Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Só isso justifica que tenha prescindido da vaca e do burro e que deixe ficar o Gaspar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Sem imagem de perfil

De Ai, balhamedeus a 21.11.2012 às 19:43

Eu acreditava mais na vaca e no burro do que na virgindade...
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 22.11.2012 às 13:00

Percebo o seu ponto. Mas tenha em conta que não faltam para aí situações em que ainda é mais difícil de acreditar. Veja-se, por exemplo, que Isaltino Morais ainda não foi preso.
Sem imagem de perfil

De Ai, ai a 22.11.2012 às 14:02

E Almeida Santos acha que o Vara dos robalos será absolvido...
Imagem de perfil

De José da Xã a 21.11.2012 às 20:34

... e tendo em conta a austeridade até o Gaspar vai passar a chamar-se Par... para não gastar o Gas!
Imagem de perfil

De Gui Abreu de Lima a 21.11.2012 às 21:01

E o Papá também :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.11.2012 às 21:03

Às vezes fico surpreendido com o tipo de doutrinação que pretende vir a público. Como cristão, católico, creio que, acerca de Jesus, existem questões substantivas para serem debatidas, estudadas e divulgadas, para além daquilo que se designa como "pilares da fé". O pilar da fé cristã é Jesus e não o dogma; O pilar da fé cristã, deve ser o Jesus histórico e na história do Homem; O pilar da fé cristã deve ser o Homem Novo, o novo "Adão", que em Jesus se revela: pela carne é filho do Homem e pelo Espírito é filho de Deus: a nova Criação e a nova Criatura; o pilar da fé cristã atinge-se exactamente ao descobrir como se pode ser construída essa nova Criação e Criatura; o pilar da fé cristã dever ser também a ressurreição, a ressurreição da morte ontológica.
Quanto à morte de Jesus, o Cristo por antonomásia: Jesus morre às mãos da tradição e do poder: quer o poder da lei judaica quer pelo poder da lei romana.

Claro está que aquilo que Bento XVI refere como sendo o "pilar da fé" só terá expressão se se avançar para além do dogma e do rito, descobrindo a Verdade que liberta: Ele mesmo, Jesus.
Com isto não estou a contrariar ou a criticar aquilo que cada um entende ser a sua visão sobre Maria, virgem e Mãe.
Há uma frase, que citarei de seguida, que considero bastante importante para crentes e não crentes. Aqui vai:
"A religião precisa do exercício da razão, mas com os outros, todos habitantes da mesma polis. Em conjunto, cristãos e não cristãos, devemos levantar a questão antropológica: QUEM É O HOMEM? Para onde vai? Como pode viver numa sociedade que luta contra a barbárie e a favor da humanização? Das respostas que cada qual, a partir do seu património espiritual, souber dar depende o nosso futuro, mas também, já desde hoje, a qualidade da nossa vida pessoal e da convivência civil". (fim de citação) - Enzo Bianchi in Para uma ética partilhada.
Se depois disto, para atingir essa grau de humanidade, quisermos ver Jesus como o primogénito dessa nova Humanidade, cada um ciente da sua condição divina, pois que assim aconteça.
Amem, mermão Rui!
:-)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.11.2012 às 21:24

Ah, passou-me a lembradura sobre o Papa ser alemão e não prescindir do Gaspar: Tão não vê que estamos em contenção? Alguma coisa tem de ser suprimida!. Isto não pode ser só impostos!. Se vai o burrito e a vaquita então tamos mesmo sem bife.
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 22.11.2012 às 13:02

Mermão, este meu post não é digno da qualidade e densidade do seu comentário.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.11.2012 às 21:57

Mermão, agradeço o seu caridoso elogio. Mas devo confessar-lhe que isto é superficial, profundo é o trabalho que dá chegar aqui.
Vá lá, não seja modesto com a profundidade de seu post.
Abraço
Sem imagem de perfil

De Bitaites a 22.11.2012 às 01:46

Não sou católico, mas acho esta notícia e o modo como foi feita parte de um parti pris contra a Igreja completamente estúpido. Vejamos:

1) É evidente que o Papa não escreveu um livro sobre o presépio e sobre questões como a presença de animais ou do who's who da altura; é evidente que tudo isto é uma parte de um discurso destinado aos crentes e com o objectivo de centrar as ideias sobre a encarnação no essencial, deixando de lado o misticisimo e o folclore, mas, e até com a ajuda dos nossos conhecimentos científicos actuais, tentando realçar o que há de histórico num acontecimento sobre o qual pouco sabemos e no qual o Papa acredita. É ridículo ridicularizar assim um Papa (já sobre o Dalai Lama, por exempo, ah...). Vivi em vários países, mas só aqui vejo este anti-clericalismo muito básico.

