Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Para acabar de vez com a cultura?

por Ana Vidal, em 11.01.12

Não é que eu esperasse muito da Lusa, mas aqui está mais uma prova de como os critérios editoriais têm vindo a mudar em Portugal nos últimos anos. Admito, por razões orçamentais, que sejam fundidas as secções "lusofonia" e "internacional" numa única editoria, mas que se extinga liminarmente a de "cultura", passando os seus elementos para a de "sociedade", diz tudo sobre o que é realmente importante para quem escolhe as notícias que nos faz chegar. Espera-nos, provavelmente, uma cultura cor-de-rosa.

 

Uma sociedade que desvaloriza a cultura - a sua e a dos outros - não vai longe, nunca. 

 

Nota: Woody, passo a vida a citar-te. Desculpa lá o abuso.


15 comentários

Sem imagem de perfil

De André Miguel a 12.01.2012 às 08:46

Nas últimas férias bati com o nariz na porta do Museu Nacional de Arte Antiga no dia 31 de Dezembro. Tinha o aviso na porta de que o Director do Institutos dos Museus e Conservação assim o tinha decidido.

Duas observações:
1 - A cidade estava pejada de turistas, pelo que a decisão é completamente incompreensível.

2 - Se não havia tolerância de ponto para a função pública porquê esta excepção?

E não me recordo de ver isto referido nos media ou na blogosfera. Assim vai a nossa Cultura...
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 12.01.2012 às 11:07

Acontece isso frequentemente nos feriados quando a cidade está cheia de turistas e de crianças que poderiam começar a aprender a "ver".
Mas, de facto, entre nós ninguém parece saber o que é cultura, ou mesmo o que se deve fazer para tentar saber o que seja.
Sem imagem de perfil

De Francisco Crispim a 12.01.2012 às 13:41

"ninguém parece saber o que é cultura"

Eu não sei. Mas a senhora, pelos vistos, sabe. Conte lá à gente, então.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 12.01.2012 às 14:15

Ó Francisco Crispim, o que é que quer provar com essa insistência? Já que não se consegue definir com exactidão o conceito, então é melhor acabar com ele? Conte lá à gente, então.
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 12.01.2012 às 14:17

Ó meu caro Crispim se eu soubesse, ao certo, o que era a cultura, chamava-me Eduardo Lourenço.
Por isso tento lê-lo. Para aprender. Sempre é melhor que nada.
Vou aos museus e tento aprender a olhar. Oiço discos e tento aprender a ouvir.
Culta, eu. De certo não. Mas esforçada, de certo sim.
Não vê como me esforço a responder-lhe? Catita é o que sou!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 12.01.2012 às 16:25

Eheheheh. Catita, de facto! Bjs
Sem imagem de perfil

De Francisco Crispim a 12.01.2012 às 17:26

Decerto.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 12.01.2012 às 20:00

Francisco Crispim, veja lá não lhe caia um dente com a gracinha.
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 12.01.2012 às 14:20

Ah! Caro Crispim
Esqueci-me: sou boa cozinheira. Será que vale alguma coisa para o conceito de cultura gastronómica?!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 12.01.2012 às 13:01

Não sabia desse caso específico, mas continuo sem entender os horários de muitos museus e exposições.
Sem imagem de perfil

De Francisco Crispim a 12.01.2012 às 09:48

O que é a cultura?
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 12.01.2012 às 13:03

Uma coisa cada vez mais difícil de definir, meu caro.
Sem imagem de perfil

De c a 12.01.2012 às 13:47

A Lusa foi das primeiras a aplicar o «acordo ortográfico» Limita-se agora, agir em coerência.
A unica coisa que me desagrada é que somos nós que pagamos aquilo.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 12.01.2012 às 14:12

A Lusa tem vindo a perder qualidade e exigência, isso é óbvio. Mas acabar simplesmente com a secção de cultura, como se isso fosse um tema menor para notícias, é bater no fundo.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D