Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Olé, España!

por Rui Rocha, em 01.07.12

A Espanha venceu o Euro 2012 com inteira justiça. Merece o título pelo que jogou nos trinta minutos do prolongamento contra Portugal e pela primeira parte que fez contra a Itália. Hoje, contra os transalpinos, soube gerir o espaço e o passe. E os tempos do jogo. E conseguiu dar-lhe, quando foi preciso, uma terceira dimensão de profundidade. É justo dizer que o sucesso da Espanha em três competições internacionais sucessivas não acontece por acaso. Está, naturalmente, sujeito às contingências da sorte e do azar. Mas, existe um trabalho de formação consistente e contínuo que faz com que a Espanha seja uma fortíssima candidata à vitória em qualquer situação, mesmo ao nível das camadas mais jovens. Para os portugueses, fica a consolação de terem feito um campeonato honesto e de a selecção ter parecido a única realmente capaz de parar a Espanha. O árbitro da final, Pedro Proença, tal como a selecção, falhou nas grandes penalidades. Hoje ficou por marcar uma contra a Itália, o que em nada lhe retira o mérito de ter sido escolhido para apitar as duas grandes finais futebolísticas do ano. Na competição dos comentadores, a vitória foi, por goleada, para Carlos Daniel. Resta agora esperar por 2014. Como diriam os vencedores de hoje, todos queremos más, más y más y mucho más.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.07.2012 às 23:14

De acordo, Rui. Com a análise das duas selecções finalistas. Com o reparo ao trabalho do Pedro Proença, que trabalha lá fora de forma muito diferente do que faz cá dentro (embora aquele penálti perdoado hoje à Itália tivesse sido uma falha flagrante, havendo também dúvidas sobre um penálti cometido pelos espanhóis). E com o merecido reconhecimento ao trabalho do Carlos Daniel, que pela minha parte torno extensiva à generalidade da equipa da RTP, que esteve em grande nível neste Europeu.
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 01.07.2012 às 23:36

A questão que fica é a de saber que factores existem no microclima português que influenciam negativamente o desempenho de árbitros como Pedro Proença.
Sem imagem de perfil

De Gastão a 01.07.2012 às 23:46

Pelo menos reconheceu que a Espanha mereceu ganhar à Itália, apesar dos seus sentimentos de raiva e ódio com que escreveu o seu anterior texto. Mais, no jogo com a Espanha não foi esta que ganhou mas sim Portugal que perdeu ao não marcar quando teve oportunidades e depois falhar as penalidades. Por outro lado, se não sabe eu conto que em Espanha foi dito publicamente, por vários meios de comunicação, que a selecção que mais respeito lhes mereceu foi a de Portugal e que tiveram muito receio durante todo o encontro. Além disso, Portugal foi a única selecção que não sofreu golos no confronto com a Espanha. Por fim, reitero que Portugal sai com a imagem reforçada, uma vez que foi eliminado pelo campeão. Ou não tem essa opinião?
Sem imagem de perfil

De Vasco a 02.07.2012 às 10:10

"a Espanha não foi esta que ganhou mas sim Portugal que perdeu". Não há nada com um eufemismo logo pela manhã, apesar de este ter sido feito à noite.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D