Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Nunca mais é Sábado

por José Navarro de Andrade, em 25.06.12

Nada é mais sério para os comentadores de futebol do que o futebol. Ora como o futebol em Portugal ascendeu à categoria do mais sério dos assuntos, a seriedade dos seus comentadores de pendão e caldeira, dira mesmo a supina gravidade com que eles discreteiam sobre a coisa, adquiriu uma seriedade de tal modo estratosférica que nem se lhe vê a finalidade, como dizia uma tia pernóstica que em tempos tive.

Poder-se-ão dividir os comentadores de futebol em duas categorias genéricas.

Uma consubstanciemo-la na parcimoniosa figura de Freitas Lobo, que assimilando os rigores da mecânica quântica de Niels Bohr aos adjectivos de Jorge Luis Borges, derrama sobre o futebol uma ciência e uma poesia dignas de Mary Shelley e com iguais consequências. Pululam os epígonos de Freitas Lobo, andando de canal em canal e de jornal em jornal, nenhum tão dominador da vantajosa “razão suficiente” de Leibnitz como o grão-mestre.

Outra categoria é-nos despejada por um homem deliberadamente só, o inexorável e oleaginoso Rui Santos. Sem nunca citar um nome, flagrar uma situação, coligir uma prova, no que parece proceder da emérita escola de Otávio Machado; sem prescindir do presciente dom da opinião universal perpetuamente auto-sustentada, logo cheia da sua própria e imbatível razão, aqui decorrendo do método de Rebelo de Sousa; Rui Santos arrasa o Sistema até aos caboucos, semana após semana. De tal desmoronamento fica tanta poeira no ar e é tamanha a fumarada que não vemos bem o que sucedeu e o que sobra, mas se ele diz que derrubou é porque derrubou mesmo.

Eu, que sou um bruto, vou mais pelos ingleses, esses bêbados para quem o futebol é entretenimento. E para agravar o meu caso, sou leitor fiel da petulante folha de couve When Saturday Comes muito justamente intitulada como “the half decent football magazine”.

Se houver paciência e mais nada que fazer, leia-se a crónica  do Itália X Inglaterra de ontem que estes ordinários publicaram – ele há gente que não se enxerga…


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Octávio dos Santos a 25.06.2012 às 18:56

É OCtávio Machado. Com «c» antes do «t».

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D