Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As excepções fazem a regra

por Helena Sacadura Cabral, em 26.03.12

Num universo de 159 empresas públicas, só sete poderão pagar ao seu presidente o mesmo vencimento que aufere o primeiro-ministro.

É caso para dizer que as excepções é que fazem a regra.


11 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos Faria a 26.03.2012 às 13:22

Confuso o artigo, lendo a notícia, existe 3 que podem auferir acima do PM, 4 até ao vencimento do PM e tudo o resto abaixo de Passos Coelho.
Por isso não percebo se o post é irónico ou pretende remeter para a notícia e cada um que tire as suas conclusões.
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 26.03.2012 às 13:46

É irónico sim. Que haja uma, vá lá duas excepções ainda se aceita. Tantas excepções é que me fazem confusão. As leis não se fazem para ter tantas excepções. Ou não?!
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 26.03.2012 às 13:35

É por estas e outras parecidas que perdi o respeito a este Governo. Miserável, este tipo de atitude. Resta saber quem são os papalvos neste país que afinal sofrem os anunciados cortes. Pergunto: se fizéssemos todos sacrifícios não seria mais rápido levar 'isto' para a frente? É um insulto!
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 26.03.2012 às 13:52

Ai! Leonor ando a clamar isso há imenso tempo. Se não houvesse esta dança de públicos - portugueses de segunda - e privados - portugueses de primeira - e os cortes fossem proporcionais para todos, tudo seria mais simples.
Mas a democracia, tão propalada, tem destas coisas...
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 26.03.2012 às 21:28

Não acho que seja um problema da democracia, Helena, é mais um problema de quem nos governa há trinta anos. Ao Governo actual não lhe chega dizer que é melhor que o anterior, tem de provar que o é. Não tenho visto o suficiente até agora.
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 26.03.2012 às 22:32

Leonor na democracia partidária tu não tens opções. Quem as tem são os partidos, que escolhem os seus boys ou as suas girls. Se actuam mal tu não tens a quem pedir contas.
Na democracia directa tu escolhes pessoas e até podem ser de vários partidos. É a elas que pedes contas e a elas que responsabilizas.
Não há nada que eu mais deteste do que estas associações a que chama pomposamente de partidos. E são as pessoas que eles lá põem que nos conduziram a isto.
Quero votar em A,B,C porque acredito na pessoa e no seu programa. Não neste regabofe sem rosto que se esconde detrás de uma sigla. Pronto desabafei!
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 26.03.2012 às 22:41

E desabafaste muito bem :)
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 26.03.2012 às 16:52

"se fizéssemos todos sacrifícios não seria mais rápido levar 'isto' para a frente?"

Não. Quem deve fazer scrifícios é quem ganhou com o aumento de despesa e levou o país à bancarrota: ou seja as EP's que aqui criticam e muito bem , as Obras Publicas, as empresas que navegam à volta do Estado, a Educação, a Saúde e os Pensionistas.
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 26.03.2012 às 17:48

Sobretudo os pensionistas...com reformas de miséria.
Porque os outros, os das douradas, arranjam tachos para arredondar as ditas, não vão elas não chegar.
Ou então mandam-nos para as organizações internacionais, para os compensar.
Quando chegar o seu tempo, creia, nem reforma vai ter. Porque mesmo que esteja no privado, o Estado, pode abarbatar-lhe o seu Fundo de Pensões e depois não pagar porque não tem dinheiro!
Imagem de perfil

De Faust Von Goethe a 27.03.2012 às 03:24

Pelo que tenho conhecimento, a Helena assim como vários pensionistas da banca, não devem estar a receber desde Janeiro... E porquê?
Simples: Transferência do fundo de pensões da banca para maquilhar os números do défice.
E quem pagou esta maquilhagem bonita, para aparecermos aprumadinhos e pomposos para judeu rico ver.
[a ler em http://www.welt.de/print/die_welt/wirtschaft/article13946136/Portugal-erhaelt-weitere-Hilfsgelder.html?fb_ref=dachzeile&fb_source=timeline]
Já que fez o seu acto de contrição-é preciso ter muita coragem e verticalidade para tal- desabafando em canal aberto, permita-me também fazer uma pequena inconfidência em comentário:
"Detesto que os políticos façam passar o povo por pacóvio!"

PS: Equiparo as manobras de engenharia financeira deste governo à fuga da carta de Houdini
[http://www.youtube.com/watch?v=wJRSry5e51c]
PS2: Já leu a notícia abaixo do Die Welt?
http://www.welt.de/print/die_welt/wirtschaft/article13946136/Portugal-erhaelt-weitere-Hilfsgelder.html?fb_ref=dachzeile&fb_source=timeline
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 26.03.2012 às 21:30

Já nem vou por aí. Se fôssemos um país decente os responsáveis iam dentro, como aconteceu na Islândia.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D