Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Onde é que eu já vi isto?

por Sérgio de Almeida Correia, em 31.07.11

Encarar as empresas do Estado e, desde logo, o banco público como propriedade partidária a distribuir pela clientela não é novidade. Mas Passos Coelho e Paulo Portas, tão exigentes e moralistas quando estavam na oposição, prometeram agir de modo diferente. Tiveram uma oportunidade de ouro para o demonstrar e falharam redondamente.

(…)

O Governo não hesitou aumentar o número de gestores, pagos a peso de ouro – talvez de modo a ajustar a oferta à procura de lugares – num momento em que pede sacrifícios; ignorou ou desvalorizou potenciais conflitos de interesses, tendo em conta o percurso profissional de alguns dos nomeados; e até no processo de recrutamento cometeu erros graves, visto um dos contemplados ter vindo dizer que foi convidado para “vice”, quando compete à própria administração da Caixa atribuir esse cargo.

Tudo isto num único ato de gestão é revelador de quão distantes estão as belas palavras dos líderes do PSD e do CDS contra o clientelismo do Estado.”

Fernando Madrinha, "O Pote e a Rua", Expresso, 30 de Julho de 2011


4 comentários

Sem imagem de perfil

De CAL a 31.07.2011 às 13:44

Enganam, não querem mudanças, empurram com a barriga a perversa situação até aparecer uma alma caridosa (CE) para saldar as impagáveis contas.
Vivemos uma Ditadura Democrática, não querem largar o osso. A primeira medida a ser tomada seria cortar profundamente nos custos da máquina administrativa.
Melhor governação, só com menos interesses partidários ($$$). A culpa dos nossos males é externa, nunca dos corruptos partidos que nos governam...!?
Sem imagem de perfil

De Carlos Pires a 31.07.2011 às 15:40

Nos governos do PS estava sempre a acontecer. E as personagens eram mais desagradáveis e incompetentes. Apesar de tudo, Nogueira Leite é um modelo de virtudes quando comparado a Armando Vara.
Mas isso não chega para desculpar este tiro no pé que o governo acabou de dar. É tristemente incoerente.
Pode ser que as críticas quase unânimes faça Passos Coelho pensar duas vezes na próxima oportunidade. Pode ser também que essas críticas e a atenção gerada façam os gestores agora nomeados serem escrupulosos. Com as privatizações que aí vêm dava jeito poder confiar nos critérios da CGD e não haver as suspeitas do costume.
Sem imagem de perfil

De IsabelPS a 31.07.2011 às 15:43

O que me preocupa é uma sensação de "déjà vu" em relação a Barack Obama. Muito antes, mas mesmo muito antes, de desiludir quem punha nele uma esperança de mudança a nível político, já os comentadores económicos que eu lia para tentar entender a crise financeira se mostravam altamente alarmados com as suas nomeações para os cargos mais importantes para as relações entre o poder político e a banca. Desde então não foram defraudados nas suas expectativas negativas.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 31.07.2011 às 16:08

O Fernando Madrinha, que apoiou sempre o Socrates com os seus artiguinhos no Expresso, bem podia chamar à sua coluna o Pote de Merda. Onde estava a indignação do Madrinha quando o Vara e Cª foram para a admnistração da CGD? O que escreveu o Madrinha quando a CGD a mando do governo socialista emprestou milhares de milhões de euros aos amigos para comprarem acções do BCP para o assaltarem, e por via disso o estado ser obrigado todos os anos a fazer grandes aumentos de capital na CGD à custa do dinheiro dos contribuintes? ou porque não investiga o Madrinha e o jornal dele que tão boas relações tem nas secretas como foi possivel o governo Socrates torrar quase 7000 milhões de euros no BPN? A explicar estas coisas é que o Madrinha justificava o ordenado que o patrão dele lhe paga. Porque escrever cronicas como a citada no post, qualquer sapateiro de vão de escada seria capaz. Provavelmente sem tanto azedume. Pessoas como Antonio Nogueira Leite ou Pedro Rebelo de Sousa são BOYS? O Expresso anda mesmo pelas ruas da amargura!

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D