Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quartel de Abrantes

por Adolfo Mesquita Nunes, em 21.05.09

O consenso socialista da nossa classe política é de tal ordem que até o único candidato às europeias que, à partida, foi forjado fora desse consenso, se decidiu por mergulhar no dourado modelo social europeu. 

Comparar as primeiras intervenções parlamentares de Paulo Rangel com as suas recentes intervenções como candidato dá bem conta da transformação ocorrida, algo que não é propriamente invulgar por estas bandas. O discurso de Passos Coelho, por exemplo, foi-se socializando à medida que o confronto político foi evoluindo. Assim como o discurso de alguns deputados do CDS oscila entre uma aproximação ao socialismo e uma absoluta colagem ao socialismo reinante.

Não sei de onde vem esta dificuldade de levar avante propostas verdadeiramente alternativas, não necessariamente melhores mas alternativas, ao modelo social que temos. Talvez do excessivo peso das agências de comunicação, que tendem a fazer amadores retratos sociológicos do país. Talvez da covardia de aguentar firme a defesa de posições e soluções desconhecidas no debate político e por isso mais trabalhosas na sua apresentação.

A ideia que fica é a de medo. Medo de ousar e de dizer diferente. Não sei. Mas sei que esta incapacidade de contradizer o modelo social europeu é responsável pela verdadeira ausência de debate político em Portugal. Aquilo que se discute no Parlamento não são os fundamentos das políticas nem a bondade das soluções mas tão somente o quem e o quando de cada uma das políticas.

É por isso que, como referi aqui, o verdadeiro debate político acontece na blogosfera, mesmo na blogosfera que apoia um candidato que tudo parece fazer para contradizer as expectativas de quem o apoia. Fossem os apoiantes de Rangel o candidato e a coisa era diferente. Muito diferente.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De M.Coelho a 21.05.2009 às 18:51

Pois é, mas cada partido tem o que merece.
E os apoiantes querem apenas apoiar, aparecer é que não.
Depois levam com candidatos destes.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D