Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delito de Opinião

O 'inteleto' do ministro

Pedro Correia, 16.03.09

José António Pinto Ribeiro, numa evidente tentativa de dar provas de existência política como ministro da Cultura, promete apressar a entrada em vigor do acordo ortográfico, o que já lhe mereceu o mais que justificado aplauso oficial de Brasília. É uma atitude culturalmente errada, porque ignora as profundas divisões que este acordo tecnicamente insustentável, juridicamente inválido, politicamente inepto e materialmente impraticável tem suscitado na comunidade intelectual portuguesa - e também na brasileira. E é institucionalmente inaceitável, pois ocorre num momento em que o manifesto em defesa da língua portuguesa contra o acordo ortográfico já ultrapassou as cem mil assinaturas, o que obriga a Assembleia da República a agendá-lo para debate em sessão plenária. Dado o ritmo do agendamento das petições populares a que os deputados já nos habituaram, é bem provável que o manifesto acabe por ser discutido no plenário de São Bento só depois de o acordo ter entrado em vigor, o que seria uma demonstração do talentoso intelecto deste ministro. (Será que deverei começar a escrever já inteleto?)

8 comentários

Comentar post