Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Como se fosse Detroit

por José Navarro de Andrade, em 22.03.12
 Michigan Central Station 

Biblioteca Pública 

Edifícios Metropolitan e Wurlitzer 

 Salão de baile do Hotel Lee Plaza

 

São fotos de uma exposição aqui dos fotógrafos Yves Marchand & Romain Meffre, sobre a colapsada cidade de Detroit.

 

Em vez de cuidar dos amigos como ouro, que sendo imperecível merece todo o desvelo, tratava-os como prata da casa, da que ganha verdete e tem de ser areada e posta ao sol a corar, sobretudo quando novas amizades poderiam substituir as antigas.

Cortava assim a direito cheio das suas razões in macchina, ora por descobrir que não era suficientemente mimado, ora por anunciar que o laço se desfizera. Sem que desse ele próprio exemplo desses cuidados, declarava agir em legítima defesa e despedia em vez de se despedir. Há quem chame a isto caprichos.

Ora não há quem goste de ser colher na boca de ninguém, para mais se colhido de surpresa, assistindo impotente ao desabamento sobre a sua cabeça do que julgava ser senão o melhor dos mundos, ao menos a parte dele que fomos capazes de ajardinar.

Depois de abandonada, uma cidade fica perdida.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De tric a 22.03.2012 às 19:44

simplesmente, impressionante!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 22.03.2012 às 21:58

Zé, este texto define na perfeição um tipo de pessoa de que todos nós conhecemos pelo menos um exemplar. Eu conheço uma pessoa assim, exactamente assim. Talvez por isso este teu "recado" me tenha impressionado tanto. É que eu jamais o diria tão bem como tu.
Sem imagem de perfil

De Madalena Vidal a 22.03.2012 às 22:24

Conhecemos todos alguém exactamente assim.
Sem imagem de perfil

De mary a 22.03.2012 às 23:03

acabei de me " despedir" de um assim,ele há coisas d diabo....caprichos e má educação ! gostei !
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 22.03.2012 às 23:44

Perfeito, Zé Navarro.
Imagem de perfil

De José Navarro de Andrade a 23.03.2012 às 11:34

Como dizia o outro, de agradecimento, varro o chão as vossos pés com a pena do meu chapéu.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D