Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Seguro debaixo de fogo.

por Luís Menezes Leitão, em 24.01.13

 

Depois do que aqui escrevi, a confusão no PS aumentou profundamente. Se bem se recordam foi Sérgio Sousa Pinto o primeiro a reclamar um congresso antecipado, pedido a que na altura ninguém ligou, porque apareceu embrulhado numa delirante declaração de que tal se devia ao facto de que "a ala situacionista-parlamentarista-pós-socialista enfrenta a ala oficialista-situacionista-ratista-neo-socialista e a nova sensibilidade europeista-situacionista-ex-socialista-anti-tabagista". Só que, depois de Sérgio Sousa Pinto, tanto Pedro Silva Pereira como Vieira da Silva apareceram em termos bastante mais sérios a reclamar um congresso antes das autárquicas. Uma vez que todos eles são socráticos, parece claro que se trata de uma estratégia concebida pelo exilado de Paris, provavelmente no jantar que teve recentemente em Lisboa.

 

A explicação da estratégia socrática é simples. Seguro, para ser Primeiro-Ministro, só precisa de chegar às autárquicas, que irão dar uma vitória esmagadora ao PS, uma vez que o eleitorado tenderá a punir o Governo pela quebra de compromissos eleitorais do Primeiro-Ministro e pela absoluta indiferença que tem demonstrado em relação aos sacrifícios que todos os dias exige aos portugueses. Depois da vitória nas autárquicas, ninguém conseguirá desalojar Seguro da liderança, pelo que só terá que esperar que o poder lhe caia nas mãos. No fundo, foi o mesmo que aconteceu com Durão Barroso, que toda a gente no PSD criticava, até ao momento em que venceu as autárquicas, sendo logo a seguir eleito Primeiro-Ministro. É por isso urgente para os apoiantes de Sócrates derrubar Seguro antes das autárquicas.

 

A urgência é ainda maior pelo facto de que a pessoa que este grupo escolheu para substituir Seguro, António Costa, está em sérios riscos de perder a Câmara de Lisboa. Quem aqui vive assiste perplexo a uma cidade com cada vez menos mobilidade, tendo primeiro o Terreiro do Paço ficado intransitável, a que se seguiu o Marquês de Pombal, onde se gastou uma fortuna apenas para infernizar a vida aos automobilistas. E o lixo acumula-se nas ruas, sendo que a Câmara, em vez de o recolher, prefere fazer uma campanha a pedir aos lisboetas para o guardarem em casa… Fernando Seara, sendo um mau candidato, é uma figura simpática, não ligada ao Governo, a quem os lisboetas podem aderir apenas para terminarem com o desastre da gestão de António Costa. Claro que o mesmo já tinha ensaiado a estratégia socrática de baixar os impostos em ano eleitoral para depois os subir no ano seguinte, mas a Assembleia Municipal não lhe permitiu essa estratégia, o que ainda mais o põe em risco nestas eleições.

 

Ora, António Costa sabe que a Câmara de Lisboa, se pode ser um trampolim para altos vôos, como aconteceu com Jorge Sampaio, também pode ser um desastre definitivo em caso de derrota. Veja-se o que aconteceu com Marcelo Rebelo de Sousa e João Soares, cuja carreira política nunca mais recuperou da derrota em Lisboa, estando hoje os mesmos limitados a discutir uma questão tão transcendente como se o primeiro telefonou ou não a Mário Soares. Se António Costa for derrotado em Lisboa, António José Seguro fará uma full house nas autárquicas. Não só ganhará o país, como se livrará definitivamente do seu maior rival no partido.

 

António José Seguro assiste hoje por isso a um cerco dentro do seu próprio partido. Em resposta limitou-se a perguntar inocentemente qual é a pressa em realizar o Congresso? Recebeu logo a resposta de outro socrático, José Lello, que assumiu estar o grupo mesmo cheio de pressa para o deitar abaixo. Conseguirá Seguro resistir a este ataque?


