Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pórticos

por José António Abreu, em 26.12.11

Noite do dia 25, A25. É a primeira vez que a percorro quase na totalidade desde a introdução das portagens. O identificador da Via Verde, sendo dos mais recentes, apita a cada passagem por um pórtico. Onze vezes entre a Guarda e Albergaria. Não venho com sono mas penso que, apesar de ser um tudo-nada irritante, o ruído ajuda a manter os condutores acordados. Depois, numa revelação súbita que quase me faz acelerar a fundo, percebo que o principal motivo para a existência do apito não é a segurança rodoviária, antes um exagerado sentido de decoro. Sim, decoro. Precupação com a manutenção da decência. Reparem: umas dezenas de metros antes de cada pórtico um tipo vê a placa com os preços. Dedica-se então a somar de cabeça este novo valor ao dos pórticos anteriores e, precisamente quando está a começar a emitir uma série de interjeições ou a mandar uma data de gente bem conhecida para um sítio que é uma parte da anatomia masculina, piiiiiiiiiiiiiiiiiii.


8 comentários

Imagem de perfil

De José da Xã a 26.12.2011 às 23:41

Será que os dispositivos mais anciãos também apitam?
Imagem de perfil

De José António Abreu a 27.12.2011 às 08:06

Nah, acho que são apenas os novos, mais pequeninos. Avanços da tecnologia - e, para variar, da decência. ;)
Sem imagem de perfil

De António Luís a 27.12.2011 às 10:07

Obrigado pelo destaque, Pedro!
É uma honra tê-lo merecido!

Abraço.
Sem imagem de perfil

De NoName a 27.12.2011 às 10:46

Não será exactamente ao contrário? Não será o dispositivo que "censura" sempre, aquilo que os "inventores da coisa" pensam dos condutores quando passam pelos pórticos????
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.12.2011 às 11:11

Aahhhhh, eu sabia..... aquela geringonça apita.
Já perguntei carradas de vezes a muita gente, todos disseram, "tás maluco... agora a via verde apita"... "a sério", respondo eu, com ar de pouca certeza.
É que ando sempre com a mùsica em altos berros, e lá no fundo, metido entre talvez um sol, ofuscado cada vez mais, e um dó, cada vez maior tb, ouvia um piii estranho.
Sempre em portagens normais, pois nas scut sorvedouras, ainda não andei.
O mais giro, sem piada nenhuma, é que já n vezes baixei o som do rádio quando passo na vv, mas, masoquista a p...iiiii da maquineta, nunca apita sem música.
Mas a partir de hoje, cada vez que lá passar, quem lhe vai apitar sem sensura (mais ainda) sei bem que é.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.12.2011 às 12:28

Peço desculpa, sou o ninguém, zé ninguém.
Sem imagem de perfil

De zé luís a 27.12.2011 às 23:03

piiiiiiii? Então, dá 3,14?
Sem imagem de perfil

De João Lúcio a 27.12.2011 às 23:14

O pior é que os preços dos placards não correspondem ao custo real. Se quisermos pagar aquele preço temos que COMPRAR o dispositivo electrónico. Caso não o façamos, ao custo dos placards acrescem "custos administrativos" apesar de sermos nós a ter que andar a corre para os CTT ou para o PayShop e apesar da informação online e nesses postos ter um desfazamento de dois dias úteis. Já paguei 0,5€ de portagem + 0,31 de custos administrativos e 1€+0,62€ de custos...o que revela um acréscimo de 62%. Mais estúpida que a introdução de portagens é o sistema de pagamento em que quem nos visita tem que ter a preocupação de andar em filas de CTT ou payshop

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D