2) É inacreditável que a Wikipedia seja mais séria do que o Público. Vejam o que está lá sobre o livro: http://en.wikipedia.org/wiki/Jesus_of_Nazareth:_The_Infancy_Narratives
ah, sim, deve ser uma entrada escrita por católicos...

3) Um bocadinho de cultura não fazia mal a ninguém. O presépio foi criado por Francisco de Assis e esculpido pela primeira vez por Arnolfo di Cambio. E, atenção, desde essa altura que sempre foi em todo o mundo um boi e nunca uma vaca. Só em Portugal. Entrando no jogo do presépio e aceitando as suas regras, cabe perguntar, qual a utilidade de uma vaca. Para o leite? Mas afinal quem amamentaria o menino? A vaca?
Aliás, basta ver a entrada para presépio na Wikipedia nas diversas línguas, para ver que em todas se refere ao BOI e nunca à vaca. Cito da Wikipedia:
em italiano: "dai Re Magi ai pastori, dal bue e l'asinello agli agnelli"
em espanhol: "La tradición los acompaña de una mula y un buey"
em inglês: "A donkey and an ox are typically depicted in the scene"
em alemão: "mit den zwei Tieren Ochse und Esel"
em francês: "avec la Vierge Marie, Joseph, l'âne et le bœuf, faite de statues"

Podia continuar, mas acho que chega. É importante? Talvez não, mas se calhar mostra como não conseguimos raciocinar sorbe as coisas mais básicas (uma vaca?) e mostra como o anti-clericalismo entre nós é ainda presente e um sinal de atraso cultural. É pena.
Sem imagem de perfil

De Coitado do "Público" a 22.11.2012 às 10:16

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2012/11/20/papa-jesus-nasceu-de-uma-virgem-e-no-presepio-nao-estavam-o-boi-e-o-jumento.htm
Sem imagem de perfil

De E + a 22.11.2012 às 13:59

http://www.dailymail.co.uk/news/article-2236195/New-Jesus-book-reveals-donkeys-crib-lowing-oxen-definitely-carols-Christmas.html
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 22.11.2012 às 13:05

Creio que o que sublinha, e que me parece absolutamente pertinente, poderá partir, de facto, de algum pré-juízo. Mas, mais do que isso, parece um traço permanente da época que vivemos. Demasiada informação, sempre a grande velocidade, e nenhuma profundidade. Os fait divers sucedem-se e, no fim, nada fica.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.11.2012 às 14:25

Meu caro bitaites, cada um constroi o presépio à sua maneira.
Quanto ao anticlericalismo permita-me referir Karol Woytila, posteriormente João Paulo II, aquando da sua intervenção na fase preparatória do Concílio Vaticano II.
O orador, com termos escolhidos, censura alguns de seus pares ao colocarem a Igreja «acima do mundo», a que ela parece «dar lições» e que espera «obediência», em vez de a mostrar, «caminhando com o mundo em direcção à verdadeira solução para as difíceis questões do destino humano». Mais valia convencer através de argumentos, e não refugiar-se atrás de exortações moralizantes. E este mesmo, Karol Woytila, «denuncia», de passagem, a vaidade de toda a «mentalidade clerical».
Já agora, leia também isto:
http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=81935
Repare que os próprios ordenados andam um bocadito anti-clericais.
Sem imagem de perfil

De C. Rise a 22.11.2012 às 10:05

Isto é que vai haver uma crise na venda e montagem de presépios...
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 22.11.2012 às 13:06

Para além do mais, a própria estrela fica em causa. Vai ser complicado fazê-la passar por uma supernova.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D