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Maradão a 24.01.2013 às 09:27

São uns mauzões. O Seguro é um supra-sumo e eles querem tirá-lo do poleiro para onde conseguiu subir à conta das suas enormes e bem patentes qualidades. Não se faz.
Imagem de perfil

De Carlos Faria a 24.01.2013 às 09:29

O artigo encerra várias contradições, a primeira é simbólica: a certeza na esmagadora vitória do PS nas autárquicas, não é compatível com sérios riscos de perder Lisboa pelo simbolismo que esta tem no mapa autárquico.
Durão praticamente foi levado ao colo como esperança no congresso de Coimbra, tinha críticos é certo, mas nada ao estilo que Seguro está a enfrentar e as autárquicas de 2001 apenas aceleraram as legislativas pela queda de um Primeiro-ministro que assumiu já não controlar o pântano, não é garantido que Portugal se vá tornar um pântano com a dupla Gaspar-Passos que alguns desejam.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 24.01.2013 às 09:33

Quem vive [em Lisboa] assiste perplexo a uma cidade com cada vez menos mobilidade, tendo primeiro o Terreiro do Paço ficado intransitável, a que se seguiu o Marquês de Pombal, onde se gastou uma fortuna apenas para infernizar a vida aos automobilistas.

Está-se a ver que para o LML "mobilidade" significa andar de automóvel. Está-se também a ver que o LML acredita que, apesar de uma enorme parte da população de Lisboa (concelho) serem idosos, quem vive em Lisboa são "automobilistas".

Eu, que sou essencialmente um peão e que moro e voto em Lisboa (e não na periferia), acho que a mobilidade em Lisboa nos últimos anos tem melhorado bastante, em grande parte devido à repressão sobre o estacionamento indevido, na outra parte devido à crise que tirou montes de automóveis de circulação. E a primeira dessas causas tem algo a ver com a gestão municipal.
Sem imagem de perfil

De Sure a 24.01.2013 às 10:29

Repressão do estacionamento indevido em Lisboa? Essa é boa.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 24.01.2013 às 14:22

É verdade que a repressão ainda é insuficiente, e o estacionamento indevido ainda é imenso.
Mas já se realizaram enormes progressos. Passeios que eu me lembro de, há poucos anos, estarem sistematicamente cobertos de carros, estão hoje desimpedidos. Basta fazer um pequeno esforço de memória para se ver que hoje a cidade está, em muitos pontos, quase irreconhecível, tal o número de carros estacionados em cima dos passeios que desapareceram.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 24.01.2013 às 12:01

Já agora, acrescento que, também para os automobilistas a mobilidade em Lisboa tem melhorado, pelas mesmas razões que enunciei no meu comentário anterior, sobretudo a segunda - como há menos automóveis nas ruas, é mais fácil circular.
Os casos do Terreiro do Paço e do Marquês de Pombal são exceções. Lisboa é bem mais que a Baixa.
Sem imagem de perfil

De da Maia a 24.01.2013 às 09:39

Assim como assim, dada a falta de resultados, podiam tentar juntar com a assembleia extraordinária do Sporting... Godinho-Seguro vs. Carvalho-Costa.
Imagem de perfil

De Luis Moreira a 24.01.2013 às 11:19

Como sempre já tirou o curso em menos tempo que todos os outros :http://bandalargablogue.blogs.sapo.pt/125188.html
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.01.2013 às 11:27

Se a memória não me atraiçoa, creio que Seguro terá anunciado possuir capacidade para enfrentar eleições. E também terá dito que possuía um naipe de pessoas valorosos. Com as reacções recentes da ala socratiana, que necessita ser pulverizada - ainda que reconheça competências técnicas a Vieira da Silva -, fiquei com a sensação que nenhum destes está incluído no naipe por Seguro anunciado.
Este facto, associado ao que refere em seu texto, a meu ver, explica tudo.
Seguro tem a oportunidade única para restaurar o PS, creio que para isto, no que respeita à resposta ao pedido de um congresso, basta fazer resistência passiva.
Sem imagem de perfil

