Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O país celebra a reeleição de Cavaco Silva.

por Luís M. Jorge, em 23.01.12

Coisas boas: ajudou-nos a escorraçar Sócrates — embora com anos de atraso. Um patriota teria resolvido o problema em 2008.

 

Pequenos gestos: este desejo recente de incentivar o crescimento. É inútil para debelar a loucura do Governo, mas ornamentará com brio a tese de mestrado de um historiador do futuro.

 

De resto: o desastre absoluto, que nem a direita que o elegeu se atreve a defender. As suas confissões sobre economia doméstica levam-me a concluir que o homem não está bem.

 

Alzheimer? Há muito disso no PSD.


7 comentários

Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 23.01.2012 às 22:21

Ó Luis este teu post é fatal!
Menos mal, contudo, pelo viço que o produto ostenta. Olhem que eu disse viço. Não tresleiam!
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 23.01.2012 às 22:31

"Coisas boas: ajudou-nos a escorraçar Sócrates."
Quando? Cavaco foi um dos grandes apoiantes de Sócrates. Os 20 mil milhões de nova Dívida em 2010 só foram possíveis com o seu empurrão. Um record de 2000 Euros por Português ou se quiser mais de 4000 euros de dívida por português que trabalha num só ano.
Cavaco esteve calado a ver a Dívida subir de 90 mil milhões para 170 mil milhões.
Mas agora com outros no Governo até se dá ao luxo de incentivar mais impostos e até especifica quais devem ser.
Sem imagem de perfil

De sampy a 24.01.2012 às 15:28

Mas a questão é: será que ele poderia ter agido de forma diferente relativamente a Sócrates?

O autor do post diz: "Um patriota teria resolvido o problema em 2008". Porventura estará a esquecer-se dos patriotas que reelegeram Sócrates em 2009. Ou dos que, em 2012, vivem ansiando pelo seu regresso, continuam seus fiéis lacaios dentro do grupo parlamentar e vão sonhando com a sua candidatura às próximas presidenciais. Certamente para ajudar a escorraçar este Governo e a sua loucura...

Imagem de perfil

De Ana Vidal a 23.01.2012 às 22:53

O país já não celebra coisa nenhuma, Luís. E se sugeres que aquele belíssimo tomate seja atirado ao nosso reformado em apuros financeiros, esquece. É bom de mais para isso e a crise não permite desperdícios. Usemo-lo numa salada ou num gaspacho, é bem mais útil.
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 23.01.2012 às 22:55

A mim sempre me ensinaram que não se devia falar em público das contas de casa.
É tudo uma questão e bolo-rei, seja ele pequeno ou grande.
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 23.01.2012 às 23:24

Eu tenho pena do tomate, lá isso tenho.
Sem imagem de perfil

De cr a 24.01.2012 às 17:17

Coitadinho do fruto...
Se é para votar em alguém, eu voto no TOMATE!
Nem se pode comparar este exemplar maravilhosamente vistoso, com aquela espécie de Freddy Krueger sem unhas....

(PS. Luis podia ter escolhido uma espécie assim mais para o murcho e menos vistosa, refiro-me ao tomate claro)

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D