Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Jardim das Estrelas

por Gui Abreu de Lima, em 30.12.12

O velho dorme no banco ao pé de mim. Fosse roto, sujo e desgrenhado, cobrava à noite não dormida a bebedeira que lhe amainou a ferida. Mas um homem bem vestido e penteado no banco do jardim deitado parece que falece.

O velho desapareceu mas eu não vi. Talvez sonhando que o levavam num caixão dali, se aborrecesse com a morte. Talvez escolhesse a sorte. Regra e pão e outra regra e sempre o pão, para os patos do jardim.

 

foto JCDuarte


2 comentários

Sem imagem de perfil

De cr a 31.12.2012 às 20:50

Estava eu a terminar o meu comentário, quando num sopro este desapareceu, provavelmente para o buraco negro da atmosfera...Enfim...
Dizia eu que admiro o cuidado e a sensibilidade como os textos da Gui são acompanhados com fotos que quase sempre nos " transportam " para lá do texto e de encontro a uma realidade ilusória sim, mas não menos " verdadeira ". O velho que não está roto, sujo ou desgrenhado, surge assim á nossa frente deitado no banco de jardim envolto numa luz cheia de reflexos que a noite conjuga num clima de mistério, na verdade a foto de JC Duarte tornou-se aqui num elemento precioso, porque é ela que nos dá a " passagem "para o texto da Gui, sempre simples mas de uma beleza magistral. Onde andará o " velho " da Gui e onde andarão os " nossos " velhos que cada vez mais preenchem os bancos de jardim ?
Um beijo Gui e que o 2013 não seja apenas um ano portador da desgraça e lhe traga a si, algo que lhe dê felicidade.
Imagem de perfil

De Gui Abreu de Lima a 01.01.2013 às 13:47

cr, a vida é espantosa, dobra-se a esquina e paf! toma lá. não, não pode ser... é, é. tu mesmo. sim, a gente quer-te. em 24 horas, cr, caiu-me ao colo um trabalho bonito demais para ser verdade, por tantas razões. a mim?! pergunto ainda abananada... é uma história bonita. de esperança :)

o seu comentário foi-se... normalmente até aparece, em bis. mas não lhe demoveu a vontade de me deixar, como sempre, as palavras da sua luminosa apreciação. obrigada, cr.

acho que foi o Facebook que acabou por nos habituar a ilustrar as prosas. as pessoas fincam-se melhor quando há imagem. e nestas patacuadas mais poéticas dá-lhes força. é como deitar um lencinho ao pescoço para compôr uma toilette simplória :)

Grandioso ano, cr.
beijo grato

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D