De Gonçalves Correia a 24.01.2013 às 12:24

Lol. Seara a bater Costa em Lisboa????? Lá força para isso tenta você fazer, já em jeito de pré-campanha. Depois da calamidade que foi a governação em Sintra???? É só a comunicação social publicar decentemente artigos sobre a última ida ao Brasil e os comboios (daqueles das festas) com o ignóbil relvas e a histérica e ignorante judite, entre outros candidatos ao presídio, e mais a corja sociopata que domina o país e é vê-lo a ir de vela. Isso e mais a horrível governação(pode-se chamar governação??) em Sintra.
Lol.
Um post que é somente "wishfull thinking" seu e poderia vir a ser "gratefull dead" de todos nós.
Não é que você não o possa fazer mas, por favor, com mais decoro e inteligência.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 24.01.2013 às 16:43

Os de Sintra devem ser todos anormais, uma vez que o Seara ganhou por três vezes as eleições no concelho mais populoso do País!
Também não sabia que a Camara Municipal de Sintra era administrada desde o Brasil, e ainda por cima num combóio?
O sr Gonçalves Correia escreve comentários com decoro e inteligência, mas desconfio que anda a fumar uma marca de cigarros muito esquisita!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 26.01.2013 às 01:33

Pelo tom, fuma 'Gauloises'. Sem filtro.
Sem imagem de perfil

De Jorge Guelvada a 24.01.2013 às 12:28

Por razões específicas, nos anos 80/90 pude conhecer o PS como observador privilegiado, que não como associado ou membro. E pude constatar o oportunismo, a avidez, a falta de senso político e social dos seus dirigentes daquele tempo. Uma coisa triste. Mas o realmente mau é que a passagem do tempo só agravou o "panorama" - medite-se nos exemplos tristes de um Pinóquio, de um Soares que, sendo palavroso e pedante, vaidoso como um pavão, passou à total insensatez e descaro, de um Alm. Santos pernóstico, de um Lello sobranceiro e lacaio, de outros da veia política de Malhadores e companhia. Os governantes de agora poderão ser uns despassarados, os daquele sector são despejadamente arrivistas e burladores. God save the people, por Toutatis...!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.01.2013 às 14:22

Este seu texto traduz o actual "estado de demência intelectual" de quem "dirigiu" Portugal,e procura a todo o custo continuar o "caminho do progresso (deles)" para voltar ás vidas-reformas-fugas-douradas,na corte absoluta dos "iluminados",bem afastados dos servos da gleba !

Alexandre
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 24.01.2013 às 16:36

O Santos Silva abriu as hostilidades 3ª feira à noite na TVI24; o Silva Pereira e o Vieira da Silva, durante o dia de ontem continuaram o trabalho de demolição do Tozé: confesso que cheguei a ter pena dele quando disse com aqueles olhos de "bobby": qual é a pressa? fiquei com a sensação que ele estava quase em lágrimas.
Mas se o Tozé tem o destino traçado, o António Costa não está em melhores lençóis: depois de sete anos à frente da camara de Lisboa, não tem nada para apresentar, e a única coisa positiva da sua gestão, foi a redução de divida à custa dos 400 milhões de euros que este governo lhe deu pelos terrenos do aeroporto. Para quem ainda tivesse dúvidas acerca da incompetência deste fala-barato, ficou demonstrado que ele nem o transito de uma avenida com 2 quilómetros consegue adeministrar.
Não tenho a capacidade de prever o futuro, mas estou capaz de apostar que o congresso que os socretinos andam a pedir, é para prepararem o regresso do "chefe" que já fez saber que vive em Paris com dinheiro emprestado pela família. Provavelmente pelo primo " O Gordo" conhecido homem de negócios da finança internacional.
Convém não esquecer que o Sócrates foi eleito deputado para esta legislatura, o que lhe permite regressar ao Parlamento, sempre que quiser.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D