Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estímulos à portuguesa

por Leonor Barros, em 29.05.12

Autoria e outros dados (tags, etc)


40 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro Almeida a 29.05.2012 às 20:02

10 horas de trabalho diário? Ou dão 2 horas para almoço?
Enfim, já estivemos mais longe da China.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.05.2012 às 20:05

Mais vale ir limpar casas: 6 euros à hora x 8 horas são 48 euros por dia, x 5 dias da semana são 240, x 4 semanas são 960 euros e ainda subsídios de férias e natal.
Perdeu-se tudo neste país, principalmente a vergonha.
Sem imagem de perfil

De Pedro Almeida a 29.05.2012 às 20:10

Certas pessoas não podem perder o que nunca tiveram.
Digamos que se sentem mais estimuladas (lá está) a fazerem prova pública dessa mesma carência de personalidade.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.05.2012 às 21:16

Tem razão, não se pode perder o que nunca se teve.
Sem imagem de perfil

De Sara a 29.05.2012 às 20:25

O país das oportunidades.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.05.2012 às 21:17

Arquitecto a preço de oportunidade. Deve ser esta a oportunidade de que fala Passos Coelho.
Sem imagem de perfil

De Isabel T. a 29.05.2012 às 20:30

Isto é o pão nosso de cada dia,de quem anda á procura de trabalho
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.05.2012 às 21:17

Lamentável.
Sem imagem de perfil

De cenas underground a 30.05.2012 às 09:00

É verdade.
Sem imagem de perfil

De José Luiz Sarmento a 29.05.2012 às 20:40

Merda de país, com efeito.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.05.2012 às 21:18

Tenho uma outra etiqueta inspirada pelo Jorge Palma 'ai Portugal Portugal', mas esta é mais adequada a tão generosa oferta.
Sem imagem de perfil

De Vasco a 29.05.2012 às 22:06

Parece-me bastante absurdo que uma empresa de comércio a retalho de mobiliário e candeeiros precise de um arquitecto para desenhar em 3D. Não é uma fábrica nem um atelier que precise de conceber novos artigos, note-se, é uma chafarica que vende mobiliário a retalho. E mesmo que se tratasse de um lugar para conceber novos artigos, não se percebe por que motivo prefeririam um arquitecto a um designer de equipamento, por exemplo.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.05.2012 às 22:53

Vasco, não discuto os pormenores técnicos, mas não acha uma ofensa o salário que oferecem?
Sem imagem de perfil

De Vasco a 30.05.2012 às 09:58

Claro que sim, mas o absurdo dos ordenados já se pratica há muito tempo - não é de agora. Especialmente nos anúncios do IEFP.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 29.05.2012 às 22:14

A bolha especulativa da educação está a rebentar...
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 29.05.2012 às 22:22

Ó Leonor senti um calafrio...
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 29.05.2012 às 22:26

Mas quem diabo promove esta "Medida Estímulo 2012"? Isso gostava eu de saber. O POR Norte?...
(Nota: infelizmente para muitos arquitectos isto não é novo e passa-se há vários anos, com estas quantias muito próximas do smn).
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.05.2012 às 23:02

O Instituto de Emprego e Formação Profissional. Vê aqui: http://www.iefp.pt/apoios/empresas/Paginas/MedidaEstimulo2012.aspx
Depois de ter lido estas balelas ainda fiquei mais irritada. Fazer com que as pessoas regressem ao mercado de trabalho para fazer trabalho escravo. Asco puro.

Não eram só arquitectos, Laura. Na notícia que linko fala-se de dentistas a tempo inteiro por 650 euros e engenheiros mecânicos com conhecimentos de inglês, francês e espanhol por 700 euros. Julgo que depois da notícia do 'Público' foram retirados os anúncios mas apanhei este hoje no Facebook.
Sem imagem de perfil

De Vasco a 30.05.2012 às 12:06

Por isso é que eu questionei (não sei se de forma clara) a autenticidade deste anúncio. Para além da desadequação de funções, tanto quanto sei essa medida contempla não sei quantas horas de estágio+formação para desempregados de longa duração e parece-me um bocado disparatado para o sítio e para a oferta. Mas posso estar enganado.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 30.05.2012 às 13:22

O link do Público explica, Vasco. Ouvi esta notícia na rádio logo de manhã. Entretanto o anúncio foi retirado.
Sem imagem de perfil

De zedeportugal a 30.05.2012 às 00:53

Vede que há quem se dedique à estimulação russa, criando o seu próprio negócio em demonstração de grande nível de empreendedorismo (quiçá(?) um exemplo daquilo a que apela o grande líder pedregulho):
http://www.youtube.com/watch?v=shNt0aU4fas

Sem imagem de perfil

De zedeportugal a 31.05.2012 às 00:17

Não deixa de ser curioso que apenas eu e o comentador que se apresenta como lucklucky não tivemos direito a resposta da Leonor.
Não pode ser pelas mesmas razões.
So, I can't help wondering why...?
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 31.05.2012 às 13:45

É muito curioso é que se exija um comentário a nada que tem para comentar. Desconhecia que o lucklucky , seja lá ele ou ela quem for, o tinha nomeado para advogado de defesa da minha não resposta. E para que conste, o Delito de Opinião tem por hábito responder aos seus comentadores, se for a outro blogue qualquer são capazes de o ignorar por completo, mas não temos obrigação de o fazer e reservo-me o direito de não comentar o que me apetecer e obviamente o que não tem resposta.
Sem imagem de perfil

De zedeportugal a 01.06.2012 às 00:02

se for a outro blogue qualquer são capazes de o ignorar por completo
Muitas vezes assim acontece. Por vezes até... ostensivamente. Mas este não é outro blogue qualquer, pois não?

reservo-me o direito de não comentar o que me apetecer
Senhora que é senhora reserva-se sempre o direito... de várias coisas, entre as quais, por exemplo, a de responder com um texto delicioso a quem não quer responder mas declarando que se reserva o direito de o não fazer.

Imagem de perfil

De Leonor Barros a 01.06.2012 às 00:24

Tem razão, este não é outro blogue qualquer, por isso mesmo lhe respondi mas reservo-me o 'tal' direito, por isso nem a todos respondo.
Sem imagem de perfil

De André Miguel a 30.05.2012 às 08:40

Mestre em Arquitectura por 500 Euros???????
Vão gozar com outro, por amor de Deus! Empresários destes merecem toda e qualquer crise que lhes caia em cima.
Os empresários lusos são, sem dúvida, um caso sui generis: lá fora quando em crise procuram-se os melhores, por cá procuram-se os mais baratos. Depois temos um problema de produtividade. Pois.

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D