Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Europeias (13)

por Pedro Correia, em 29.04.09

 

 

CINCO CANDIDATOS NA SIC NOTÍCIAS

 

O debate entre os cabeças de lista às europeias desta noite, na SIC Notícias, foi mais substantivo e - pareceu-me - também mais esclarecedor do que o da RTP. Com Nuno Melo e Miguel Portas a marcar pontos, Vital Moreira coladíssimo ao Governo, Paulo Rangel estranhamente apagado e Ilda Figueiredo igual a si própria.

Detalhemos um pouco.

 

ILDA FIGUEIREDO

O melhor. A sua reiterada preocupação com a "perda de soberania" de Portugal na União Europeia, o que faz dela, aparentemente, a mais patriótica dos cabeças de lista.

O pior. A contradição em que cai com frequência ao reclamar contra o "directório das grandes potências europeias" enquanto reclama mais dinheiro dessas mesmas potências.

A frase. "É necessária uma ruptura com estas políticas do capitalismo, do neoliberalismo."

 

MIGUEL PORTAS

O melhor. Procurou sempre centrar a discussão nas questões europeias. Reclamou um referendo europeu, negado pelo PS e pelo PSD, e mais poderes efectivos para o Parlamento Europeu.

O pior. Diz-se "europeísta", mas é fácil confundi-lo com um eurocéptico.

A frase. "Não sou europorreirista, como Vital Moreira e Paulo Rangel."

 

NUNO MELO

O melhor. Foi o mais eficaz nas críticas a Vital Moreira, lembrando que no anterior debate o candidato socialista chegou a elogiar José Sócrates por ter reduzido os impostos, proeza que mais ninguém vislumbrou.

O pior. Passou uma esponja no passado eurocéptico do CDS, como se isso nunca tivesse existido.

A frase. "Não somos eurocépticos nem eurocalmos. Somos europeístas convictos."

 

PAULO RANGEL

O melhor. Esteve sereno e calmo. Introduziu no debate um dos temas mais importantes - a baixíssima aplicação dos fundos europeus em Portugal, no âmbito do actual QREN (quadro de referência estratégico nacional).

O pior. Esteve sereno demais.

A frase. "A concorrência ajuda não apenas as pequenas e médias empresas mas os pequenos e médios estados."

 

VITAL MOREIRA

O melhor. Rebateu com alguma eficácia as posições eurocépticas dos partidos à sua esquerda.

O pior. Demasiado colado a Sócrates, elogiou o Governo por ter conseguido desbloquear verbas europeias sem assinalar que essa verbas só têm vindo a ser residualmente aplicadas.

A frase. "Não quero ganhar o campeonato da algazarra, da vozearia e da mistificação."


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D