Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Lusa encarregada

por João Carvalho, em 28.03.12

«A deputada encarregue de dar o parecer sobre a revisão do Código do Trabalho, a 'bloquista' Mariana Aiveca, considera que a proposta do Governo "não reúne os requesitos (...)" » A notícia da Lusa também não reúne os requisitos: é "encarregada" que se diz, não é "encarregue".


10 comentários

Sem imagem de perfil

De André a 28.03.2012 às 10:16

Nem 'requesitos' se escreve. Escreve-se 'requisitos'.
Infelizmente já vamos ficando habituados à qualidade do trabalho da generalidade dos jornalistas.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.03.2012 às 10:22

"Requesitos" dei de barato, na esperança de que fosse uma simples gralha, mas tem toda a razão e começa a palpitar-me que é mais uma gralha mental.
Sem imagem de perfil

De purista a 28.03.2012 às 10:35

Dicionário Priberam

Encarregue: - Encarregado, que recebeu encargo, incumbido.

Porto Editora: - Encarregue: -Forma de encarregar...
Dar encargo, incumbir.

Dicinário Luso Brasileiro: Encarregue: incumbir.. dar encargo.

V. Excia fica encarregue de não atirar pedras!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.03.2012 às 10:59

"V. Excia» é o quê? Só conheço V. Ex.ª, certo? No Brasil, "Companhia" também se escreve "Cia", mas em Portugal é "Comp.ª".

Porém, sugiro-lhe que esqueça e que não venha querer dar lições antes de saber do que fala, sim? O caso em apreço não é sobre português do Brasil (a Enciclopédia Portuguesa Brasileira trata da língua em ambos os países), nem sobre acordês.

É "encarregado" que se diz e a agência Lusa tem não só obrigação de saber isso, como deve ser capaz de se defender sozinha aqui.

Portanto, tome nota para aprender e esqueça a sua falsa lição..
Sem imagem de perfil

De sampy a 28.03.2012 às 10:54

De facto, embora a norma a considere incorrecta, tal forma participial vai fazendo paulatinamente o seu caminho, sendo já aceite em alguns dicionários.
Isto da língua viva tem os seus quês...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.03.2012 às 11:21

Pois tem, mas um deles é haver normas para a gente se entender. Por andarmos a inventar o que já existe é "contratualizar" anda a substituir "contratar", "listagem" anda a substituir "lista", "criminalizar" anda a substituir "incriminar", "acessibilidade" anda a substituir "acesso", e mais um chorrilho de disparates que anda a engrossar todos os dias por causa do excesso de tempo de antena que é dado aos impreparados políticos e dirigentes desportivos.
Sem imagem de perfil

De cenas underground a 28.03.2012 às 12:14

Neste caso não concordo consigo, não se pode pedir a um comum jornalista que seja especialista em língua portuguesa.
Para o português comum, se uma palavra existe no dicionário (sem nenhuma referência que desaconselhe o seu uso), ela pode ser dita e escrita.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.03.2012 às 12:26

Neste caso não concordo consigo. Nem sei se o jornalista é comum, mas sei que tem (já teve no passado e devia ter no presente) um papel pedagógico relevante.
Sem imagem de perfil

De Teresa a 28.03.2012 às 12:08

Aleluia! Estou tão farta de ouvir e ler "encarregue" por "encarregado"!

E alerto o comentador brasileiro para o facto de o Priberam ter deficiências várias, eu própria já encontrei bastantes. É um instrumento últil para consulta rápida para a grafia de uma palavra, para o género de um substantivo, mas não pode suibstituir um dicionário.

Vejamos o que diz o Ciberdúvidas, que nos oferece confiança incomparavelmente maior:

http://ciberduvidas.pt/pelourinho.php?rid=1136
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.03.2012 às 12:28

Nem mais, Teresa.

Veja-se também a Infopédia, que é de consulta fácil e fiável: http://www.infopedia.pt/.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D