Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A batata quente

por João Campos, em 24.01.12

Parece que corre para aí uma petição para "obrigar" Cavaco Silva a abandonar o cargo de Presidente da República. Compreendo perfeitamente que não gostem do homem, mas ocorre-me perguntar às milhares de almas que já assinaram a coisa: onde estavam em Janeiro de 2011, quando decorreram as eleições presidenciais? Levantaram todas o rabiosque do sofá e foram exercer o direito de voto, ou ficaram refastelados no sofá com o aquecedor ligado, pois era Inverno, fazia muito frio lá fora e até estava a dar um bom filme na televisão?

 

Não entro na polémica da legitimidade levantada na altura, à luz da qual a taxa de abstenção de 52 por cento - mais de metade da população em idade de votar - não permitia legitimar Cavaco Silva enquanto Presidente da República. Isso é conversa da nossa triste esquerda, para quem a vitória eleitoral dos seus candidatos é a "vontade do povo" e a vitória eleitoral dos candidatos de direita é um "golpe de Estado". Da mesma forma, não embarco na conversa da obrigatoriedade do voto. Votar é um direito que os cidadãos podem ou não exercer. Dito isto, 52 por cento dos eleitores exerceu o seu direito de voto ao decidir justamente não o exercer. Disse: "não quero saber" - e deixou a batata quente nas mãos dos restantes 48 por cento. Estes, escolheram Cavaco por maioria absoluta logo à primeira volta.

 

Ora isto é Democracia - escolhermos, nos momentos para isso preparados, os nossos representantes e os nossos governantes, tendo periodicamente a oportunidade de correr com eles se não os quisermos mais no poleiro, ou mantê-los no cargo em reconhecimento do seu bom trabalho (ou, no nosso caso, por as alternativas serem ainda piores). A Democracia faz-se disto, e não de estados de alma, de petições ridículas alimentadas nas redes sociais e de protestos inconsequentes por causa de declarações obtusas.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D