Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cinco questões sobre a entrevista

por José Gomes André, em 22.04.09

1. Quando deixará Sócrates de insultar os entrevistadores, enxovalhar os críticos ("indivíduos que me injuriaram") e usar de uma altivez insuportável na exposição dos seus argumentos?

2. Quando é que Sócrates apresenta um verdadeiro plano de combate à crise que vá além da distribuição de uns escassos subsídios anunciados a conta-gotas?

3. Será que Sócrates compreende que o "caso Freeport", na sua vertente "política", não gira à volta do licenciamento daquela coisa abstrusa, mas sim em torno de um processo no qual o seu nome persiste em surgir associado a actos de corrupção e abuso de poder?

4. Alguma vez ouviram um primeiro-ministro enunciar publicamente uma lista de jornalistas "maus/inimigos" (TVI) e "bons/amigos" (João Marcelino)? Alguém acha este comportamento reprovável - para não dizer vergonhoso?

5. Depois de insistir na ideia de que "carrega às costas uma cruz", será que o primeiro-ministro ficará conhecido na história como "Sócrates, o Cristo tuga"?

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Ómega 3.14 a 22.04.2009 às 09:00

Eu desconhecia por completo que Sócrates andava numa bicicleta e Cavaco noutra. Sempre julguei que tivessem direito cada um a um BMW.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.04.2009 às 09:17

Nunca mais é sexta.

Quando chegam as 20:00 fico todo contente e não é por mais nada: é só por saber que ao Sócrates quase lhe dão apoplexias semanais.
Sem imagem de perfil

De Amêijoa Fresca a 22.04.2009 às 10:34

I Parte

A inconsciência governativa
aliada à sua natural incompetência,
resulta numa política pouco efectiva
baseada numa ridícula prepotência!

Pelas estrelas orientado
na elaboração de fantasias,
este (des)Governo desorientado
propagandeia hipocrisias!

Ao escutar estas informações
o mexilhão fica preocupado,
para agravar temos as afirmações
deste (des)Governo sincopado!

II Parte

Com o país a arder
ateado pelo (des)Governo socialista,
pois esta gente do poder
desenvolve uma política miserabilista.

O povo não pode ficar calado
perante o descalabro irracional,
o mal-estar está instalado
no bem-estar nacional.

O mexilhão expectante
não pode ficar paralisado,
o momento é importante
para o país ser analisado!
Sem imagem de perfil

De Observador de Diferenças a 22.04.2009 às 10:59

Os «argumentos» de Sócrates não são argumentos: são verdades insofismáveis.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 22.04.2009 às 12:32

Até mesmo estrebuchar, como foi evidente nesta entrevista, Sócrates faz com arrogância: uma espécie de fuga em frente, matando todos pelo caminho para não ir sozinho. Impressiona-me tanta falta de humildade e de tacto, e acho que lhe vai sair muito cara esta colecção de inimigos que tem feito desde que está no poder. Os tais das cabalas e das campanhas negras.
Sem imagem de perfil

De Ana Cristina Leonardo a 22.04.2009 às 13:18

atão e ninguém fala do "no way jose" saído hoje no DN, o artigo jornalístico mais esclarecedor que me foi dado ler desde que o Gutenberg inventou a tipografia?
Sem imagem de perfil

De Blondewithaphd a 22.04.2009 às 15:46

Pergunta: é mesmo para responder? Hmm...
Sem imagem de perfil

De Sinapse a 22.04.2009 às 15:55

Ouvi dizer que o zângão (http://postaisdebxl.blogspot.com/2009/04/zangao-rezingao.html) ensaiou umas ameaças veladas à Judite. Ó ó ó Judite, olha que eu já processei 26 jornalistas, vê lá se queres ser a seguinte na lista ...

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D