Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




eduardo prado coelho

por Patrícia Reis, em 25.08.11

Querido Eduardo

E passou-se mais um ano.

O tempo tem sempre o condão de me surpreender.

Já não compro o Público porque me custa ver que não estás.

As boas novas são as que já sabes: a maria manuel publicou a sara k, o verão de todos os silêncios, pela Planeta. Uma capa linda, um lançamento emotivo com várias leitoras (todas nós a invejar a bela voz da Filipa Leal, mas enfim, sabes como é a inveja das mulheres, quando não é má, é de admiração saudável). É um belo livro.

A MM tem uma história para desembrulhar e estamos juntas raras vezes, mas estamos sempre perto. A Inês continua na sua saga na Casa Fernando Pessoa, uma máquina de ideias e iniciativas e a nossa senhora dos milagres, já que dinheiro, como calculas, nem vê-lo. O Francisco José Viegas é novo secretário de estado da cultura - foi-se o ministério - e o Passos Coelho faz as vezes de PM. O ministro que comentarias seria o Paulo Portas que ficou com o MNE. Novidades literárias além da MM? Temos o livro de vida da maria teresa horta, as luzes de leonor, sobre a Marquesa de Alorna, a sua penta avó e uma lista infindável de livros novos, livros de desconhecidos, livros de vedetas de televisão, livros de vedetas de futebol, livros de pessoas que se acham (como se diz no Brasil) e livros de pessoas maravilhosas.

Terias muito para dizer e para escrever sobre tudo isto. Sei que é estúpido contar-te todas estas coisas porque estás num sítio onde as sabes, porventura, antes de mim e com mais pormenores, picantes ou não.

Uma coisa é certa, as saudades apertam os corações de todos os que te querem bem. Desculpa se uso o verbo no presente, para mim estás sempre aqui. Não consegui ainda eliminar o teu número de telemóvel e a MM diz que o tem com ela. Por isso mantenho essa ligação. Estranho? É um certo consolo. Preciso disso. Conclui que precisamos todos, alguns, e que já não existem ideias proibidas, pensamentos reservados.

Tudo é possível. Mais uma vez, regresso à ideia do bem e do mal, ideia que acarinhas, decerto, mesmo que de forma infantil. A infantilidade também mora comigo. 

Juntaram-se a ti alguns, terás companhia e histórias para partilhar.

Onde quer que estejas não deixes de te rir da vida mesmo na morte. A vida só tem graça quando se sabe olhar para ela. Como tu sabes. Um beijo P

Autoria e outros dados (tags, etc)


16 comentários

Sem imagem de perfil

De A pau a 25.08.2011 às 17:14

quem é a "marquesa da lorna"?
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 26.08.2011 às 14:45

Isto é mesmo uma pergunta séria? É que se for, por favor, pesquise. Se é uma brincadeira, não a entendo porque não estou nos meus dias, lamento:)
Sem imagem de perfil

De A pau a 26.08.2011 às 17:17

Bem, eu só sei da marquesa de Alorna, aliás D. Leonor de Almeida Lorena e Lencastre... Mas, é claro, estou disponível, como sempre, para saber novidades...
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 26.08.2011 às 19:00

Pronto, ganhou: sim, tem um erro, vou fustigar-me o fim de semana inteiro. Peço desculpa, tem toda a razão. Bom fim de semana:)
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 26.08.2011 às 19:04

Pronto, ganhou: sim, tem um erro, vou fustigar-me o fim de semana inteiro. Peço desculpa, tem toda a razão.
Já agora acrescento apenas isto: não é curioso que a única coisa que chama a atenção seja um erro de escrita, claramente, enquanto se recorda uma das pessoas que nos acompanhou 10 anos no Público e em tantas outras coisas? Talvez seja eu que estou farta de ver pessoas a maldizer, a procurar o erro, a ver onde está a falha. A falha é humana. Avisei que não estou nos meus dias e longe de mim querer agredir alguém, mas sinceramente haja pachorra. Não gostava do Eduardo? Pois, está no seu direito. Gostava? Ainda bem. Quanto à marquesa de alorna, julgo que não se vai atirar de uma nuvem para me atormentar mais do que os meros mortais têm o condão de fazer, por isso irei corrigir e seremos todos muito mais correctos, cultos e certinhos. Como disse, não estou nos meus dias, mas desejo a todos um bom fim de semana e a si especialmente:)
Sem imagem de perfil

De Sara a 26.08.2011 às 19:32

Adorei ler a sua carta! Fez-me ganhar o meu dia, que apesar do regresso do sol a estas terras do norte, ainda não lhe tinha permitido, plenamente, a sua entrada.
Sara C.
Sem imagem de perfil

De A pau a 27.08.2011 às 10:36

Só me pergunto por que motivo censurou o comentário em que eu dizia ter sido amigo do Eduardo desde a juventude de ambos. Não lhe convinha esse dado? Fiquei esclarecido. Acho que não preciso de voltar a lê-la.
Sem imagem de perfil

De José Mendes a 26.08.2011 às 17:17

Escreve-se "Marquesa de Alorna"
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 26.08.2011 às 19:05

O comentário acima é válido para todos, pois então!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 26.08.2011 às 20:08

unca se nganou, A au?
Sem imagem de perfil

De A pau a 26.08.2011 às 20:55

Não entendo essa sua pergunta, Ana.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 26.08.2011 às 21:58

Pois, é natural.
Sem imagem de perfil

De A pau a 27.08.2011 às 08:59

arvoíce ura
Sem imagem de perfil

De Luís Gonçalves a 27.08.2011 às 15:53

Uma só palavra: Lindo!
Sem imagem de perfil

De Zélia Parreira a 27.08.2011 às 18:20

Transcende-me. Não consigo, por mais que tente, não consigo...

Se não gostam de quem escreve nos blogues, ou do que escrevem aqueles que escrevem nos blogues, porque é que se dão ao trabalho de continuar a lê-los?

Passem bem, passem de largo, não voltem, não insistam em martirizar-se com o que escrevem estes pobres seres inferiores que de forma honesta e limpa aqui vêm dar o seu contributo e se dão ao luxo de pôr o nome por baixo.

Parabéns pelo texto, Patrícia. Ainda que como diz, Eduardo Prado Coelho possa saber de tudo o que lhe conta antes de si e com outros detalhes, tenho a certeza que terá adorado receber a sua carta.

Quem não gosta de receber uma carta de um bom amigo?

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D