Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Já começou a chantagem (2)

por José Gomes André, em 27.04.09

Tal como previra, esta série vai ter pernas para andar. Veja-se este curioso texto de Carlos Manuel Castro, no Eleições 2009: "[...] caso o PS ganhe as próximas eleições legislativas com minoria, tal representaria uma forte ameaça à estabilidade nacional. Com uma direita sem rumo nem causas, apenas preocupada em sobreviver, e com uma esquerda totalmente irresponsável e desprendida do bem-estar dos portugueses, como ficará o País sem a estabilidade política destes anos? Condenado a um período de quase ingovernabilidade."


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Sérgio Bernardo a 27.04.2009 às 19:12

Como seria de esperar o autor desse texto só se esqueceu de mencionar o seguinte: como iremos sobreviver nos próximos anos com uma maioria absoluta do PS, a desbaratar tudo e mais alguma coisa para construir obras loucas, deixando o país à míngua.
Imagem de perfil

De José Gomes André a 28.04.2009 às 04:58

Para o autor é fácil responder: não vamos. Se o PS não tiver maioria absoluta o mundo será tragado por um buraco negro e puff...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 27.04.2009 às 21:18

Boa série, José. Todas as soluções políticas são preferíveis à da renovação da maioria absoluta do PS. Essas 'chantagens' não têm qualquer razão de ser.
Imagem de perfil

De José Gomes André a 28.04.2009 às 04:59

Também acho, caro Pedro. Mas vamos ouvir vezes sem conta o já esperado "ou nós ou o caos"....
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 28.04.2009 às 12:35

Tal como já prevíamos, este tema das chantagens vai dar "pano para mangas".
Quanto ao texto do Carlos Manuel Castro:
"...caso o PS ganhe as próximas eleições legislativas com minoria, tal representaria uma forte ameaça à estabilidade nacional..." e prossegue..."como ficará o País sem a estabilidade política destes anos?"
Mas que estabilidade, pergunto eu? Talvez nem o próprio autor saiba responder. Será que este senhor vive neste planeta e neste país?
O PS não merece ganhar as próximas legislativas, nem com maioria, nem com minoria. É claro que por falta de qualquer opositor minimamente válido, vai ter que ganhá-las, quase "à força", digamos. Mas como diz o Pedro Correia, e bem, todas as alternativas a uma eventual nova maioria, serão bem-vindas.
Um abraço.



Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D