Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Dama de Ferro

por Luís Menezes Leitão, em 08.02.12
Agora que está demonstrado para todos a armadilha que foi o euro, convém recordar quem é que teve a inteligência de deixar o seu país fora dessa embrulhada. A senhora Thatcher bem sabia que o Parlamento não poderia entregar toda a sua política monetária a uma instituição externa, que obviamente não decidiria em favor dos interesses dos cidadãos britânicos. Como ela bem diz, a decisão de aderir à moeda única só pode ser tomada uma vez, e implica uma perda total de soberania, que os deputados ingleses não tinham o direito de fazer ao seu Parlamento, em prejuízo dos futuros eleitos. Passados todos estes anos, e perante o iminente colapso do euro, está à vista quem tinha razão. O que nos faltou em Portugal foi sempre políticos que não fossem atrás de qualquer imposição europeia e soubessem também dizer: "Não, não e não".


29 comentários

Imagem de perfil

De Luís Menezes Leitão a 08.02.2012 às 17:26

Chamando "piegas" aos outros e utilizando discursos optimistas como esse bem pode ser convidado para assessor de Passos Coelho. Há uns anos atrás Vasco Pulido Valente recomendou um slogan para usar com esse tipo de discursos: "Vamos ganhar porque somos os mais fortes". Mas a seguir confessou que o slogan não era original. Foi o usado pelos franceses no início da II Guerra Mundial. Três semanas depois Hitler entrava em Paris...
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 08.02.2012 às 18:22

Entre apetecer-me chamar-lhe piegas e chamar-lhe há uma diferença. E o serviço publico nunca me entusiasmou, sou mais da privada. Como serviço publico bastou-me a tropa e os tempos que passei em Angola.
Mas vir falar da 2ª guerra é sintomatico: há quem passe a vida a olhar para trás. Eu, apesar de ter 60 anos, continuo a querer olhar prá frente, porque como se diz na minha terra: "pra trás, mija a burra"!
Imagem de perfil

De Luís Menezes Leitão a 08.02.2012 às 21:20

O problema é que já vimos este filme. E quando isso acontece sabemos como é que acaba.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D