Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Que dia é hoje?

por João Carvalho, em 26.09.11

Passei pela televisão e fiquei a saber que hoje se celebra (?) o Dia Mundial da Saúde Ambiental. O que será isto? Um apelo para irmos respirar em bom ambiente? Um desafio para nos afastarmos e deixarmos o ambiente respirar sozinho? Uma data para estudarmos o impacto da nossa saúde no ambiente ou do nosso ambiente na saúde do vizinho? Só hoje ou todos os dias?

Proliferam, multiplicam-se, desmultiplicam-se e até se atropelam e sobrepõem os dias nacionais, os dias internacionais, os dias mundiais e os dias anuais. Alguém conhece metade deles? Alguém quer saber de um-terço deles? Alguém está prevenido para a chegada de um-quarto deles? Nem pouco mais ou menos. Ou porque muitos foram inventados por qualquer boa intenção que se perdeu no tempo, ou — sobretudo — porque a tradução real pretendida nem sequer é clara, a verdade é que a maioria das pessoas se está nas tintas para a maioria dos dias nacionais, dos dias internacionais, dos dias mundiais e dos dias anuais, que são muito mais do que os dias do ano.

O defeito disto explica-se, como sempre, pela banalização das iniciativas. Será sempre desinteligente banalizar aquilo a que quer dar-se importância. A propósito: que dia é hoje?


18 comentários

Sem imagem de perfil

De NanBanJin a 26.09.2011 às 10:19

Caro João,

Terá toda a razão quanto ao que apelida de 'banalização'. Estamos de acordo.

Em qualquer recurso, presumo que 'saúde ambiental' será a antítese daquilo que encontramos numa cidade, por exemplo, como Shangai ou Linfen, na China, ou Dzerzhinsk na Rússia.
Shangai ainda aguentei dois dias e jurei para nunca mais — e nem ligava muito a estas questões, palavra d'honra.

Abraço de Longe,

Luís Afonso
Imagem de perfil

De João Carvalho a 26.09.2011 às 11:06

Os defeitos de Xangai, quanto a mim, são sempre largamente compensados pela nostalgia que a cidade gera.

Um grande abraço para si, meu caro Luís Afonso.
Sem imagem de perfil

De Hugo da Graça Pereira a 26.09.2011 às 10:20

Olhe, a propósito de Saúde Ambiental (ou falta dela) na nossa capital, encaminho-o para um texto publicado há pouco por Maria Filomena Mónica n'O Carmo e a Trindade:

http:/ carmoeatrindade.blogspot.com /2011/09/parques-e-jardins-de-lisboa.html

Quanto à banalização, creio eu advém da superficialidade com que todos vamos (sobre)vivendo. Existe cada vez mais relutância em aprofundar assuntos, em sentar um pouco e pensar, em ter paciência para ouvir uma sinfonia de 1 hora. Queremos tudo e queremo-lo já. Consequência do apreço pelo imediato e pelo superficial será a criação de eventos banais como estes, para lembrar a todos, uma vez por ano (!), que um problema existe (embora ele exista nos outros dias do ano também). Apaziguando,assim, a consciência de quem na realidade não quer saber de nada daquilo, mas que participou em não-sei-quantos-dias-mundiais . Logo, é pessoa extremamente consciente e preocupada com as maleitas do mundo... Creio que se cada um de nós se dedicasse a um único projecto com honesto afinco haveria mais obra feita do que com isto de andarmos milhares a correr entre mil e uma causas, acabando por não fazer nada em prol de nenhuma delas. Daria é realmente trabalho e demoraria tempo e sempre seria menos atractivo que o afã missionário desta sociedade tão consciencializada para tudo (da hipertensão arterial aos cães abandonados, passando pela reciclagem).

Imagem de perfil

De João Carvalho a 26.09.2011 às 11:07

Acho que tem razão. Aliás, não é invulgar a superficialidade qualitativa e a banalização quantitativa andarem de mãos dadas.
Sem imagem de perfil

De Hugo da Graça Pereira a 26.09.2011 às 13:51

Ah e já agora, hoje é o Dia Europeu das Línguas (!)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 26.09.2011 às 14:21

É o que eu digo: proliferam, multiplicam-se, desmultiplicam-se e até se atropelam e sobrepõem.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 26.09.2011 às 10:50

Hoje (mais logo) é "dia de" eu ir ao Porto. Ligo-te amanhã de manhã para tomarmos um café, se te apetecer. :-)
Sem imagem de perfil

De AMendes a 26.09.2011 às 12:05

Para a esmagadora maioria da "malta" o dia mais aguardado é o--- Dia Mundial da Final do Mundial de Futebol.

Eu sou um dos que...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 26.09.2011 às 12:30

Dá perfeitamente para perceber que V. é um. Com dois "mundial" no dia...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 26.09.2011 às 14:55

Devia haver o Dia Mundial Sem Nada Para Comemorar.
Sem imagem de perfil

De Hugo da Graça Pereira a 26.09.2011 às 18:42

Apoiado Pedro! Vamos fazer uns cartazes e uns flyers , organizar umas marchas onde vão 50 pessoas (familiares, amigos e intimados) e ser entrevistados em directo às 20h55 para os noticiários das 20h (que isto encher chouriços uma hora tem muito que se lhe diga). Há também que criar um evento no facebook , mas como me deixei disso não poderei ser eu.
Imagem de perfil

De João Severino a 26.09.2011 às 17:05

Hoje?... É Dia Mundial da Banalização...
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 26.09.2011 às 21:26

É preciso justificar a existência de empregos. Por os dias por isto e por aquilo imaginados por um burocrata ocorrem.
Aliás toda o politicamente correcto deve-se em grande parte porque as coisas sensatas já foram todas ditas e inventadas.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 26.09.2011 às 22:03

E certos tecnocratas de gabinete também devem ter qualquer coisita a dizer.
Sem imagem de perfil

De Hugo da Graça Pereira a 26.09.2011 às 22:10

Acho que fazia falta uma análise sociológica sobre o assunto. Que vos parece, pede-se um parecer um constitui-se um grupo de estudo?

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D