Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pessoa by Louçã

por Ana Vidal, em 17.04.09

 

 

«Ó Ricardo Salgado, quanto do teu sal

é de Pinochet o capital?»

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


14 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 17.04.2009 às 21:22

Ahahahah!...
Sem imagem de perfil

De Virgínia a 17.04.2009 às 21:25

Muito Boa!!!!
Por isso o BES é o banco mais sólido.... pudera!!!!!!!
Sem imagem de perfil

De Virgínia a 17.04.2009 às 21:29

Pensando bem... esse Sal vai ser tributado com OS 60%???!!!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 18.04.2009 às 01:05

Não me parece que a salina vá à falência por causa disso, Virgínia...
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 18.04.2009 às 01:06

Obrigada, Cristina.
Imagem de perfil

De André Couto a 18.04.2009 às 00:22

A Ana Vidal já era da casa.
Agora que não é mais uma visita mas um membro da família desejo-lhe uma boa estadia!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 18.04.2009 às 01:03

Obrigada, André! Ainda estou a desfazer as malas, mas já conhecia os cantos à casa.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 18.04.2009 às 00:22

É... sem Sal ficava o Gado muito desamparado!

: )))
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 18.04.2009 às 01:04

Bem visto, mdsol. :-)
Sem imagem de perfil

De Luísa a 18.04.2009 às 02:21

A sua louçania, Ana, bem o Louçã gostaria de a ter. ;-)
Não sei se haverá entidade bancária que se safe, aqui e lá fora. Foram muitos anos de «desregulação» completa, que só serviram para que se ganhassem maus hábitos e se perdessem bons princípios.

Imagem de perfil

De Ana Vidal a 18.04.2009 às 10:03

Também não sei se haverá, Luísa, mas essa ideia assusta-me. Habituámo-nos a olhar para os bancos como fortalezas inexpugnáveis com que podíamos contar, fiáveis e sólidas, onde os nossos investimentos e poupanças (ou mesmo só o nosso salário) estariam protegidos de todas as crises. Mas esta onda de escândalos mina essa confiança e vai pondo todos eles sob suspeita, agora que vão ruindo como castelos de cartas perante os nossos olhos. Será que voltaremos ao maço de notas debaixo do colchão, de novo exposto aos ladrões de rua, mas a salvo dos de colarinho branco?
Sem imagem de perfil

De mike a 18.04.2009 às 15:34

O Louçã às vezes tem piada. Mas olha que tu às vezes usas o bisturi como um cirurgião experimentado. ;D
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 18.04.2009 às 15:43

Tenho que usá-lo com muito cuidado, Mike, porque não quero correr o risco de cortar alguma artéria ao Louçã...
Eu meto-me com ele, mas acho que o homem faz falta... não conheço ninguém melhor a morder nos calcanhares de todos e a destapar carecas!

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D