Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Crowding out

por Rui Rocha, em 03.12.11

Um galambista muito galamboso criou uma galamba que nem o melhor desgalambista conseguia desgalambar. Assim foi galambando, num doce galambar. E enquanto galambava, cantava canções de engalambar: galambas tu e galambo eu, galambas tu mais eu e galamba que galamba e torna a galambar. E assim galambando, fez-se galambeiro. E logo outros galambistas começaram a galambar. Com tantos galambistas, era ver qual deles galambava mais e, se virmos bem, todos galambavam por igual. E galamba que galamba e torna a galambar. E se o galambeiro galambava como galambava e os outros galambistas galambavam como ele, ali se formou um belo galambal. E galambas tu e galambo eu, e galambas tu mais eu. Havia nesse galambar coisas de esgalambar. Quanto mais o galambeiro galambava mais os galambistas galambavam com ele. E todos juntos galambando, foram ao parlamento galambar: a galambice é uma loucura que nem o melhor desgalambeiro consegue curar e galamba que galamba e torna a galambar. Um desgalambeiro veio e outro desgalambeiro também. E ao galambeiro não o desgalambava ninguém. E galamba que galamba e torna a galambar. E mais outro veio e o galambeiro a galambar. Um dia chegou o Governador do Banco de Portugal e o galambeiro foi ao ar.


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 04.12.2011 às 12:43

Hoje, no Jugular, o Galamba dá uma espécie de resposta ao Carlos Costa, deixando publicar uma série de comentários a apoia-lo, presumivelmente de alguns seus camaradas, sem ninguém a contraria-lo, coisa que que parece ser o seu critério - comentários desfavoráveis, delete com eles.
E digo por ainda ontem lhe mandei este comentário que ele mais uma vez ignorou:
Vou repetir o comentário que fiz ontem, dia 2, para ver se o amigo é capaz de ouvir quem não partilha dos seus pontos de vista, ou se o Dr. Carlos Costa tinha toda a razão quando lhe chamou ignorante.
Você julga-se um génio, amigo. Aquela sua conclusão de que a evolução da Irlanda "parece desmentir a teoria de crescimento pressuposto nos programas de ajustamento que estão actualmente em curso nos países periféricos" é um achado, assim como é de mestre a sua conclusão de que "a Irlanda já está a crescer, mas este resultado não tem qualquer relação com o actual programa de ajustamento", para depois nos vir dizer que o ajustamento "é explicado, isso sim, pelo facto do sector exportador irlandês valer 90% do PIB. O 'sucesso' irlandês é, pois, explicado por aquilo que a Irlanda é, não por causa daquilo que está hoje a fazer".
Você mistura verdades de La Palisse com tonturas. Então esta de que "a Irlanda cresce apesar do programa que está a implementar, não por causa deste", é de antologia. Não por causa deste? Os irlandeses são umas bestas, não reparou o amigo que é isso que nos está a dizer? E a dizer-nos que os seus correligionários do PS são uns tontos, pois nunca deveriam ter pensado nos PECs, nem no acordo com a Troica. E que os actuais governantes são ainda piores e que, no meio disto tudo, o único inteligente é o amigo. Caramba! É de mais!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D