Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mãos à obra

por Teresa Ribeiro, em 31.12.11

O melhor é ser pragmático, tirar as pedras do sapato, escolher uma nuvem e deitar mãos à obra. O Pessoa percebia disto. Sigamo-lo em 2012.

 

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo,
e posso evitar que ela vá à falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios,
incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um "não".
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo…"

Fernando Pessoa

Feliz Ano Novo

Tags:


13 comentários

Sem imagem de perfil

De IsabelPS a 31.12.2011 às 13:58

A ideia é boa, embora a autoria seja duvidosa como aliás já foi discutido aqui se não me engano... ;-)

http://static.publico.pt/homepage/provedor/04.ruiAraujo/textos/2007.05.13.fernandoPessoa.asp
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 31.12.2011 às 16:25

Agradeço, IsabelPS, a informação. Estamos sempre a aprender. São os dois últimos versos que me cativam neste poema, aliás, são estes dois versos que se têm reproduzido por aí com insistência, sempre sendo atribuídos a Pessoa. Não sou especialista em Pessoa, mas conheço razoavelmente a sua obra. Nestas linhas, de facto, não se encontra a complexidade do seu pensamento, nem a sofisticação da sua escrita, mas quem leu as suas cartas para Ophélia sabe até que ponto o poeta pode ser desconcertante...
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 31.12.2011 às 15:38

Bom ano para ti também, Teresinha.
(hoje estou numa de diminutivos, nada a fazer... :-)
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 31.12.2011 às 16:29

Aninhas, abracinhos e beijinhos :)
Imagem de perfil

De João Severino a 31.12.2011 às 16:03

Os meus votos de Bom Ano Novo a todos os autores do DO.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 31.12.2011 às 16:29

Obrigada, João. Beijo.
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 31.12.2011 às 17:54

Um grande ano, ó 'freelancer', quem sabe se não nos encontramos outra vez na linha? - Olhe, psssst, é daqui? :)))) Bjs
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 31.12.2011 às 19:33

Luísa e Laura, beijinhos para as duas. Na linha vou eu meter-me um dia destes para tu me levares às lágrimas. Eheheh! Um grande ano para ti.
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 01.01.2012 às 17:16

Podes vir! Estás convidada para almoçar e regalar os sentidos naquele sítio, falo a sério.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.12.2011 às 19:31

Atenção: Isto nada tem a ver com Fernando Pessoa. é apenas a junção de textos de dois brasileiros que algum bricalhão fez, e isto sem preuízi do valor do texto em si.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 31.12.2011 às 19:34

Já sei, anónimo, obrigada. De tanto ver este poema citado convenci-me que era mesmo do Pessoa, mas o que conta é a intenção e a mensagem daqueles dois versos finais vale para o momento, com ou sem a assinatura do FP.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 01.01.2012 às 18:04

Um bom Ano, Teresa.
Beijinhos
Sem imagem de perfil

De José Pires F. a 01.01.2012 às 19:34

Se o que conta para si é a intenção dos dois versos finais, era bom, então, que retirasse o nome de Pessoa da autoria.
Se de facto quiser dar a conhecer a autoria, e deve, os versos de que gosta mais, os dois últimos, são de Nemo Nox (um blogeer) enquanto o resto é de Augusto Cury.
Tenha um bom ano e não se fie na Net.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D