Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os meninos do coro.

por Luís Menezes Leitão, em 09.12.12

 

 

Em Portugal há uma frase emblemática e bastante realista que se limita a dizer: "Ou comem todos ou haja moralidade". É por isso evidente que a partir do momento em que são dadas condições especiais à Grécia, Portugal deve imediatamente beneficiar de idêntico tratamento, como aliás reconheceram logo Jean-Claude Juncker e Vítor Gaspar. No entanto, como a Alemanha está empenhada em tratar a Grécia como um caso particular em ordem a abrir o mínimo possível os cordões à bolsa, lá irão apenas os gregos beneficiar de algum alívio enquanto Portugal ficará a penar com um dramático e provavelmente mortal aperto de cinto em 2013.

 

Isto só por si não deveria ser motivo de espanto. O espanto é, no entanto, a forma como políticos que deveriam defender com convicção os interesses dos que os elegeram se transformam em meninos do coro, mal Wolfgang Schäuble exprimiu a sua posição, passando todos a entoar a nova canção. Jean-Claude Juncker disse que tinha sido apanhado num canto escuro por uns perigosos jornalistas portugueses, balbuciando questões incompreensíveis para ele. Vítor Gaspar desdisse as suas próprias palavras, acusando os jornalistas de quererem simplificar questões complexas. Passos Coelho quer-nos fazer crer que Portugal foi muito elogiado por Schäuble, quando este recusou dar-lhe as condições da Grécia. Marcelo Rebelo de Sousa também veio dizer que considera irrealista Portugal beneficiar dessas mesmas condições da Grécia, sem explicar se é mais realista apostar no Orçamento para 2013. E agora até Durão Barroso, que se julgava ser  Presidente da Comissão Europeia, também veio alinhar obedientemente com Schäuble, pedindo a Portugal que não peça condições idênticas às da Grécia. A única voz desalinhada deste coro parece ser Cavaco Silva, mas não sei por quanto tempo.

 

É inacreditável ver políticos portugueses e europeus transformados em meninos do coro a entoar colectivamente a voz de Berlim. Não haverá em Portugal e já agora na Europa alguém que defenda coerentemente uma posição própria e não se limite a ser his master's voice?


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro Almeida a 09.12.2012 às 11:33

Uma coisa seria termos governantes que não nos soubessem defender por incompetência ou incapacidade pessoal e política (é a opinião que tenho de Cavaco, por exemplo).
Outra coisa é termos governantes que defendem os interesses de potências estrangeiras e que em virtude disso prejudicam intencionalmente os interesses da nossa nação.
Isto não tem um nome? Não será traição à pátria?
E a verdade é que a "Roma" actual paga muito bem aos traidores.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 09.12.2012 às 14:02

A mim o que me apoquenta é ver tanta gente inteligente a dizer (e a escrever) asneiras a propósito das "facilidades" de que a Grécia vai passar a beneficiar.
Por um lado, temos as facilidades que não são assim tão óbvias: uma moratória no pagamento dos juros(que não são perdoados), e um alargamento de quinze para trinta anos do pagamento da divida correspondente à parte do FEEF, que como sabemos é apenas 1/3 do empréstimo da troika, e que atira o respectivo pagamento para as futuras gerações. Por outro, temos as contrapartidas, porque estas facilidades têm contrapartidas. Apenas duas: a Grécia tem de fazer um corte da despesa publica de 14000 milhões de euros em dois anos, e perder o controle total das receitas do estado grego, sejam as dos empréstimos da troika, sejam as receitas próprias do estado , como os impostos, rendas, etc., que passam a ser geridas e movimentadas a partir de uma conta criada para o efeito pela troika. Os gregos perderam a pouca soberania que ainda lhes restava, o governo grego é apenas uma direcção geral da troika, não manda nada. É isso que queremos para Portugal? ou continuamos a exigir as facilidades, e a ignorar a "parte chata" das questões? Somos bué de espertos, não somos?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.12.2012 às 17:19

Se o Vitinho, e outros, acordado só faz estas tropelias o melhor mesmo é aplicarmos o que o médico recomenda:
http://www.youtube.com/watch?hl=en&v=PyAZaMtvrDY

Aqui há uns posts atrás disse que esperássemos para ver a "cotação e valorização do ouro" quando o PR começasse a falar. Estamos bem próximo de nos apercebermos disto.
Sem imagem de perfil

De portuguesacoriano a 09.12.2012 às 19:49

Se deram à Grécia, das duas uma; ou a Grécia esta completamente rendida, ou então tem trunfos na manga.
Portugal, pelo menos pelos discursos dos nossos Governantes & Companhia Lda; aguenta muito mais austeridade, e não tem trunfo nenhum.
Sem imagem de perfil

De cr a 10.12.2012 às 16:48

O cenário é o seguinte: 3 cãezinhos esfarrapados e magros com uma tigelinha á frente.
No cão Grécia colocaram 1 grande naco de carne e disseram-lhe: toma lá e come devagar para não te engasgares.
Ao cão Irlanda colocaram um naco de carne com algum osso e disseram-lhe: tens de contentar-te com isto, não és grego...
Ao cão português despejaram uma colher de nada e disseram-lhe : andaste a comer muito bife e estás gordo, agora não comes nada porque te pode fazer mal.
Resultado o cão grego está a comer mas a refilar que quer mais, o cão irlandês está a meditar que isto assim não é justo. O cão português está de patas postas para o céu a rezar, agradecido por não ter nada, mas por se lembrarem dele e por ser bonzinho.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D