestão, obrigadinho. Há muito que conheço o José Gomes Ferreira, chegámos a assinar textos conjuntamente nos bons tempos do 'Público' inicial. Não se preocupe: já amanhã divulgarei aqui esse livro. Escrito numa grafia que rejeita o aborto ortográfico. Obviamente.
Sem imagem de perfil

De Carlos Cunha a 05.07.2013 às 14:31

...antes que o céu nos caia em cima da cabeça (bom, ok, parece que já caiu, é preciso arranjar outra expressão, mas fica para depois deste calor passar)...
porque temos que concordar que somos o que somos e assim seremos até que a morte nos livre desta sina...
e sim, aconselhemos (mais: obriguemos!) os nossos filhos a emigrar e miscigerar (mas cientificamente para os genes lusos não prevaleçam)...
tudo, mas tudo isto, poderia ter ser evitado se os céus tivessem ajudado jesus e o slb tivesse sido campeão...
mas jesus não é o que nos fizeram crer que era..(mas o slb sim e sempre)...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.07.2013 às 20:31

Temos convergência musical mas as nossas crenças divergem muito.
Sem imagem de perfil

De Vasco a 05.07.2013 às 19:58

É pena ter um erro logo na capa: devia ser "Por que devemos sair do Euro"... Tenho também algumas dúvidas relativamente ao tempo verbal do verbo Dever mas agora está muito quicálô para ir confirmar.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.07.2013 às 20:45

Faço minhas as suas últimas palavras (salvo seja).
Sem imagem de perfil

De Vasco a 05.07.2013 às 23:52

Adeus e até ao meu regresso.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.07.2013 às 08:46

Nós por cá todos bem.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 06.07.2013 às 19:59

Mais um estatista que quer dar ainda mais poder aos políticos e ao estado.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.07.2013 às 20:47

Ainda que o seja, tem todo o direito de expressar a sua opinião. Ou não será assim?

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D