Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Osmose

por José António Abreu, em 13.04.12

Sempre o achei um tipo estranho. Na universidade tinha um quarto na mesma casa que eu mas era uma espécie de roda sobresselente no grupo em que eu me inseria. Teve um par de relações que não duraram. Fartava-se de falar no cão que os pais lhe haviam oferecido quando fizera doze anos – o canídeo mais inteligente do mundo, a acreditar nos relatos que nos impingia.

Depois da universidade passei a vê-lo mais raramente. Ainda assim, morando na mesma cidade, encontramo-nos de vez em quando. Casou há menos de um ano. Contou-me que conheceu a mulher, Paula, quando o cão dele, filho do que mencionava na universidade, se interessou pela cadela dela. Paula era simpática mas tão estranha quanto ele. Parecia viver para a cadela. Na realidade, apesar de casados, ambos pareciam continuar a viver para os respectivos cães. Demorei algum tempo a perceber que apenas o entusiasmo dos cães um pelo outro os unira. Fora uma espécie de osmose. A atracção dos cães fizera com que se sentissem atraídos. Percebê-los excitados provocara a sua própria excitação. Observá-los a ter relações sexuais levara-os a tomar consciência de que também o desejavam fazer. Evidentemente, durou pouco. O cão dele engravidou uma cadela do prédio em frente e Paula reagiu mal. Disse-lhe: «Isto já não faz sentido.» Não constituiu um grande choque para ele. No fundo, estava de acordo.

Agora encontra-se todos os dias com o dono da cadela (passam imenso tempo a debater com quantos cachorrinhos cada um ficará e o que fazer com os restantes) e começa a sentir-se atraído por ele. «A verdade é que Paula nunca me completou. Bom, talvez no início. Mas depois… Sabes, começo seriamente a pensar que sou gay.»

 

(Também aqui.)

Tags:


13 comentários

Imagem de perfil

De Rui Rocha a 13.04.2012 às 10:17

Isto é a versão Elevador da Fnac do Chiado dos 101 Dalmatas, não é?
Imagem de perfil

De José António Abreu a 13.04.2012 às 10:33

Bom, os dálmatas não se vestem totalmente de preto mas usam um padrão com pintas negras que é um bocado suspeito.

Para ser sincero, não sei muito bem o que isto é.
Mas espero que não estejas a comparar o meu estilo de escrita ao do José António Saraiva...
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 13.04.2012 às 10:40

Na, na, na. De todo. A inclinação da tua escrita é muito diferente.
Imagem de perfil

De José António Abreu a 13.04.2012 às 11:22

Ah, então está bem. Ele escreve em quê, arial narrow?
Sem imagem de perfil

De hcl a 13.04.2012 às 11:11

Se o tipo tem um coelho era só inveja
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 13.04.2012 às 12:24

Ó jaa acho bem curiosa esta forma de descobrir a própria sexualidade...
Imagem de perfil

De José António Abreu a 13.04.2012 às 12:29

Helena: aqui entre nós, eu até estou a pensar em arranjar um cão.
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 13.04.2012 às 13:11

Sou capaz de fazer o mesmo. Sei lá o que irei descobrir para animar a minha vida...
Imagem de perfil

De José António Abreu a 13.04.2012 às 14:46

Eh, pessoas famosas não precisam de cães, Helena. Mas não custa experimentar.

P.S.: Talvez possamos ambos pedir conselhos à Maggie, d'O Destino Marca a Hora. :)
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 13.04.2012 às 19:42

É das poucas pessoas que conheço que nessa matéria nos podia ajudar. Acontece que eu tenho pouco espírito franciscano e, mal por mal, sempre prefiro os homens!
Sem imagem de perfil

De hcl a 13.04.2012 às 14:01

Isso quer dizer que pensa que é gay?
Imagem de perfil

De José António Abreu a 13.04.2012 às 14:39

Não, apesar de hoje até ter vestida uma camisola preta, não sou. Mas era uma questão de o deixar apenas travar conhecimento com cadelas (ou cães, que me seriam indiferentes as inclinações dele) passeadas por senhoras.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D