Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A GRANTA portuguesa

por Helena Sacadura Cabral, em 15.06.13
 
 
A Granta, que nasceu na Universidade de Cambridge, em 1889, e já é publicada em dez países, chegou finalmente a Portugal, na última semana de Maio. Só ontem tive oportunidade de a manusear e por isso só agora falo dela. É uma revista livro, que não versa sobre a actualidade, não terá colunistas, nem o formato  habitual das revistas.
Trata-se de uma publicação com duas partes. Numa traz-nos  em português, textos inéditos de autores internacionais e 
na outra encontramos textos, também inéditos, de autores portugueses, alguns premiados, outros ainda meras apostas em jovens da literatura nacional.
A sua direcção está a cargo do jornalista Carlos Vaz Marques, que espera levar os textos dos autores nacionais às restantes publicações e assim a outros mundos.
A Granta será um grande anel de revistas através do qual os nosso autores ganham uma porta de entrada noutros países. 

 A revista que surge em tempos de crise e em contraciclo, se representa um «desafio» e um «perigo», também constitui a possibilidade de dar motivação adicional aos seus autores.

 

Neste primeiro número, a Granta revela cinco sonetos inéditos de Fernando Pessoa, um feito que pode fazer dela uma edição “histórica”. 


A edição portuguesa irá manter a linha da versão original, desde o letering, ao formato, à concepção gráfica. Todavia, não irá ter uma presença online, porque se acredita que ela constitui, desde a imagem ao toque, uma experiência sensorial.


A Granta, é editada semestralmente pela Tinta-da-China e está à venda nas melhores livrarias. E como não é uma «revista como as outras», o preço ronda os 18 euros. Mas quem assinar os primeiros quatro números, recebe de bonus um grátis.

 É, no fundo, o preço de um livro porque, dizem, é de um livro especial que, afinal, se trata.
Para mim, que já fazia partilha da assinatura da Monocle –, ficou-me este laivo intelectual, depois de perder a Wallpaper -, significa ter de arranjar outro sócio e cortar no queijo Brie. Porque, aqui por casa, tentar estar actual, na minha idade, sai caro e implica sacrifícios do que não é essencial…

 


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Vasco a 16.06.2013 às 11:03

Mais uma revista de "textos". Já tínhamos o DN Jovem.
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 18.06.2013 às 11:05

Pois, querida Helena, eu acabei com as assinaturas, por razões de ordem financeira, há uns meses. Assinei a Granta e não me admira que custe 18 euros, admira-me a pergunta de muitos, nos últimos 5 anos, sobre os 17,5 euros da Egoísta, mas isso é outra conversa. Além de já ter lido tudo, fico contente, muito contente, por saber que é difícil, que é caro, que é um investimento que pode compensar ou nem por isso. Os chineses dizem que "tempos de crise são tempos de oportunidade". Ainda bem que há quem consiga pensar assim. O conto de Valério Romão, "
Á medida que vamos recuperando a mãe", o segundo conto deste volume, depois do belo conto de Dulce Maria Cardoso e do não menos belo conto de Hélia Correia, já me mereceu duas leituras. Só isso já valeu:) beijos

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D