Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Sova"? Qual sova?

por Pedro Correia, em 07.10.11

 

Alberto João Jardim, com a sua habitual verborreia demagógica, definiu em mais de um comício da campanha eleitoral que hoje termina na Madeira aquele que considera o seu adversário actual: o Governo da República, a quem pretende dar "uma sova" nas urnas já este domingo. "Se dermos uma sova ao Governo e aos poderes políticos de Lisboa, eles nunca se atreverão a tentar humilhar o povo madeirense", proclamou o líder madeirense, bem fiel ao seu estilo.

Jardim equivoca-se: quem vai ser avaliado pelos eleitores madeirenses é o seu Governo e mais nenhum. Da comparação entre os 64,2% que obteve nas eleições regionais de 2007 e o resultado que obtiver agora será possível concluir se conquistou ou perdeu apoio popular numa terra que dirige ininterruptamente desde 1978 -- recorde na Europa, onde a regra é a rotação dos titulares dos órgãos políticos de natureza executiva.

Quer renove ou não a maioria de que dispõe na Assembleia Legislativa Regional, num aspecto Jardim já perdeu: ao transformar esta campanha num plebiscito implícito às medidas de austeridade impostas a Portugal pelas instituições internacionais, parte derrotado. Porque o memorando de entendimento não é referendável e os 6,3 mil milhões de euros que a Madeira mantinha como dívida oculta lhe retiram qualquer margem de manobra à mesa de negociações -- seja em Lisboa, seja em Bruxelas. A violação de normas de execução orçamental não tem apenas custos financeiros: tem também custos políticos. Alguns dos quais irreversíveis.

Por isso, seja qual for o veredicto das urnas, é garantido desde já que a Madeira iniciará dia 10 um novo ciclo. De maior dependência, de maiores restrições, de maior penúria. Nada será como até aqui.

Esta é a "sova" de que Jardim não fala. Mas nenhuma outra se divisa no horizonte.


8 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 07.10.2011 às 13:53

Muito bem, compadre. É que é mesmo isso.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 07.10.2011 às 22:19

Sobre a Madeira não pode haver posições ambíguas, compadre. De forma alguma.
Sem imagem de perfil

De sampy a 07.10.2011 às 14:12

Curioso: um soba a querer dar uma sova...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 07.10.2011 às 22:19

Sova seria perder a maioria absoluta de que sempre desfrutou, o que pode muito bem acontecer.
Imagem de perfil

De João Severino a 07.10.2011 às 17:42

Bem escrito, Pedro. O soba já tem sova...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 07.10.2011 às 22:18

Garantida, João. Garantida.
Sem imagem de perfil

De anónimo a 08.10.2011 às 10:03

Deus o oiça, já está na hora desse sr. baixar a crista. É duma petulância desmedida. Já não se aguenta ver os noticiários destas últimas semanas. Cansa, e ... indispõe mesmo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 08.10.2011 às 11:39

Tem razão: já cansa.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D