Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delito de Opinião

Dilma chora, coitada...

Helena Sacadura Cabral, 04.03.12

 

"Dilma chora ao pedir desculpa a ministro que demitiu duas vezes". 

 

Tata-se de Luis Sérgio, que começou no governo Rousseff, no Ministério das Relações Institucionais, de onde quase sem aviso foi retirado, no ano passado, sendo substituído pela senadora Ideli Salvatt, amiga de Lula, como prémio de consolação por não ter conseguido ser eleita para o Senado.

O afastado, também à laia de prémio de consolação, foi colocado no Ministério das Pescas, que não tem importância no cenário político brasileiro, onde ficaria apenas alguns meses, para ser de novo demitido, para acomodar no governo Marcelo Crivela, bispo da Igreja Universal do Reino de Deus e sobrinho do líder máximo da seita, Edir Macedo. Consta que terá sido colocado no seu lugar para tentar conter a irritação dos evangélicos contra vários ministros do governo de Dilma que se haviam manifestado favoráveis ao aborto e ao casamento homossexual. Mas agora o ex-ministro foi apanhado mesmo de surpresa pela demissão, já que se encontrava de  férias.

Dilma, ao presidir à cerimónia da tomada de posse de Crivela, pediu desculpa ao amigo, militante de muitos anos do Partido dos Trabalhadores, e não conteve as lágrimas nem conseguiu evitar a voz embargada ao falar sobre o aliado que demitiu duas vezes.

Com amigos destes é melhor ter inimigos. Mesmo que não chorem...

3 comentários

Comentar post