Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Esta ditosa língua minha amada

por Ivone Mendes da Silva, em 05.12.11

Hoje, um grupo de adolescentes escrevia um, digamos, requerimento no qual se dirigiam a entidade que lhes era hierarquicamente superior, dizendo que vinham "pedir a V. Exª que ... ". Interrompi-lhes a redacção. Havia que substituir "pedir" por "solicitar". Grande e clamorosa oposição. Ora essa, diziam, pois então não eram sinónimos? Sim, na substância, porém a carga semântica era diferente. Se fosse a entidade a querer alguma coisa deles,  diria "peço que". Na prática: solicita-se para cima, pede-se para baixo.

Em redor do imberbe grupo, quatro ou cinco pessoas que já não são imberbes há mais de 40 anos resolveram fazer coro. Que só eu tinha estas esquisitices, que só eu olhava para estas coisas, que só eu assim e assado.

A rebelião crescia, mas como a redacção do papelucho estava sob a minha responsabilidade, decidi-me por um argumento de autoridade. Mandei que fosse escrito : ". .. vêm, respeitosamente, solicitar a V. Exª se digne autorizar ..."

Sou uma ditadora. Fora de moda, ainda por cima.

Tags:


24 comentários

Sem imagem de perfil

De António M P a 05.12.2011 às 19:54

Ser-me-á permitida a liberdade de solicitar que ache por bem autorizar-me a concordar com Vossa Senhoria?
Imagem de perfil

De monge silésio a 05.12.2011 às 19:59

Não é ditadora. Ensina, ponto.
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 05.12.2011 às 20:01

Quando me deixam. Quando não deixam ...
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 05.12.2011 às 20:05

Ihihih, saltou-te a tampa, Ivone! E no entanto... sabes? Podes não concordar (refiro-me ao 'respeitosamente'), mas as fórmulas reverenciais foram abolidas há quase 2 décadas da linguagem oficial da administração pública, através de uma das muitas - e notavelmente equilibradas - 'Recomendações' do SMA (Secretariado para a Modernização Administrativa). Para provar que nada se institui por decreto, persistem. Até porque a questão continua a ter uma dificuldade básica: o adequado domínio da língua (naturalmente que não era o teu caso!) Isto é, encontrar fórmulas que afastem o tom de submissão e mantenham a necessária cortesia.
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 05.12.2011 às 20:10

Ahahah! Mas o acrescento do "respeitosamente" foi mesmo porque já a tampa ameaçava saltar-me.
O "solicitar" já colocava os requerentes no seu devido lugar.
Eu sofro muito com situações destas, nem imaginas.
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 05.12.2011 às 20:14

Oh se imagino! E mereceram a agravante do respeitosamente, considerando que só vão absorver metade.... :)
Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 06.12.2011 às 18:04

Eu acho estas fórmulas de cortesia já um pouco " naftalínicas " mas mesmo assim, com os protestos da minha mais elevada consideração, creiam-me V.Exªs, atento, venerador e obrigado.

(ah e também me lembro da declaração de fidelidade ao espírito da Constituição de 1933...)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 05.12.2011 às 20:48

«Solicita-se para cima, pede-se para baixo». Ensinaste muito bem, porque é assim mesmo.
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 05.12.2011 às 21:01

Pois, João, para mim sempre foi assim.
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 06.12.2011 às 00:13

Muito bem! Assim sendo, 'peço-te' então que 'solicites' à divisão de trânsito uma placa ou um semáforo para pôr alguma ordem nisto. Doutro modo, isto é uma balbúrdia que ninguém sabe quem vai a subir e quem vai a descer. Por outras palavras, ninguém sabe quando tem de solicitar ou de pedir.
Já agora, só mais uma pequena dúvida: nós 'pedimos' dinheiro à troika ou 'solicitamos' dinheiro à troika? É que seria de toda a conveniência sabermos, de uma vez por todas, se ela está por cima ou por baixo de nós.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 05.12.2011 às 21:04

Mais nada, Ivone. Às vezes tem de ser assim.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 05.12.2011 às 21:23

Se sei. Ainda hoje deixei uma aventura lá n´a Curva.
Sem imagem de perfil

De Rómulo da Silva a 05.12.2011 às 22:32

Faltou o "A BEM DA NAÇÃO"
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 05.12.2011 às 23:29

Já seria de mais :)
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 06.12.2011 às 00:37

Aprendi hoje uma coisa contigo. Vês? Sempre foi bom saltar-te a tampa com os teus alunos.
E dá-me particular gozo que "pedir", sem eufemismos "solicitantes", seja de cima para baixo e não o contrário! ;-)
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 06.12.2011 às 00:58

Tu és tão engraçada, Ana :)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.12.2011 às 00:51

Solicito que Vossa Excelência se digne lavrar em acta o meu profundo apreço pela solução adoptada. Inclino-me respeitosamente perante tão douto critério.
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 06.12.2011 às 00:58

:)) Boa, devia tê-los obrigado ao V.Exª por extenso. Não me lembrei disso.
Se eu fosse Excelência, Pierre, não lavrava, mandava lavrar. Assim ...
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 06.12.2011 às 01:24

Ivone, para a próxima tens de os pôr a escrever 'à maneira': rogo a V. Exa se digne.... Assim é que é. E no fim, o incontornável: Pede deferimento... ;)
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 06.12.2011 às 01:31

Ah, mas desde que lhes ensinei a escrever, em vez de Pede deferimento, E. D. , assim bem centrado na página, não querem outra coisa. Acham-me mais finos ...
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 06.12.2011 às 01:32

Errata: onde está "acham-me" leia-se "acham-se" :)

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D