Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Para a Helena

por Ana Vidal, em 24.04.12

Do not stand at my grave and weep;
I am not there. I do not sleep.
I am a thousand winds that blow.
I am the diamond glints on snow.
I am the sunlight on ripened grain.
I am the gentle autumn rain.
When you awaken in the morning's hush
I am the swift uplifting rush
Of quiet birds in circled flight.
I am the soft stars that shine at night.
Do not stand at my grave and cry;
I am not there. I did not die.

 

(Mary Elizabeth Frye)

 

Com um beijo muito especial.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 24.04.2012 às 19:34

Permita que junte isto:

"...Assez vu. La vision s'est rencontrée à tous les airs.
Assez eu. Rumeurs des villes, le soir, et au soleil, et toujours.
Assez connu. Les arrêts de la vie. - Ô Rumeurs et Visions !
Départ dans l'affection et le bruit neufs ! ..."

A.Rimbaud

um beijo,Helena.
Sem imagem de perfil

De Gi a 24.04.2012 às 19:43

Sem palavras, peço licença, Ana, para deixar sob este poema tão bonito um beijo à Helena.
Sem imagem de perfil

De maria madeira a 24.04.2012 às 19:52

Melhor homenagem não existiria.
E assim vai ficando o nosso Portugal. Mais pobre, sem estes grandes Homens.
Um grande bem haja, Dr.Miguel Portas.
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 24.04.2012 às 20:12

Um beijo muito sentido, Helena. Mas ele passou apenas para o quarto ao lado.
Imagem de perfil

De André Couto a 24.04.2012 às 20:19

Sem palavras, Ana. ):
Imagem de perfil

De João Campos a 24.04.2012 às 20:24

Um magnífico poema, Ana. Se me permites, faço minha esta tua bela dedicatória, com um grande beijo para a Helena.
Sem imagem de perfil

De Maria a 24.04.2012 às 20:38

Sou mãe e não tenho palavras para lhe dizer, querida Helena.
Um abraço enorme e as minhas lágrimas, por si e seu filho.
Maria
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.04.2012 às 21:50

Belo poema, que diz - mais e melhor - tudo quanto pudéssemos dizer também, Ana.
Sem imagem de perfil

De Outside a 25.04.2012 às 21:41

Só e tão só para enviar um sentido abraço a Helena Sacadura Cabral.

Foi, ou melhor, tornou-se para mim um prazer escutar a voz de Miguel Portas.

David F.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D