Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Costa do Marquês.

por Luís Menezes Leitão, em 18.09.12

 

Já se sabia perfeitamente que António Costa pode ter vocação para muita coisa, mas não tem seguramente para ser Presidente da Câmara de Lisboa. A gestão corrente da Câmara está nas mãos de Manuel Salgado e António Costa praticamente só aparece em cerimónias protocolares ou em aparições mediáticas sem conteúdo, como quando transferiu o seu gabinete para o Intendente. O que é, no entanto, mais grave é que António Costa tem um sonho para Lisboa, que é transformá-la numa cidade de província, com poucos habitantes, onde os carros não circulem e os cidadãos andem a passear de bicicleta. Precisamente por isso o seu principal objectivo é tornar impossível a circulação automóvel em Lisboa. Já foi assim no Terreiro do Paço e agora é assim no Marquês. Ao contrário do que se julga, António Costa fica extremamente feliz quando cria o caos no trânsito em Lisboa. Para ele, os bandidos dos automobilistas deveriam era aprender a andar de bicicleta, pedalando furiosamente a subir a Avenida da Liberdade antes de ir para o emprego.

 

Por mim, há muito que acho que António Costa escolheu erradamente ser Presidente da Câmara de Lisboa. Deveria ter optado era por uma qualquer câmara da Beira Alta ou do Alentejo. Uma cidade pequena, com pouco mais de 1000 habitantes, seria o local ideal para impedir a circulação automóvel e pôr os cidadãos todos a passear a pé ou a andar de bicicleta. Na capital do país dispensamos estes laivos de romantismo.


13 comentários

Sem imagem de perfil

De omaudafita a 18.09.2012 às 10:04

"Já se sabia perfeitamente que António Costa pode ter vocação para muita coisa, mas não tem seguramente para ser Presidente da Câmara de Lisboa."
???
Então não é que anda uma confusão enorme nas hostes do PSD em relação às eleições autárquicas de Lisboa por causa da indefinição de Costa de voltar a concorrer para a Câmara municipal de Lisboa ou partir para voos mais elevados, isto é, de for candidato avança um qualquer mártir para dor o corpo ao manifesto, se sair avança um ilustre...
Só mesmo para rir, este blog tem umas anedotas muito giras...
Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 18.09.2012 às 10:17

Deixe lá o Alentejo e a Beira a salvo do Costa...
Sem imagem de perfil

De Zuruspa a 18.09.2012 às 10:27

O processo no Tribunal Internacional por atentado à saúde pública (sim, que os níveis de poluiçäo na zona säo ilegais) continua em aberto, e se isto näo resultar entäo o Costa até terá de fechar a Av. Liberdade ao tränsito!

Ah pois é, transformar Lisboa numa cidade de província como Londres, Paris, Copenhaga, Estocolmo, Berlim.
Nessas cidades "provincianas" e pobres o pessoal até opta por näo ter carro próprio, e usam regularmente transporte público ou PASME-SE bicicleta para ir para o trabalho.
E até se vê outra coisa, que é zonas pedonais cheias de gente a andar a pé, com o "comércio tradicional" pujante! Inaudito para um português! O português quer ir ao café de carro e estacionar, se possível, ao lado do balcäo. E de certeza que em Portugal säo os carros a fazer compras, näo as pessoas...

Ah, mas e as colinas de Lisboa?... que eu saiba se a ida é a subir depois na volta é a descer (e ontem as bicicletas a irem pela rotunda interna, enquanto os carros atravancavam a rotunda externa mesmo para sair nas 3 avenidas principais, épico).

O Costa está a tentar transportar Lisboa para o séc. XXI, enquanto o resto do país näo sai do séc. XX. Quando o combustível chegar aos 2 e 3€ por litro logo percebem a ideia do Costa e as vantagens dos TP.

O interessante nisto tudo é o amor do escritor ao seu popó, näo percebendo que se morar numa qualquer câmara da Beira Alta ou do Alentejo, aí sim, dependerá do seu amado popó até para ir às compras, que näo há transportes públicos. Vá, desampare Lisboa e leve o seu querido popó para longe, para que se possa finalmente respirar em Lisboa!
Sem imagem de perfil

De daniela Major a 19.09.2012 às 14:23

Andar de bicicleta em Lisboa...acho que sim. Experimente ir de Campo de Ourique á Baixa de bicicleta e voltar. E quem viver em Alfama ou no castelo? Ou em Campolide? Imagine subir a infante santo de bicicleta á estrela. Acho que sim. Lisboa não é uma cidade plana...As cidades que referiu, Londres, Paris etc. são. Há condições geograficas para andar de bicicleta. E MAIS. As cidades que referiu têm redes de transportes à altura, nomeadamente o metro. O Metro da cidade de Lisboa é uma anedota.

E esse mito de em Londres não haver circulação automóvel parece-me um bocado falacioso.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 18.09.2012 às 10:43

Fujam de Lisboa. Lisboa tem a tendência para atrair os mais dedicados estalinistas control freaks para com o poder do Estado/Município interferirem na vida das pessoas.
Sem imagem de perfil

De Vasco a 18.09.2012 às 10:59

Lisboa voltou àquele ambiente sujo dos anos 80 com o Costa a chefiar o pagode. Até Coimbra, que se arrastou durante anos na mesma depressão, já se livrou desse ambiente.
Sem imagem de perfil

De Luis a 18.09.2012 às 11:03

Sinceramente se o objectivo é colocar as pessoas a andar de bicileta em vez de se deslocarem de carro, parece-me claramente uma visão bastante avançada do Costa, pena os cidadãos portugueses terem ainda um chip mental demasiado atrasado para isso, ou será sedentarismo provocado pelo facilitismo na aquisição de carro e outras mordomias?????
Sem imagem de perfil

De Vasco a 18.09.2012 às 12:33

Credo, não seja tão fascista...
Sem imagem de perfil

De Maluqueira Geral a 18.09.2012 às 12:44

A maluqueira vai de vento em popa.

Por mim, gostava de ir ao Parque das Nações (ao fim-de-semana, entenda-se) e o único percurso que me dá jeito é pela 24 de Julho, Terreiro do Paço, Infante D. Henrique.

Resultado das medidas do Costa: deixei de lá ir.

Mas a maluqueira não fica por Lisboa. Vi por aí anunciado um evento qualquer da câmara de Almada que envolve um passeio de bicicleta Lisboa-Almada (sic). Como as bicicletas não podem circular pelas pontes sobre o Tejo, deduzo que algum licenciado pela Universidade de Cacilhas deverá ter descoberto que andam sobre a água.
Imagem de perfil

De João Campos a 18.09.2012 às 13:04

Deixa lá Beja sossegada, que a gente já tem por lá desastres suficientes para ainda estarmos a importar um de Lisboa..!
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 18.09.2012 às 14:08

Luis Meneses Leitão está a criticar o António Costa? isso é inédito. AC anda na politica há 20 anos, já foi ministro de duas ou tres pastas onde não deixou saudades, é presidente da camara de Lisboa há seis anos, com a obra que (des)conhecemos, não tem direito a uma critica nos media, é só elogios.
Mesmo a trapalhada que arranjou no Marquez cujo objectivo se desconhece, mal foi aflorada nos telejornais. Afinal os amigos são para as ocasiões.
Sem imagem de perfil

De Vasco a 18.09.2012 às 14:49

Amigos para as ocasiões, irmãos para as ocasiães.
Sem imagem de perfil

De Octávio dos Santos a 19.09.2012 às 12:04

«Laivos de romantismo»? Está a ser muito delicado: é mais «laivos de estupidez».

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D